Biologia

Célula animal – principais características, funções e estruturas

As células animais possuem núcleo definido, membrana plasmática e citoplasma com organelas. Em algumas estruturas, se assemelha à vegetal.

Atualizado em 30/01/2020

Primeiramente, a citologia é o estudo das células. A partir disso, sabemos que a célula animal é eucariótica, ou seja, possui núcleo definido por membrana. Além disso, o conjunto delas, por sua vez, forma os tecidos e órgãos dos animais.

Acima de tudo, sobre sua estrutura, sobretudo, podemos dizer que é organizada e dividida em três partes básicas: a membrana plasmática, o citoplasma e o núcleo. Consequentemente, as células do reino animal, portanto, cada uma dessas parte tem funções específicas.

Estrutura das células animais

Célula animal - principais características, funções e estruturas
Fonte: Nuepe

Primeiramente, a membrana celular é, basicamente, a estrutura que delimita a célula. Basicamente ela serve para proteger as organelas internas. Além disso, também controla a entrada e saída de substâncias. Acima de tudo existem proteínas responsáveis pela sua sustentação, identificação de outras células e conexões entre elas. Dessa forma, as células se unem formando os tecidos.

Além disso, envolto pela membrana plasmática está o citoplasma. Formado por material gelatinoso (citosol) e fibras de proteína, nele estão presentes várias organelas da célula.

Por fim, o núcleo, é o local que contém material genético (DNA) na forma de cromossomo. Além disso, nele estão armazenadas todas as informações de função e estrutura da célula. Portanto, é um centro de comando das atividades celulares.

Organelas da célula animal

Célula animal - principais características, funções e estruturas
Fonte: Elo 7

As organelas são estruturas celulares menores que ficam no citoplasma. Cada uma tem sua função específica para o bom funcionamento da célula e todas agem em conjunto. São como as engrenagens de uma máquina. Veja quais são as organelas da célula animal:

  • Centríolos: formam o citoesqueleto, cílios e flagelos e auxilia na divisão celular (mitose e meiose).
  • Complexo de Golgi: exporta proteínas sintetizadas no RER, forma acrossomos e lisossomos, sintetiza polissacarídeos. Além disso, é responsável pela secreção celular.
  • Lisossomos: realizam a digestão intracelular, bem como recicla o material orgânico da célula (autofagia).
  • Mitocôndrias: organela responsável pela respiração celular e a produção de energia.
  • Nucléolo: estrutura presente no núcleo das células que coordena a reprodução celular por meio da síntese de proteínas.
  • Peroxissomos: organela arredondada que decompõe substâncias tóxicas e responsável pelo armazenamento de enzimas.
  • Retículo Endoplasmático Liso: sintetiza lipídios, carboidratos e alguns hormônios. Bem como transporta algumas substâncias e degrada outras tóxicas.
  • Retículo Endoplasmático Rugoso (RER): por apresentar ribossomos aderidos, é responsável pela síntese e armazenamento de proteínas.
  • Ribossomos: se associa ao RNA mensageiro para produzir e sintetizar proteínas.
  • Vacúolos: nos animais, eles estão ligados aos lisossomos e relacionados com a digestão intracelular.
Célula animal - principais características, funções e estruturas
Fonte: Quero Adesivo.

Algumas dessas estruturas também estão presentes nas células vegetais. Embora sejam parecidas, existem algumas diferenças básicas entre esses dois tipos de célula. Por exemplo, a célula vegetal possui cloroplastos, que são responsáveis pela fotossíntese e a cor verde das plantas. Além disso, elas funcionam de maneiras diferentes de acordo com a

Se você se gostou do assunto, aproveita para ler outros conteúdos do seu interesse como Genes – dominantes e recessivos, hereditariedade, cromossomos X e Y.

Fontes: Toda Matéria, Stoodi e Biologia Net.

Imagem de destaque: Nacientífico.