Geografia

África – História, características do continente, países, população e idiomas

África é um dos seis continentes do mundo e o 3º maior em extensão territorial. Possui uma das maiores diversidades culturais e religiosas.

Atualizado em 07/11/2019

Você, provavelmente, já deve ter pensado que África trata-se de uma país, não é? Isso é um erro que muitas pessoas cometem. Assim, diferente de muitos pensamentos, África é um dos seis continentes do mundo, sendo o terceiro maior quando o assunto é a extensão territorial. Além disso, o continente é extremamente rico em termos culturais, religiosos, políticos e geográficos.

Em síntese, o continente é riquíssimo em diversidade cultural, possui pluralidade étnica e conta, por meio de histórias milenares, diversos acontecimentos da humanidade. Porém, apesar da diversidade cultural, étnica e social encontrada no continente, muitos países sofrem com os baixos índices de desenvolvimento.

Além disso, o continente africano enfrenta diariamente problemas com a miséria da população, a baixa qualidade de vida e, infelizmente, a subnutrição e o analfabetismo. Entretanto, o continente abarca importantes nomes que se destacaram na literatura e nas artes como a autora Chimamanda Ngozi Adichie.

Conhecendo a África

Resumindo, todo o território do continente africano é responsável por ocupar cerca de 20% da área continental da Terra. Logo, são mais de um bilhão de habitantes espalhados pelos 53 países e os 7 territórios independentes. Assim, a África é o segundo continente mais populoso do mundo.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Cultura africana. Fonte: Terra Mundi

Desta forma, pela população grandiosa e devido à colonização ter sido feita por espanhóis, portugueses e franceses, o país possuí diversas línguas oficiais. Assim, em todo o continente são faladas mais de mil línguas africanas, além de idiomas como o Árabe, Inglês, Francês, Português, Espanhol, Africanêr, entre outros.

Em resumo, os países africanos se dividem em dois grupos principais: o Norte da África e a África subsaariana. A divisão foi definida com o intuito de analisar e observar de maneira mais abrangente toda a biodiversidade do continente, além das diversidades. Ainda, os dois grupos principais de dividem em sub-regiões, denominadas de :

  • África Central
  • África Meridional
  • África Setentrional
  • África Ocidental
  • África Oriental

África Central

É caracterizada por ter como limite o Oceano Atlântico, localizado a oeste e a leste, as regiões montanhosas. Além disso, é banhada por diversos rios, possuí temperaturas altas, a umidade do ar é elevada, o clima tropical é predominante da região e há presença das savanas. Dessa forma, os países República Centro-Africana, República Democrática do Congo, Angola, Chade, Camarões e República do Congo fazem parte do território central.

África Meridional

É caracterizada pela presença de planaltos, o clima que prevalece é o tropical, o desértico e o mediterrâneo. Além disso, possuí vegetação de savanas, estepes e florestas. Dessa forma, o território pode ser dividido em duas partes, sendo uma muita rica em mineração com a presença de ouro, cobre e crômio.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Montanhas na Namíbia. Fonte: Venturas

Já por outro lado, a segunda parte é caracterizada pela agricultura, com atividades de plantações de cana-de-açúcar, café e fumo. Assim, os países que fazem parte dessa área são: África do Sul, Botsuana, Comores, Lesoto, Ilhas de Madagascar, Malawi, Moçambique, Namíbia, Eswatini, Zâmbia e Zimbábue.

África Setentrional

É a maior região quando o assunto é área territorial. A divisão da população se caracteriza por ser heterogênea e por concentrar-se nos lugares com maior umidade. Desta forma, a atividade mais desenvolvida na região é a mineração sendo voltada para a exportação. Assim, por condições climáticas, a agropecuária não é tão desenvolvida nesta parte do continente.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Comércio em Marraquexe, Marracos. Fonte: Venturas

Porém, apenas na região do Vale do Rio Nilo é que a agricultura encontra formas de se desenvolver contanto com a presença do solo fértil. Assim, os países que fazem parte dessa região do continente africano são: Argélia, Egito, Líbia, Marrocos. Além de, Sudão e Tunísia.

