História

Acádios, quem foram? História, principais características e Império Acádio

Os acádios foram a segunda civilização a habitar a região da Mesopotâmia. Junto aos sumérios, formaram o I Império Mesopotâmico.

Atualizado em 05/09/2020

Os acádios, assim como os assírios, os caldeus, hititas e amonitas, foram povos da antiguidade que viveram na Mesopotâmia. Antes mesmo de chegar à região do Crescente Fértil, os acádios habitavam um deserto da Síria.

Ao chegarem à região da Mesopotâmia – onde permaneceram até o fim do Império Acádio e a formação de um segundo império – o território estava dominado pelos povos sumérios. Inclusive, os sumérios travaram conflitos sanguentos contra outros povos da região, para continuar com o processo de conquista territorial.

Sendo assim, os acadianos viram os sumérios se enfraquecendo com as constantes lutas e encontraram o caminho perfeito para se estabelecer na região. Entretanto, o que acabou acontecendo foi a união entre os acádios e os sumérios, que juntos formaram o I Império Mesopotâmico.

Contexto histórico

Antes mesmo de chegar à formação do Império Mesopotâmico, é preciso entender o que ocorreu antes da formação do primeiro império na região. A Mesopotâmia, na Antiguidade, era uma localidade no vale dos rios Tigre e Eufrates.

mapa do Império Acádio
Historiando

Assim, os primeiros povos a habitarem a região foram os sumérios, que começaram o processo de conquista da terra. Logo, em 2550 a.C., os acádios chegaram na região, vindos de um deserto localizado na Síria.

Naquela época, as civilizações em geral estavam passando pela transição entre o nomadismo e a fixação em terras férteis. Próximo à Mesopotâmia existia o Crescente Fértil, local perfeito para o plantio e cultivo de alimentos.

I Império Mesopotâmico

Os acádios, que eram chamados dessa forma por conta da cidade mais importante do Império, Acad, chegaram à região da Mesopotâmia com o intuito de se fixar e começar a produzir alimentos para sobrevivência do Império.

Medium

Inclusive, a capital do Império Acádio ficou conhecida como Acádia, daí a origem do povo acádio. A capital estava localizada onde hoje se encontra o Iraque. Assim, sob domínio do Rei Sargão I (2334-2279 a.C.), os acádios chegaram à Mesopotâmia quando os sumérios dominavam as terras.

O rei dos acádios, após traçar estratégias de conquista de território, conseguiu que as tropas acadianas dominassem os sumérios, entre 2550 a.C. e 2300 a.C. A princípio, os acádios eram seminômades e um povo semita e, após a conquista das terras, se fixaram na região do Crescente Fértil.

A criação do I Império Mesopotâmico ocorreu quando o Rei Sargão decidiu unificar as cidades-estados sumérias que haviam na Mesopotâmia. Logo, com a unificação, o primeiro império da região foi formado.

Acádios, quem foram? História, principais características e Império Acádio
Aventuras na História

Apesar dos acádios e sumérios possuírem características semelhantes, a unificação das cidades-estados não foi do agrado de todos os povos. Isso porque, vários conflitos começaram a surgir, inclusive a invasão de outros povos vindos de fora do Império.

Por conta das excessivas invasões e do desgaste das tropas acadianas, a permanência do Império Acádio na Mesopotâmia durou apenas dois séculos. Por volta de 2100 a.C., já não existia mais vestígios do Império na região, que acabou dominado pelos povos Guti.

Principais características dos Acádios

De forma geral, os acádios eram um povo de origem semita, seminômades e que habitava uma região próxima à Síria. Com o intuito de se estabelecerem em uma localizada mais fértil, os acádios começaram a circular por territórios próximos à Mesopotâmia.

Ao chegarem ao local planejado, nas proximidades do Crescente Fértil, os acádios se depararam com a dominação das terras pelos povos sumérios.

Imperador Sargão I da Acádia
Imperador Sargão I da Acádia.

Com isso, liderados pelo Rei Sargão I, os acádios dominaram os sumérios, entre 2550 a.C. e 2300 a.C., e conquistaram a região, criando estados que ficaram conhecidos como Babilônia.

