História

Capitalismo – o que é, história, origem, divisão e características

O Capitalismo pode ser conceituado como sistema econômico, político e social onde predomina a propriedade privada, somado ao acúmulo de capital.

Atualizado em 29/07/2019

O Capitalismo é um sistema econômico onde há a predominância da propriedade privada e do acúmulo de capital. Nele prevalece a busca incessante pelo lucro através do ajuntamento de bens e de dinheiro.

Foi a decadência do Feudalismo que fez aparecer o Sistema Capitalista, posto que os proprietários de terra cederam lugar aos comerciantes. E assim surgiu a classe burguesa, composta por ricos mercadores que negociavam nos burgos.

O Capitalismo se divide em três fases, a saber, o Comercial, o Industrial e o Financeiro. O primeiro é justamente o que apareceu com a transição entre as idades Média e Moderna. O segundo veio com a Revolução Industrial, já o Financeiro é o que está até hoje em vigência.

Contexto Histórico

Capitalismo – definição, histórico, surgimento, divisão e atualidade

O Capitalismo apareceu no período de transição entre as idades Média e Moderna, no século XV. Naquele tempo o feudalismo entrou em decadência, posto que a população cresceu demais para caber nos feudos. Apareceu em contrapartida uma nova classe social, que negociava seus produtos nos pequenos núcleos populacionais chamados burgo, qual seja, burguesia.

Com a decadência dos senhores feudas, os poderes que eles acumulavam foram transferidos para o rei. Isso propiciou a ascensão da classe burguesa, que já era rica por conta da habilidade em travar negociações comerciais.

A forma de se produzir manufaturas foram melhoradas, inclusive com isso as mercadorias ficaram mais baratas e acessíveis. A população migrou do campo para as cidades, assim surgindo a urbanização.

Considerações sobre o Capitalismo

A expressão “capital” provem do latim “capitale”, que quer dizer “cabeça”, referência às cabeças de bois. Esse era um referencial de acúmulo de riqueza daquela época, ou seja, quanto maior o rebanho, mais rico seu proprietário.

Da palavra capital vem o Capitalismo, que é um sistema econômico, político e social que visa o enriquecimento. Nele há o predomínio da propriedade privada, além do acúmulo incessante do lucro.

Na estrutura funcional do Sistema Capitalista está a divisão social em classes bem distintas entre si. Em um extremo estão aqueles que detêm os bens e os meios de produção. No outro figuram os que entram no processo de produção com a força do trabalho, recebendo por isso um pagamento.

Segundo a Teoria Marxista, os primeiros são os burgueses, enquanto que os segundos são o proletariado. Se for no campo, ainda conforme Marx, de um lado estarão os latifundiários e do outro os camponeses.

Capitalismo – definição, histórico, surgimento, divisão e atualidade

O Sistema Socialista combate ferozmente o Sistema Capitalista, inclusive as duas correntes dividiram o mundo em dois polos. De um lado ficaram os países apoiadores da União Soviética, enquanto que do outro estavam os apoiadores dos Estados Unidos. Era o tempo da Guerra Fria, conflito não belicosos que espalhou pânico mundial.

As Divisões do Capitalismo

Para efeito didático, o Capitalismo se divide em três fases. Há o Comercial, também chamado de Mercantil, para alguns um pré-capitalismo. E também há o Industrial (Industrialismo), assim como o Financeiro (Monopolista).

O Capitalismo Comercial vigeu entre os séculos XV ao XVIII e era chamado também de pré-capitalismo ou capitalismo comercial. Era o tempo de transição entre o Feudalismo e o Capitalismo, com o aparecimento da Burguesia, a classe dos ricos mercadores.

O Capitalismo Industrial, também denominado Industrialismo, apareceu com a Revolução Industrial da Inglaterra no século XVIII. Nele, os produtos que antes eram produzidos artesanalmente, mudaram para larga escala com a invenção da máquina a vapor.

Capitalismo – definição, histórico, surgimento, divisão e atualidade

O Capitalismo Financeiro, também chamado Monopolista, começou no século XX, só que ainda está em vigor. É a época do domínio dos bancos, das bolsas de valores, das casas de câmbio, assim como de grandes monopólios. As empresas passaram a ter um domínio do mercado através de trusts, holdings e cartéis.

Leia também sobre o Contrato Social – o que é, fundamentos, teorias e principais contratualistas.

Fonte: Wikipédia, Significados, Toda Matéria, Brasil Escola, Stoodi, PolitizeInfo Escola.

Fonte das Imagens: Ary Ramos, Espaço Avulso, Youtube, Estudo Prático.