África Ocidental

É a região localizada entre o conhecido deserto do Saara e o golfo do Guiné. Assim, o clima predominante é o equatorial, possuí vegetação de savanas e florestas. A maior parte da população se concentra ao sul da região, pois o as condições oferecidas pelo deserto do Saara não são favoráveis.

A atividade econômica é baseada na agricultura com destaque para a produção de de cana-de-açúcar, cacau e banana. Logo, os países que fazem parte desta parte do continente africano são: Benin, Burkina, Faso, Cabo Verde, Costa do Marfim, Gabão, Gâmbia, Gana. Além disso, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Libéria, Mali, Mauritânia, Níger, Nigéria, Senegal, Serra Leoa, São Tomé e Príncipe, e Togo.

África Oriental

É a região localizada entre a bacia hidrográfica do Congo e o Oceano Índico. Assim, é caracterizada pela presença de montanhas, vulcões e lagos. Além disso, o clima que predomina é o tropical, tenho a vegetação equatorial, savana e de estepes as mais comuns. Logo, apresenta áreas desérticas.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Expressão cultural em Ruanda. Fonte: Venturas

Em síntese, voltado para o mercado de exportação, a economia é concentrada na agricultura. Assim, produção de café e algodão são frequentes. Além disso, é a região que apresenta índices de desenvolvimento baixos e variados problemas sociais. Os países que fazem parte dessa região do continente são: Burundi, Djinouti, Eritreia, Etiópia, Quênia. Além destes, Ruanda, Seychelles, Somália, Tanzânia e Uganda.

Um pouco da história

Resumindo, os indícios de que o continente africano seja o berço da humanidade são vários, pois acredita-se que o continente foi o primeiro a ser habitado por humanos.

Além disso, vários fósseis já foram encontrados na região e comprovam a teoria. Dessa forma, os fósseis são importantes fontes nos estudos da evolução humana. Dessa forma, estudiosos acreditam que a região norte do continente seja uma das mais antigas. Assim, foi onde os povos egípcios se estabeleceram.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Continente africano divido pela diversidade cultural, religiosa e pela biodiversidade. Fonte: Twitter

Entretanto, o continente foi colonizado por portugueses, espanhóis e franceses. Assim, devido à colonização, grande parte dos povos africanos foram levados para outros países em navios, com o intuito de trabalharem como escravos em serviços forçados.

Dessa forma, por conta da colonização e do desrespeito em relação à cultura e identidade dos povos, várias tribos foram mescladas. Entretanto, somente durante a Segunda Guerra Mundial que as colônias africanas puderem seguir com o processo de independência. Entretanto, as divisões feitas pelos colonizadores ainda causam disputas. Logo, conflitos por territórios e guerras religiosas são frequentes.

Relevo, clima e a vegetação

Em resumo, o relevo do continente é caracterizado pela presença de planaltos. Assim, chegam a 750 metros de altitude. Além disso, são limitados por escarpas – caracterizada pela formação de um penhasco ou uma encosta íngreme. Dessa forma, o deserto do Saara é localizado na região do planalto setentrional. Além disso, no mesmo lugar percorre o Rio Nilo.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Mais quente deserto do mundo, deserto do Saara. Fonte: Venturas

Em relação ao clima, o continente abrange grande diversidade. Assim, é possível encontrar o clima equatorial, tropical, desértico e mediterrâneo. Logo, O clima equatorial é registrado na região ocidental; o tropical, na região central e sul; o desértico, na região setentrional, assim como o clima mediterrâneo.

Já a vegetação, é caracterizada pela floresta equatorial, savanas – predominantes no continente – além da vegetação mediterrânea e estepes. Dessa forma, nas savanas é onde se encontram os leões, as girafas, os leopardos, hienas e diversos outros animais.

Economia

Em síntese, a economia africana junto aos índices de desenvolvimento humano faz do continente um dos mais problemáticos economicamente. Assim, a grande maioria dos países no continente são considerados como subdesenvolvidos.

