Biografia

DNA e RNA – Definição, características, principais diferenças e funções

DNA e RNA são ácidos nucleicos responsáveis por armazenar as informações genéticas e realizar a síntese de proteínas, respectivamente.

Atualizado em 14/07/2020

DNA e RNA são ácidos nucleicos compostos por funções e características específicas. Essas macromoléculas são formadas por fosfato, pentose e base nitrogenada. O DNA é responsável pelo armazenamento das informações genéticas dos seres vivos, enquanto o RNA sintetiza proteínas.

Além da função, o RNA e o DNA se diferem também em relação à estrutura. Ou seja, enquanto o DNA é formado por duas cadeias helicoidais, o RNA apresenta apenas uma cadeia. Por outro lado, o RNA é um ácido nucleico que apresenta maior versatilidade que o DNA. Por ser mais versátil, o RNA possui diversas tarefas em um organismo.

Ambos os ácidos nucleicos podem, ainda, se diferenciar quanto ao tipo de açúcar, as bases nitrogenadas, a forma e a localização no organismo. São macromoléculas presentes em quase todas as células que compõem o corpo humano, sendo responsáveis por armazenar informações genéticas e produzir proteínas.

Diferença entre DNA e RNA

A principal diferença entre RNA e DNA é bem simples. Enquanto o DNA é responsável por armazenar as informações genéticas dos seres vivos, o DNA sintetiza proteínas a partir da replicação do DNA. Assim, todas as células do corpo, ou praticamente todas, são compostas por ambos os ácidos nucleicos.

DNA e RNA - Definição, características, principais diferenças e funções
Bases nitrogenadas – DNA x RNA

De forma mais aprofundada, o DNA, também conhecido como ácido desoxirribonucleico, é o composto orgânico que controla o desenvolvimento e o funcionamento dos seres vivos, além de alguns vírus. Ou seja, esse ácido nucleico é formado por moléculas que guardam as informações genéticas que são passadas de forma hereditária.

Já o RNA, também chamado de ácido ribonucleico, é responsável por sintetizar as proteínas provenientes das células de DNA. Sendo assim, os vários tipos de RNA sintetizam as proteínas conforme as informações que recebem das moléculas contidas nas células de DNA. Ou seja, o RNA possui a função de transferir as informações genéticas para a síntese de proteínas.

Estrutura do RNA e DNA

Além das diferenças em relação à função, os ácidos nucleicos se diferenciam, também, em relação à estrutura. Ou seja, a estrutura do DNA é formada por duas cadeias helicoidais, sendo cadeias longas que apresentam nucleotídeos. O DNA é chamado de ácido desoxirribonucleico por conta do tipo de açúcar, o açúcar desoxirribose.

DNA e RNA - Definição, características, principais diferenças e funções
Estrutura do DNA

De forma geral, o DNA é encontrado no núcleo das células ou em mitocôndrias. As duplas hélices que formam o ácido desoxirribonucleico são compostas, além da pentose (tipo de açúcar), pelas bases nitrogenadas (Citosina, Guanina, Adenina e Timina) e pelo grupo de fosfato.

A origem do DNA ocorre por meio da replicação. No momento em que as duplas hélices fazem a divisão celular, ou seja, na replicação, o RNA é formado. Ou seja, o RNA funciona como um complemento do DNA, onde a principal função é ajudar as moléculas de DNA a sintetizar as informações produzidas e levá-las para as células de destino.

DNA e RNA - Definição, características, principais diferenças e funções
Estrutura do RNA

Assim, diferente do DNA, o RNA é formado por uma cadeia simples, constituída por milhares de nucleótidos. O tipo de açúcar presente no RNA é o açúcar ribose. Por conta disso, o ácido nucleico recebe o nome de ácido ribonucleico. Em relação às bases nitrogenadas, a única diferente é que o RNA é formado por uracila ao invés da timina. Sendo assim, as bases do RNA são: citosina, guanina, adenina e uracila.

Processo de replicação e transcrição

No processo de replicação do DNA, as células se dividem para que o material genético seja passado para as células descendentes. Sendo assim, a divisão celular é o que garante o crescimento e o desenvolvimento dos organismos vivos. Assim, para que DNA possa ser replicado, uma de suas fitas se desenrola de forma parcial para que uma nova fita de DNA seja formada.

DNA e RNA - Definição, características, principais diferenças e funções
Replicação e transcrição do DNA

Já no processo de transcrição, o DNA é utilizado como parte formadora do RNA. Ou seja, o DNA se abre e uma das fitas é utilizada como molde na formação do RNA. Enquanto o RNA é sintetizado, o DNA permanece com as fitas abertas. Após a transcrição do RNA, as fitas de DNA se fecham novamente.

Além disso, o processo de transcrição é realizado por enzimas denominadas RNA polimerases. Para que a transcrição seja completa, o processo se divide em três estágios diferentes: a iniciação, o alongamento e o término. Na iniciação, por exemplo, as enzimas polimerases se ligam à fita de molde do DNA e começam o processo.

Tipos de RNA

O RNA é um ácido nucleico encontrado em diferentes localidades, dependendo do tipo. Ou seja, existe o RNA mensageiro (mRNA ou RNAm), o RNA transportador (tRNA ou RNAt) e o RNA ribossômico (rRNA ou RNAr). Sendo assim, podem ser encontrados no núcleo de uma célula, no citoplasma, bem como no ribossomo.

Cada tipo de RNA é importante na síntese de proteínas e desempenham funções específicas. O RNA mensageiro, por exemplo, é responsável por carregar as informações genéticas contidas no interior do citoplasma. Já o RNA transportador, como o próprio nome sugere, transporta os aminoácidos utilizados para a formação das proteínas.

DNA e RNA - Definição, características, principais diferenças e funções
Tipos de RNA

Por último, o RNA ribossômico é o principal formador dos ribossomos, sendo o principal responsável pela síntese proteica. Os ribossomos são formados, então, a partir do acúmulo dos demais rRNA. A partir desse acúmulo, vários nucléolos são compostos e, em seguida, formam uma combinação com as proteínas para que os ribossomos possam ser constituídos.

Você sabia?

A Aids é um retrovírus, ou seja, possui o RNA como material genético. A Aids é uma doença que afeta o sistema imunológico dos seres humanos, sendo causada pelo vírus HIV.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que são Cloroplastos e qual a função do Cortisol no organismo.

Fontes: Diferença, Socientífica e Toda Matéria

Imagens: Grupo Escolar, Escola Educação, Info Escola, PHK, Proenem e Slideplayer

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.