Geografia

Argentina – História, principais caraterísticas, política, economia e turismo

A Argentina é um dos países que compõem a América do Sul. Possui 40,2 milhões de habitantes e uma área territorial de 2 766 889 km².

Atualizado em 09/07/2020

A América do Sul é formada por 12 países, sendo um deles a Argentina. O país está localizado na parte sul do Continente Americano e faz fronteira a Bolívia, Paraguai, Brasil, Uruguai e Chile, ao norte, nordeste, leste e oeste, respectivamente. O oceano Atlântico e as Ilhas Malvinas também se localizam a leste do país.

De acordo com estudos, o território argentino é habito há, aproximadamente, 13 mil anos. Antes da chegada dos colonizadores espanhóis, em 1516, as terras eram povoadas por povos indígenas guaranis. O Império Inca, inclusive, também fez parte do território da Argentina, localizado ao norte do país.

Entre os países da América do Sul, o território argentino é o terceiro mais populoso, atrás apenas do Brasil e da Colômbia. Além disso, está entre os dez maiores países do mundo. De forma geral, os indicadores sociais argentinos são um dos melhores da América Latina. Com isso, os índices proporcionam a boa qualidade de vida da população.

Vamos mergulhar um pouquinho mais na história e conhecer as características que formam um dos vizinhos do Brasil?

História da Argentina

Antes mesmo da chegada dos colonizadores espanhóis, em 1516, o território argentino já era ocupado por povos nativos, os índios guaranis. Na verdade, de acordo com estudos arqueológicos, ficou provado que o território argentino já era povoado há, aproximadamente, 13 mil anos. Além das nações indígenas, o Império Inca se encontrava na região norte do país.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Juan Diaz de Sólis

Navegando pelo Rio da Prata, o primeiro espanhol a chegar à Argentina foi Juan Diaz de Sólis. Após sua chegada às terras argentinas, o processo de conquista do território começou de forma oficial. Assim como ocorreu em outros países do sul da América, os padres jesuítas foram responsáveis por catequizar os índios e estabelecer formas de organização social.

No século XVI, com a abundância da prata na região, o recurso começa a ser explorado. Aliás, os espanhóis utilizaram a mão de obra indígena no trabalho de exploração da prata. Já em 1776, os índios guaranis e os colonizadores entraram em conflito contra portugueses. O conflito foi uma luta armada para proteger a exploração de minério no Rio da Prata.

Ainda enquanto colônia, a Argentina se envolveu no conflito armado para impedir que os ingleses tomassem as terras conquistadas, em 1806. Logo depois, no dia 9 de julho de 1816, a Argentina se tornou um território independente. Nesse sentido, a independência trouxe, também, conflitos que envolveram o território numa guerra civil.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Guerra do Paraguai

De forma geral, a guerra perdurou até 1853 quando, por meio dos unitaristas de Buenos Aires, a Primeira Constituição do país foi promulgada. Posteriormente, após a guerra civil, junto ao Brasil e Uruguai, a Argentina formou a Tríplice Aliança para lutar contra as forças paraguaias na Guerra no Paraguai, em 1879.

Política argentina

O início do século XX foi marcado por governos totalitários. Com isso, a forma de governo democrático e a economia do país entraram em crise. Entretanto, em 1946, com o mandato do presidente populista, Juan Domingos Perón, a Argentina inicia o que ficou conhecido como o “período de ouro”.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Juan Domingos Perón

Os anos de desenvolvimento e prosperidade para o povo argentino teve fim quando, em 1955, o país sofreu um golpe militar e o presidente foi deposto. Após 18 anos de repressão no país, Juan consegue voltar ao poder, em 1973. Assim, o presidente governou por um período curto até sua morte. Em seguida, a esposa de Perón, Isabelita Perón, assume a presidência. Porém, foi forçada por militares a renunciar ao cargo, em 1976.

Novamente, a Argentina entra num período de ditadura militar até 1983. Após um longo período de censura, mortes, violação dos direitos civis, e desaparecidos políticos, o país volta a ser uma democracia. Na ocasião, Raul Afonsin foi eleito como presidente. Contudo, renuncia ao cargo para que Carlos Menem se tornasse presidente. Menem seguiu como presidente por dois mandatos consecutivos e permaneceu no cargo até 1999.

Volta da democracia

Com o fim do mandato de Menem, Fernando de La Rua foi eleito como presidente. Uma das ações de Fernando foi tentar evitar a crise econômica no país. Entretanto, as medidas adotadas pelo presidente geraram uma reação de revolta na população, que teve cortes e assustes propostos por Fernando. Por conta da crise que se instalava no país, o presidente renuncia ao cargo.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Atual presidente argentino, Alberto Fernández

Com a renúncia do presidente, a Argentina passou por uma série crise política. Para se ter uma ideia, em apenas duas semanas o país teve cinco presidentes. Dessa forma, para tentar conter a crise política, Eduardo Duhalde assumiu o mandato provisório e permaneceu no cargo até 2003. Posteriormente, Nestor Kirchner foi eleito como presidente, permanecendo no cargo até 2007.

Cristina Kirchner, esposa de Nestor, foi quem sucedeu o presidente, e foi presidente de 2007 até 2015. Atualmente, o presidente é Alberto Fernández, que sucedeu a Mauricio Macri em 2019.