Entretanto, as atividades econômicas dos países africanos são concentradas no setor primário, no extrativismo e na agropecuária. Além disso, o continente é rico em minerais como o ouro e diamante. Dessa forma, alguns países apresentam a presença de recursos como o petróleo e o gás natural. Um índice que agrava o desenvolvimento é a exploração feita por europeus e norte-americanos.

África - História, características do continente, países, população e idiomas
Fonte: Guia do Estudante

Outro ponto que se destaque na economia é o extrativismo animal e o vegetal. Assim, a agricultura e a pecuária são realizadas em alguns países como forma de sustento, já em outros como forma de produção comercial.

Assim, os principais alimentos produzidos como forma de sobrevivência são: mandioca, milho, inhame e sorgo. Em contrapartida, a produção de  algodão, cacau, café e amendoim são voltados para o comércio. Além disso, destaca-se a criação de gado e ovelha em alguns países do sul.

Conheça os países africanos e suas capitais

Em resumo, o continente é dividido em 54 países, sendo 48 continentais e 6 insulares. Logo, confira:

  • África do Sul – Cidade do Cabo
  • Angola – Luanda
  • Argélia – Argel
  • Benin – Porto Novo
  • Botsuana – Gaborone
  • Burquina Faso – Ouagadougou
  • Burundi – Gitega
  • Camarões – Yaoundé
  • Chade – N’djamena
  • Costa do Marfim – Abidjan
  • Djibouti – Djibouti
  • Egito – Cairo
  • Eritreia – Asmara
  • Etiópia – Addis Abeba
  • Gabão – Libreville
  • Gâmbia – Banjul
  • Gana – Acra
  • Guiné – Conacri
  • Guiné-Bissau – Bissau
  • Guiné Equatorial – Malabo
  • Ilhas de Madagascar – Antananarivo
  • Ilhas de Cabo Verde – Cidade de Praia
  • Ilha de Camores – Moroni
  • Ilhas São Tomé e Príncipe – São Tomé
  • Ilhas Seychelles – Victoria
  • Lesoto – Maseru
  • Libéria – Monróvia
  • Líbia – Trípoli
  • Malaui – Lilongwe
  • Mali – Bamako
  • Marrocos – Rabat
  • Mauritânia – Nouakchott
  • Moçambique – Maputo
  • Namíbia – Windhoek
  • Níger – Niamey
  • Nigéria – Abuja
  • Quênia – Nairobi
  • República do Centro-Africana – Bangui
  • República Democrática do Congo – Kinshasa
  • República do Congo – Brazzaville
  • República de Maurício – Port Louis
  • Ruanda – Kigali
  • Senegal – Dacar
  • Serra Leoa – Freetown
  • Somália – Mogadíscio
  • Eswatini – Lobamba
  • Sudão – Cartum
  • Sudão do Sul – Juba
  • Tanzânia – Dodoma
  • Togo – Lomé
  • Tunísia – Tunes
  • Uganda – Kampala
  • Zâmbia – Lusaka
  • Zimbábue – Harare

Curiosidades

  • O Rio Nilo é considerado o maior rio do mundo e pode ser visto do espaço;
  • Dos 30 países mais pobres do mundo, 21 são africanos;
  • Os maiores índices do produto interno bruto (PIB) do continente africano são da Angola e da África do Sul;
  • O deserto do Saara é o mais quente deserto do mundo;
  • A África é o único continente cortado por três paralelos: a Linha do Equador, os trópicos de Câncer e de Capricórnio.
  • Turistas procuram o continente africano para conhecerem os animais selvagens que vivem no safári.

O que achou dessa viagem por um dos continentes mais ricos em diversidade cultural, religiosa e étnica do mundo? Então, você não vai perder essas matérias sobre a Cultura africana – o que é, como se manifesta e qual sua influência?, além de entender sobre Dia da Consciência Negra – História, importância social e cultural afro-brasileira

Fontes: Brasil Escola, Info Escola, Toda Matéria

Fonte imagem destaque: Projeto Colabora

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.