Em síntese, os sumérios ficaram conhecidos como a primeira das grandes civilizações que existiu na Antiguidade. Entretanto, os acádios foram os povos que criaram o primeiro império da história e, consequentemente, a primeira língua falada.

Inclusive, a escrita cuneiforme – desenvolvida pelos povos sumérios – contribui para que a língua acadiana fosse criada. Como os acádios e sumérios passaram a formar apenas um império, os povos criaram, também, costumes, arte e uma cultura bastante diversificada.

Economia e governo acadiano

Como os acádios se fixaram na região do Crescente Fértil, a principal atividade que sustentava a economia desse povo era a agricultura. A região era, de maneira constante, irrigada pelas cheias dos rios Tigre e Eufrates.

Além da atividade agrícola, outro serviço que movia a economia acadiana era o escambo. Ou seja, essa atividade econômica era baseada na troca de alimentos, como cevada, trigo, tâmaras, lentilhas, etc, com povos vizinhos.

Povos da Antiguidade

Como a Mesopotâmia era uma região extremamente seca, o Crescente Fértil era o que mantinha a atividade agrícola em funcionamento. Inclusive, como forma de controlar o desemprego no Império, diversos agricultores eram contratados para manter os pastos sempre irrigados.

Outra forma de emprego muito comum entre os acádios era a construção de rodovias e rotas de comércio. Todas as ações econômicas eram lideradas pelo rei Sargão I que, inclusive, já havia conquistado grande parte do Oriente Médio.

Em seguida, após a morte do rei Sargão – que governou o Império Acádio por 56 anos – seus filhos assumiram o trono e deram continuidade as ações de Sargão.

Nesse sentido, os filhos do rei ficaram responsáveis por resolver conflitos imperais, além de fazer novas conquistas até chegarem, por exemplo, ao Egito Antigo.

Política do Império Acádio

O Império Acádio era governado pela figura do rei, o Sargão I. Entretanto, o povo tinha, de certa forma, autonomia política em diversos quesitos do império.

Com isso, por conta da autonomia política, os sumérios e acádios foram responsáveis por promover o desenvolvimento artístico e econômico da Mesopotâmia.

Sapiencia

Além disso, as duas primeiras civilizações que habitaram a região da Babilônia ficaram conhecidas como líderes e se tornaram referência para os demais povos que existiram naquela região.

Apesar de um determinado poder político concentrado nas mãos dos acádios, as decisões das cidades-estados ainda eram de responsabilidade do rei.

Por conta disso, era comum que conflitos e revoltas acometessem o povo, mesmo que as cidades estivessem sob o comando dos cidadãos acádios e sumérios.

Cultura e Religião

Em relação à cultura, os acádios ficaram conhecidos pelas construções de cidades e rotas de comércio, além dos templos e palácios no Império.

Em síntese, como os acádios eram politeístas, ou seja, adoravam vários deuses, a arte desse povo era baseada nos deuses e em animais.

Além disso, por influência dos povos sumérios que criaram a escrita cuneiforme, os acádios utilizam a escrita para transcrever obras literárias criadas pelos sumérios.

Acádios, quem foram? História, principais características e Império Acádio
Mitologias

Nesse sentido, assim como os demais povos que habitaram a Mesopotâmia, os acádios eram politeístas e acreditam em deuses que remetiam à: sabedoria, monstros gigantes, feminilidade, sexo e amor; proteção de cidades (como Babilônia), escrita, Sol, tempestades e guerra.

Por fim, um fato curioso sobre os deuses é que, mesmo após a morte do rei Sargão, os acádios continuaram os cultos em homenagem ao rei, como se Sargão tivesse sido um representante vindo direto do reino dos deuses sagrados.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também quem foram os Gladiadores e o que é Budismo.

Fontes: Toda Matéria, Info Escola e Educa mais Brasil 

Imagens: Historiando, Medium, Aventuras na História, Medium, Wix, Sapiencia e Mitologias

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.