Física & Química

Química orgânica – O que é, histórico, conceitos básicos e nomenclaturas

A química orgânica é responsável por analisar as propriedades característica dos compostos do elemento carbono, como a estrutura, as reações e a síntese.

Atualizado em 02/10/2019

Química orgânica é a área das ciências exatas que analisa as propriedades característica dos compostos do elemento carbono. Dessa forma, é estudado a estrutura, as propriedades, composição, reações e síntese dos compostos orgânicos.

Logo, os compostos possuem átomos como o hidrogênio, oxigênio, nitrogênio, fósforo, enxofre e halogênios, além do carbono. Assim, os compostos orgânicos possuem pouca estabilidade quando se conectam com agentes externos como temperatura e pressão. Dessa forma, os compostos orgânicos são moleculares e exibem baixos pontos de fusão e ebulição.

Portanto, a química orgânica estuda especificamente as funções orgânicas de elementos como os hidrocarbonetos, alcanos e etc; os compostos orgânicos oxigenados como os álcoois, fenóis e etc. Além disso, os compostos orgânicos nitrogenados, os sulfurados, os organoclorados e o fenômeno da isomeria também são estudados.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: Todo Estudo

Um pouco da história

O químico sueco Torern Olof Bergman foi o primeiro a usar a denominação Química Orgânica, em 1777. Porém, o fogo foi a primeira representação de um composto orgânico na história utilizada pelo ser humano. Logo, tudo o que sofre combustão é considerado um composto orgânico.

Assim, desde a Antiguidade as substâncias orgânicas eram utilizadas a partir de reações químicas. Logo, o álcool etílico e o vinagre, por exemplo, eram extraídos da fermentação do suco de uva e da oxidação do vinho.

Dessa forma, para Bergman os compostos orgânicos são compostos por organismos vivos e os compostos inorgânicos apresentam substâncias minerais.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: Docsity

No início do século XIX Jöns Jacob Berzelius desenvolveu a Teoria da Força Vital. Dessa maneira, a teoria afirmava que os compostos orgânicos só poderiam ser formados por organismos vivos como os animais e vegetais.

Porém, após longos estudos a teoria não se sustentou. Assim, em 1828 Friedrich Wöhler aqueceu cianato de amônio, composto inorgânico, e obteve a ureia, encontrada na urina e sangue. Dessa forma, a teoria da força vital foi desconsiderada e a hipótese formulada for Bergman sobre o que era química orgânica foi considerada imprópria.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: Moz Exames

Dessa forma, novas definições foram elaboradas. Para o químico alemão Friedrich August Kekulé a química orgânica seria o estudo dos compostos do carbono. Logo, ficou entendido que os compostos orgânicos possuem carbono, mas nem todo carbono é orgânico. Observe os exemplos de compostos que são orgânicos:

  • dióxido de carbono (CO2);
  • o ácido carbônico (H2CO3);
  • grafite.

Dessa forma, a química orgânica se propõe a estudar a estrutura, propriedades, composição, reação e síntese dos compostos orgânicos. Assim, os compostos orgânicos são formados for átomos como o carbono, hidrogênio, nitrogênio, fósforo, enxofre e halogênios.

Química orgânica e as áreas de estudo

A Química Orgânica estuda especificamente algumas áreas como a estrutura do carbono, as funções orgânicas, as propriedades dos compostos orgânicos, o fenômeno de isomeria, a bioquímica e o petróleo.

Estudo do carbono

Para o estudo do carbono são utilizadas as ligações químicas. Logo, é possível identificar quais tipos de ligações são possíveis, além do elemento e a hibridização em cada estudo. Dessa forma, é importante analisar a classificação das cadeias de carbono e os princípios de nomenclatura de cada cadeia. Assim, a regra de nomenclatura se baseia em PREFIXO + INTERMÉDIO + SUFIXO. Observe:

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: Toda Matéria

Estudo das funções orgânicas

Basicamente o estudo das funções orgânicas consiste em apontar as funções, os agrupamentos funcionais e a nomenclatura oficial.

Propriedades dos compostos orgânicos

Dentro dessa área são estudados aspectos como a temperatura de fusão, temperatura de ebulição, solubilidade, acidez e basicidade dos compostos orgânicos. Logo, são analisadas as propriedades inerentes a cada classe de funções e como funciona a interação entre elas.

Assim, é importante lembrar da ordem das forças intermoleculares presente nos compostos: Ligação Hidrogênio > Dipolo-dipolo > Van der Waals.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Funções Orgânicas. Fonte: Doc Player

Isomeria

Isomeria é o fenômeno em que diferentes substância químicas possuem a mesma fórmula molecular, mas as formas estruturais e os comportamentos físicos e químicos são diferentes.

Dessa forma,  a isomeria pode se dividir em diversos tipos como: isomeria plana de cadeia, plana de posição, plana de tautomeria, plana de função e a isomeria plana de compensação.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: Estudo Prático

Reações orgânicas

Reações orgânicas ocorrem em processos orgânicos e industriais. Logo, seu estudo é indispensável para compreensão da bioquímica, processos metabólicos e interações presentes nos seres vivos.

Dessa forma, as reações orgânicas são estudadas principalmente em laboratórios e universidades. Assim, os estudos se dividem em reações de substituição, reações de adição e reações de eliminação.

Bioquímica

A bioquímica está dentro de um dos estudos da química orgânica. Logo, essa área de estudo é responsável por compreender as moléculas que constituem os seres vivos. Dessa forma, os carboidratos, as proteínas e os lipídios são as principais biomoléculas estudadas.

Química Orgânica - Áreas de conhecimento e funções orgânicas
Fonte: ABEC Brasil

Petróleo

O Petróleo é composto principalmente por hidrocarbonetos. Dessa forma, o processo de refino e craqueamento são as principais partes estudadas pela química orgânica dentro dessa área. Além de servir como combustível, o petróleo gera materiais que são utilizados na produção de plásticos e asfalto.

Nomenclatura IUPAC

As substâncias dentro da química orgânica são organizadas a partir de suas propriedades químicas, resultantes de caraterísticas estruturais comuns. Logo, a função orgânica é caracterizada por um grupo funcional. Os grupos funcionais são divididos em:

  • hidrocarbonetos;
  • funções oxigenadas;
  • funções nitrogenadas;
  • funções halogenadas.

Dessa forma as funções orgânicas possuem normas de nomenclatura, desenvolvidas pela International Union of Pure and Applied Chimistry, IUPAC. Logo, as substâncias que não são nomeadas pela IUPAC são conhecidas pelo nome comum, denominadas nomenclatura usual.

Gostou de ler sobre química orgânica? Então, como esse outro texto sobre Energia Cinética – O que é e qual sua finalidade no dia a dia

Fontes: Quero Bolsa, Info Escola

Fonte imagens: Colégio Web, Todo Estudo, Docsity, Moz ExamesToda Matéria, Doc Player, Estudo Prático, ABEC Brasil

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.