Outros assuntos

Setores da Economia, quais são, o que produzem e o que refletem?

Os setores da economia são o termômetro para medir o grau de desenvolvimento de uma nação, e quanto mais um povo depende do setor primário, mais pobre é.

Atualizado em 05/06/2019

Os setores da economia são as etapas para se percorrer pelo ciclo econômico dentro do sistema capitalista vigente. Nessas fases, os produtos que por ali transitam podem ser materiais ou imateriais, só que obedecendo uma certa ordem de exploração.

Começa na exploração de recursos naturais, segue pela industrialização e termina no consumidor final. Essas são atividades do ser humano para se chegar à produção e consumo de mercadorias.

Por isso há esse parcelamento entre certos setores da economia, embora isso não deva ser universal. Tudo vai depender dos produtos que são produzidos, a forma como se dá essa produção e quais o recursos utilizados.

A divisão das atividades econômicas

A economia de uma dada região apresenta aspectos que podem alcançar grande complexidade. Há inúmeras atividades interligadas entre si, posto que visam à produção final.

Setores da Economia: quais são, o que produzem e o que refletem?

E foi para facilitar o estudo da economia que as atividades econômicas se dividiram em três setores bem diferenciados. São eles: primário, secundário e terciário.

O setor primário é o voltado para a extração das matérias-primas. Já o secundário são as indústrias. Por fim, o terciário é voltado para a prestação de serviços.

Interessante observar que se pode medir a economia de uma nação pela análise de qual setor mais se destaca. Os países pobres são voltados principalmente para o setor primário. Há pouco investimento em indústria e, de consequência, reflete nos prestadores de serviço.

Um exemplo é a Venezuela, que tem 96% de sua economia baseada na extração de petróleo. O país não investiu em outros setores e está totalmente dependente do extrativismo, ou seja, setor primário. A consequência disso foi que, com a queda no preço do petróleo, sua economia desabou.

O Setor Primário

Os setores da economia se iniciam pelo primário, posto que ele dá embasamento aos demais. O setor primário é o estágio inicial do ciclo de produção, pois se foca nos recursos naturais disponíveis para exploração.

Isso pode se dar, por exemplo, pela exploração da atividade agrícola, qual as lavouras, assim como a horticultura. Também a pecuária, quer familiar, quer em grandes confinamentos.

Setores da Economia: quais são, o que produzem e o que refletem?

Mas muitos outros campos permitem exploração para salvaguardar os outros setores da economia. São recursos naturais provenientes da mineração, extrativismo, extração de petróleo, pesca, caça etc.

No setor primário, portanto, a atividade econômica desenvolvida visa apenas a extração ou produção. A intenção aqui é suprir os demais setores da matéria-prima de que necessitam. As nações que exploram seus recursos naturais e os fornecem a outros são normalmente pobres.

O Setor Secundário

Nos setores da economia, o secundário é aquele da transformação das matérias primas que o setor primário forneceu. Aqui são obtidos produtos industrializados de significativo valor agregado, posto que se utiliza a tecnologia especializada.

Setores da Economia: quais são, o que produzem e o que refletem?

Esse é o setor que mais gera riqueza, uma vez que os países mais desenvolvidos são também os mais ricos. Por outro lado, o custo ambiental desse processo é altíssimo. Um grande exemplo disso é a China, que tem as cidades mais poluídas do mundo.

O setor secundário trabalha para sua manutenção e ainda dá subsídios para a existência do terciário. É que ele pode tanto fornecer produtos destinados diretamente ao consumidor, quanto máquinas para seus parques industriais. Mas além da indústria, também a construção civil faz parte do setor da economia.

Já houve tempo em que, entre os setores da economia, o secundário era o que mais gerava empregos.

Só que isso mudou bastante nas últimas décadas. Ocorreu a modernização dos sistemas produtivos, com o uso de máquinas mais sofisticadas, e ainda se disseminou o Toyotismo. Tudo isso levou ao desemprego, assim como à migração em massa para o setor terciário.

O Setor Terciário

O setor terciário é aquele em que estão o comércio e a prestação de serviços. Entre os setores da economia, portanto, é o que mais cresce. Nele está tudo aquilo que não consta nos outros setores.

Os bens são comercializados neste setor, bem como há nele a oferta de serviços que empresas e particulares prestam. Por isso existe muito valor agregado, além de considerável desenvolvimento econômico. Os países mais ricos têm intensa atividade no setor terciário.

Setores da Economia: quais são, o que produzem e o que refletem?

O comércio em geral está aqui, além da venda de prestação de serviço, a exemplo da educação, segurança e saúde. Inclua-se aí o turismo, o transporte, além de comunicação, softwares e profissionais liberais.

Dos setores da economia, o terciário é o que mais reflete no desenvolvimento nacional. É que a atuação da população economicamente ativa aumenta o desenvolvimento econômico. E um país mais rico, por óbvio, terá um alto índice de urbanização.

E se você curtiu este artigo, leia também sobre o analfabetismo, o que é, suas variantes e seus números no Brasil.

Fonte: Brasil Escola, Sua Pesquisa, Toda Matéria, Escola Kids, Wikipédia, Todo Estudo, Alunos Online, Estudo Kids, Cola da Web.

Fonte das imagens: O Sul, Wikipédia, Full Energy, Chicken or Pasta, Tame.