História

Como o ciclo do açúcar financiou a colonização brasileira

O ciclo do açúcar permitiu que Portugal colonizasse as terras brasileiras e foi seu principal produto de exportação no período.

Atualizado em 29/11/2018

A economia açucareira ou o ciclo do açúcar, como também é chamado esse período da história, compreende a época em que a produção e a exportação do açúcar foram as principais atividades econômicas.

Nos séculos XVII e XVIII, o açúcar custeou os esforços portugueses de proteger a colônias de ameaças estrangeiras. A economia açucareira iniciou no litoral e foi muito lucrativa, pois o açúcar era produto bastante consumido na Europa.

Com a cana-de-açúcar houve a organização do cultivo permanente do solo e o constante povoamento da colônia.

O início do ciclo do açúcar

Depois do descobrimento era preciso proteger o novo território do Brasil, por isso Portugal decidiu incentivar a colonização. E o meio mais prático de custear isso foi implantar o cultivo da cana-de-açúcar, simples, de baixo custo.

O clima favorecia o cultivo, que se mostrou lucrativo, pois o açúcar era um produto bastante consumido na Europa. Era o início do ciclo do açúcar.

Você sabia que a Economia Açucareira financiou a colonização brasileira?

O sistema agrícola implantado no Brasil era chamado Plantation. Ele possuía três características fundamentais: a monocultura, o uso da mão de obra escrava e o foco na exportação.

A mão de obra escrava foi trazida da África, uma vez que os índios não aceitavam o pesado trabalho. Também havia o interesse da Igreja Católica de catequização dos povos indígenas.

O açúcar se tornou um rentável produto de exportação

A Economia Açucareira possuía como centro os engenhos e fábricas onde a cana era processada até o produto final. Nos engenhos tinha também oficinas, estábulos, a casa grande e a senzala.

Todo o açúcar produzido no Brasil era encaixotado e exportado para a Europa, sendo distribuído com ajuda dos holandeses. Ele eram parceiros de Portugal e até financiaram a atividade açucareira.

Quando os holandeses foram expulsos do Brasil, iniciaram uma produção própria de cana-de-açúcar em suas colônias nas Antilhas. Era um produto bem mais barato e de melhor qualidade.

Depois foram descobertas jazidas de ouro e pedras preciosas no interior do Brasil, o que simbolicamente é considerado o fim do período da economia açucareira.

Você sabia que a Economia Açucareira financiou a colonização brasileira?

Curiosidades sobre o ciclo do açúcar

A maior produção de açúcar no Brasil Colonial se deu na Bahia e em Pernambuco.

O açúcar do período colonial continha muitas impurezas, sendo consumido em formato de pequenos torrões. Era um produto muito caro e, portanto, consumido somente pelos membros da elite.

Achou interessante conhecer sobre o Ciclo da Economia Açucareira no Brasil? Então não deixe de ler também sobre o que eram as Capitanias Hereditárias.

Fonte: Info Escola, História do Brasil, Mundo Educação, Cola da Web, Estudo Prático.