História

Muro de Berlim – História, construção, características e como terminou

Muro de Berlim foi uma construção símbolo da Guerra Fria, responsável por dividir a Alemanha em duas partes, a Ocidental e Oriental.

Atualizado em 17/05/2020

O Muro de Berlim foi uma construção que dividiu a Alemanha em duas partes, a Ocidental e a Oriental. Porém, para que possamos entender o que levou à essa divisão é necessário retomar alguns acontecimentos do pós Segunda Guerra Mundial. Pois bem, vamos lá!

A segunda Guerra Mundial teve como vencedores os países que faziam parte dos Aliados, ou seja, grupo dos países capitalistas. Assim, França, Inglaterra e Estados Unidos dominaram a Alemanha (que era integrante do Eixo) liderada por Hitler. A Alemanha era apoiada por Stalin, líder comunista da Itália. Além disso, Stalin era detentor de uma parte do território alemão.

Com a invasão dos países capitalistas no território alemão, foi criado a zona “tripartida”. A decisão não foi aceita pelo líder italiano, Stalin, que determinou o bloqueio da entrada de produtos vindos dos capitalistas aos postos alemães. O bloqueio serviu para impedir uma possível invasão na parte soviética da Alemanha durante a Guerra Fria. O Muro de Berlim, então, foi um marco para determinar os embates geopolíticos entre os EUA e a URSS e a divisão entre o capitalismo e o comunismo.

Muro de Berlim

Após Stalin decretar o “Bloqueio de Berlim”, os países capitalistas foram impedidos de chegar à Alemanha com mercadorias. Dessa forma, começaram a traçar estratégias para que a população alemã fosse abastecida.

Muro de Berlim - História, construção, características e como terminou
Construção do Muro de Berlim, em 13 de agosto de 1961. Fonte: o cão que fuma

Os conflitos entre os comunistas e os capitalistas se agravaram e foi então que em 13 de maio de 1949 os Aliados criaram a República Federal Alemã. Por outro lado, no dia 7 de outubro de 1949 a URSS criou a República Democrática Alemã. A partir disso, a capital Berlim estava dividida em Alemanha Ocidental e Alemanha Oriental.

A construção do Muro de Berlim, iniciada em 13 de Agosto de 1961, marcou os conflitos travados entre EUA e URSS. Além disso, a divisão de Berlim, além de dividir politicamente dois lados da Alemanha, separou os habitantes que viviam em lados opostos. Assim, a divisão durou 28 anos separando, além da política, famílias e amigos.

Características do Muro de Berlim

Com a construção do muro, muitas pessoas tentavam ultrapassar as barreiras impostas pela divisão. Isso porque, o lado capitalista se desenvolvia num ritmo mais acelerado. Assim, a população buscava melhoria de vida com a Alemanha Ocidental.

Muro de Berlim - História, construção, características e como terminou
Fonte: mdig

O Muro de Berlim era extremamente grande. Ao todo, eram 155 km de comprimento atravessando rios e bosques. Além disso, cerca de 193 ruas e avenidas foram cortadas pelo muro, além de linhas de trem. Para que não houvesse ultrapassagem, o muro era vigiado constantemente. Possuía cercas elétricas, além de arames e cães de guarda.

Por conta da busca por mudança de vida, diversas pessoas foram mortas tentando atravessar o muro. Ao todo, 118 pessoas morreram e 112 foram atingidas por balas e acabaram caindo. As pessoas que sobreviveram foram presas acusadas de traição. Entretanto, apesar do forte esquema de segurança, 5075 pessoas alcançaram o lado da Alemanha Ocidental.

A queda do muro

O Muro de Berlim evidenciou a divisão política entre o capitalismo e o comunismo. A queda foi, então, o fim da polarização em que o mundo se encontrava. A Alemanha Oriental começou a entrar em crise devido a falta de recursos para a população. Por conta disso, muitas pessoas tentavam ultrapassar para o lado Ocidental.

Muro de Berlim - História, construção, características e como terminou
Queda do Muro de Berlim, em 12 de novembro de 1989. Fonte: mdig

A crises se intensificaram e a Alemanha Oriental teve que tomar medidas para poder se manter. Dentre elas estava a abertura para ideias capitalistas, forma que encontraram para reerguer a política, a economia e a sociedade.

Assim, a liberação de ações capitalistas no lado Oriental fez com o que diversos manifestantes fossem para os arredores do muro comemorar os dias de glória. Assim, em 09 de novembro de 1989, o muro foi destruído e o mundo pôde acompanhar pela TV a transmissão do fato histórico. Por fim, diversas pessoas puderam reencontrar amigos e familiares separados por anos.

Você sabia?

  • O lugar em que as pessoas mais morriam tentando atravessar o Muro de Berlim ficou conhecido como Zona da Morte;
  • Após a queda do muro diversas homenagens forma feitas para as pessoas que morreram;
  • É possível ver a separação causada pelo Muro de Berlim do espaço até hoje;
  • Parte do Muro de Berlim permaneceu erguida e diversos artistas internacionais a usaram como forma de expressar a arte.

O que achou da matéria? Se gostou, não perde tempo e já corre pra conferir o que foi a Revolta da Chibata e como ocorreu a Revolução Pernambucana.

Fontes: Toda Matéria, Info Escola e Tudo sobre Berlim 

Fonte imagem destaque: National Geographic

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.