História

Helenismo – Contexto histórico, o que foi e qual seu impacto

O Helenismo foi o momento em que os gregos estavam sob o domínio do Império Macedônico. Esse período visava uma expansão da cultura grega.

Atualizado em 04/02/2020

Primeiramente, durante toda a história mundial, vários países viveram sob o domínio de outros países. Além disso, o Helenismo foi o momento em que os gregos estavam sob o domínio do Império Macedônico.

Acima de tudo05, houve uma influência tão grande da Grécia. Afinal, até mesmo após a queda do Império, a cultura helenística continuou ainda sim predominando em todos os territórios que antigamente eles dominaram.

Aliás, esse período visava uma expansão da cultura grega, também chamada de cultura helenística.

Contexto Histórico

O período helenístico foi marcado pelo domínio da Macedônia sob a Grécia. Naquela época, os macedônios habitavam uma região situada no norte da Grécia. E por muito tempo, esses  povos eram chamados de bárbaros pelos habitantes da região.

Logo, em 338 a.C os gregos perderam a Batalha de Queroneia, para as forças macedônicas. E em pouco tempo eles dominaram toda a Grécia. Logo depois, em 336 a.C, o imperador Filipe II foi assassinado, deixando o trono para seu filho Alexandre Magno. Ele foi responsável por grandes conquistas de regiões, e o que o tornou responsável pelo maior império até então conhecido.

Portanto, Alexandre- também conhecido como Alexandre, o Grande, foi o principal responsável pela cultura helenística. E o seu império se estendeu pelo Egito, Mesopotâmia, Síria, Índia e Pérsia. O que o ajudou a formar uma nova civilização.

Helenismo: Entenda o que foi e qual foi seu impacto
O Período Helenístico – Fonte: Estudo Prático

A Civilização Helenística

Um dos primeiros passos para o estabelecimento de uma nova civilização foi a língua. Ao adotar o grego como língua comum, oficialmente, se iniciou o processo de interpenetração cultural. E foi nesse momento que algumas instituições permaneceram próximas ao padrão grego. Porém, em alguns prevaleceu elementos orientais. E no meio dessa mistura, se iniciou o período helenístico.

Ademais, um dos pontos chaves para a extensão da cultura helenística foi a construção de templos, ágoras e ginásios. Sendo esses responsáveis pela transmissão de cultura grega. O centro de cultura principal, se localizava no Egito, na cidade de Alexandria. Aliás, foi nesse lugar onde houve a maior biblioteca do mundo antigo: a Biblioteca de Alexandria.

Apesar da morte do imperador, a cultura helenística continuou existindo, pois era caracterizada como o resultado da mistura das culturas. Afinal, foi por conta dele que a cultura grega se expandiu e se alastrou pelo oriente. Além de que, todos os povos conquistados por Alexandre conviveram com a cultura grega.

Por fim, vários historiadores salientam que é importante que se entenda que esse período foi totalmente elitizado. Pois, a expansão da cultura grega e a sua apropriação entre as diversas sociedades se deu, principalmente, entre as elites. Sendo essas frequentadoras de espaços destinados à difusão da cultura grega.

O seu final ocorreu quando depois um longo período de profusão da cultura helenística, uma fusão de diversas sociedades e culturas – gregos, persas, egípcios – os romanos dominaram o projeto expansionista e findaram assim com o antigo Império Macedônico.

Helenismo: Entenda o que foi e qual foi seu impacto
Alexandre, o Grande – Fonte: Aventuras na História

O Impacto do Período Helenístico

Sabe-se que esse período foi bastante fundamental para grandes descobertas. E seu impacto se expandiu até para as artes, literatura e ciência.

O helenismo e a literatura

No quesito preservação a literatura helenística não saiu na melhor. Por isso, hoje em dia só restaram alguns fragmentos de obras daquela época. Porém, sabe-se que houveram dois grandes nomes de destaque:

  1. Calímaco: escreveu hinos, dois poemas épicos e epigramas
  2. Teócrito: foi responsável pela criação do gênero pastoril
Helenismo: Entenda o que foi e qual foi seu impacto
A Biblioteca de Alexandria – Fonte: Mega Curioso

O helenismo e a arte

Naquela época as artes eram disponíveis somente para a classe nobre. Mas haviam detalhes como na arquitetura, que tornavam a arte um símbolo do helenismo. Eles sempre apresentavam traços orientais, que se tornavam bem explícitos com o aparecimento do arco e da abóbada. Aliás, foi nessa época também que a representação das diferenças raciais, da velhice, da ira, da infância surgiram.

Helenismo: Entenda o que foi e qual foi seu impacto
Arte Helenística – Fonte: Art Out

O helenismo e a ciência

Algumas descobertas desse período são úteis até hoje. Foi nesse período que Arquimedes de Siracusa descobriu o cálculo integral. Além disso, a lei da impulsão e inventou também o planetário e a bomba aspirante.

Já na parte astronoma da coisa, Hiparco de Niceia foi responsável por atribuir ao ano solar a duração de 365 dias e Aristarco de Samos, conseguiu mostrar que o Sol era a parte central do sistema planetário.

Helenismo: Entenda o que foi e qual foi seu impacto
Arquemides de Siracusa – Fonte: El País

O que achou da matéria? Aproveita pra conferir outros temas como quem foi Alexandre o Grande, quem foi? História, conquistas militares, curiosidades

Fontes:TodaMateria, InfoEscola, Significados

Fonte da imagem destaque: ArtRef