Características do país

A capital da Argentina, Buenos Aires, foi fundada em 1534. A bandeira do país é composta por três linhas na horizontal, nas cores azul e branco. No centro da bandeira está “sol de maio”, formado por uma face humana. O termo “sol de maio” simboliza a revolução argentina, na qual o estado almejada a independência dos espanhóis. A revolução ocorreu em 1810, entre os 18 e 25 de maio.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Bandeira da Argentina

Além disso, o país é formado pelas seguintes características:

  • Nome: República Argentina
  • Capital: Buenos Aires
  • Moeda: peso argentino
  • Forma de governo: República presidencialista
  • Presidente: Alberto Fernández
  • Idioma: espanhol
  • População: 40,2 milhões de habitantes
  • Área: 2 766 889 km²
  • Densidade demográfica: 14,5 hab./ km²
  • Principais cidades: Buenos Aires, Mendoza, La Plata e Córboda

De forma geral, o país é dividido em sete regiões diferentes. Ou seja, a Argentina é formada pela região do Centro, Cuyo, Mesopotâmia, Noroeste Argentino, Pampas, Patagônia e Norte. Ao todo, são 23 províncias mais o Distrito Federal.

A divisão das províncias é feita da seguinte forma:

  • Província de Buenos Aires
  • Catamarca, Chaco, Chubut, Córdoba, Corrientes
  • Entre Rios
  • Formosa
  • Jujuy
  • La Pampa, A Rioja
  • Mendoza, Misiones
  • Neuquén
  • Rio Negro
  • Salta, San Juan, San Luis, Santa Cruz, Santa Fé, Santiago del Estero
  • Terra do Fogo, Tucumán

Aspectos geográficos e econômicos

A Argentina apresenta como clima predominante o temperado. Porém, em algumas regiões, como no norte e no extremo sul do país, é possível encontrar áreas com clima subtropical e árido subantártico. Em relação à economia, o país está em segundo lugar da América do Sul. Por conta dos índices econômicos, o país é considerado uma nação emergente.

Em síntese, o país faz parte, junto ao Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai (fundadores do bloco econômico) do MERCOSUL. A integração econômica entre Brasil e Argentina garante o fortalecimento da economia para ambos os países. Assim, o capital brasileiro está investido em diversas áreas da economia argentina, como no setor siderúrgico, na mineração, construção civil, etc.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Rua na Argentina durante a primavera

Da mesma forma, a Argentina possui investimentos em território brasileiro.  Nesse sentido, o país concentra a exportação de produtos em carne bovina e derivados, além de lã e vinho. Aliás, o país ocupa o quinto lugar no mundo quando o assunto é produção de vinho. Além disso, o país integra o Grupo dos 20 (G20), ou seja, o grupo de países que possuem relevância na economia mundial.

Em síntese, a economia do país está voltada para a indústria e o turismo. Além do mais, por conta da boa produtividade do solo, a Argentina consegue exportar produtos advindos da agricultura. Sendo assim, grande parte da exportação argentina é voltada para os produtos agrícolas.

Cultura argentina

A cultura argentina é formada da mistura étnica da população, que possui espanhóis, italianos, indígenas e mestiços. Nesse sentido, quando falamos em dança, o tango é uma das expressões mais características do país. Além disso, a dança atrai diversos turistas que são apaixonados pelo formato sensual do tango.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Tango, dança característica da Argentina

Em relação ao esporte, é impossível não falar do futebol. Por mais que o país possua destaque em outras modalidades esportivas, o futebol move multidões nas terras argentinas. Quem nunca ouviu falar da rivalidade entre Brasil e Argentina no futebol, não é? O esporte para ambos os países é motivo de alegria e paixão.

Igualmente, outro ponto que não podemos deixar de destacar em relação à cultura é a gastronomia argentina. Isso porque, o país é conhecido, principalmente, pelo churrasco, especialmente da carne de vaca. Além disso, são comuns no país os chouriços e as empanadas. As pizzas, por influência dos imigrantes italianos, também fazem parte do cardápio argentino.

O turismo na Argentina

A Argentina possui diversos pontos turísticos que são apreciados por muitas pessoas, principalmente por brasileiros. Você, certamente, já deve ter visto o nome Cataratas do Iguaçu. Esse ponto de turismo é formado por 275 quedas de água que apresentam um verdadeiro espetáculo. Além disso, as Cataratas do Iguaçu são um dos patrimônios mundiais e também podem ser vista no Brasil, no estado do Paraná.

Outros pontos procurados são Bariloche e Rosário. Bariloche ganha atenção especial dos brasileiros, por exemplo, pois é uma cidade que há presença de neve. Além da paisagem deslumbrante, é possível se aventurar em práticas esportivas e caminhadas. Já a cidade de Rosário é muito visitada por ser conhecida como o berço da banheira da Argentina.

Argentina - História, principais caraterísticas, política, economia e turismo
Primeiro time de futebol argentino

Por fim, Ushuaia também é outro lugar turístico muito procurado. Isso porque, a cidade é conhecida como “a cidade do fim do mundo”, por estar localizada na parte mais sul do mundo. Além disso, é possível visitar o Museu do Fim do Mundo, construído na cidade, e se aventurar na história local e a cultura indígena.

O que achou da matéria? Você também vai gostar de ler mais sobre as características da Rússia e da França.

Fontes: Info Escola, Brasil Escola, Itamary e Toda Matéria

Imagens: Sica, Punta del este internacional, Revista Galileu, Agência Brasil, Exame, Mais Brazucas, Aguiar Buenos Aires, e Futebol Portenho 

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.