História

Ataque a Pearl Harbor – O que foi, História, causas e consequências

O ataque a Pearl Harbor foi um bombardeio japonês à base naval norte-americana. Foram mais de dois mil mortos e vários navios destruídos.

Atualizado em 06/02/2020

A Segunda Guerra Mundial teve início em setembro de 1939 quando a Alemanha invadiu a Polônia. Os conflitos só se agravaram depois disso e em 1941 Japão e Estados Unidos contracenaram um dos ataques mais violentos durante a guerra. Visto isso, o ataque a Pearl Harbor marcou a entrada japonesa e estadunidense na segunda guerra.

O ataque a Pearl Harbor foi na base americana localizada no Havaí. Dessa forma, no dia 7 de dezembro de 1941, os japoneses bombardearam a base naval matando diversos soldados. Além dos mais de dois mil mortos e mil feridos, os ataques destruíram centenas de navios da base. Logo, esse foi considerado um dos ataques mais violentos durante a guerra.

Em síntese, os ataques serviram para colocar de vez Japão e EUA na Segunda Guerra. Além disso, foi uma tentativa de acabar com os soldados americanos para que o caminho da expansão territorial ficasse livre para os japoneses. Por consequência, Alemanha e Itália declaram guerra contra os norte-americanos. Além disso, o conflito que antes estava apenas na Europa se torna mundial envolvendo praticamente todos os países que participaram da guerra.

Causas do ataque a Pearl Harbor

Em 1941 o Império Japonês passava por um processo de expansão territorial, econômico e militar. Assim, era um momento de ascensão que ocasionou no desejo de conquistar os mesmos privilégios dos países europeus. Na corrida por conquistar território, os japoneses iniciaram diversas disputas contra países que estavam mais próximos, como a China.

Entretanto, os EUA, Reino Unido, Austrália e Países Baixos também tinham interesse sobre as terras chinesas e os territórios do sudeste da Ásia. Logo, com os mesmos interesses políticos, os EUA não aceitaram as invasões na China feita pelo Japão. Para tentar amenizar os conflitos, a Liga das Nações tentou elaborar medidas para que o conflito se resolvesse. O Japão, que fazia parte da liga, se revoltou ocasionando na sua saída.

Ataque a Pearl Harbor, o que foi? História, causas e consequências
Sobreviventes do ataque de Pearl Harbor em botes. Fonte: Veja

Não bastasse os conflitos já iniciados, em 1939, os EUA romperam os acordos de livre comércio com os japoneses. A principal consequência desse ato foi a união dos japoneses à Alemanha que vinha se fortalecendo cada vez mais. Em seguida, após a assinatura do Pacto Tripartile, Alemanha, Itália e Japão formam o Eixo, grupo que guerreou contra o grupo dos Aliados durante a Segunda Guerra.

Além disso, outro ponto que agravou mais a situação entre EUA e Japão foi o fechamento pelos estadunidenses do Canal do Panamá. Isso porque, o canal era de extrema importância para que a economia japonesa continuasse fluindo. Assim, em 1941, os japoneses continuavam com o processo de expansão territorial e começaram a invadir o norte da Indochina. Por consequência, os EUA revidaram congelando os bens dos japoneses que estavam em suas terras prendendo os barris de petróleo do Japão.

Consequências

Em síntese, apesar do ataque a Pearl Harbor ter sido violento e sangrento, a ideia dos japoneses de acabar com a frota estadunidense não ocorreu como o esperado. Entretanto, foram mais de duas mil mortes, além dos feridos, e diversos navios ficaram destruídos. Porém, os EUA possuíam poderio bélico bastante potente e logo os estragos feitos pelo ataque foram recuperados.

Em seguida, após o ataque os japoneses foram vistos no país como heróis por terem bombardado a base americana. Porém, como forma de revidar os bombardeios os EUA declaram guerra ao Japão. Logo, o que de início era uma corrida por conquistar território se tornou em um dos conflitos mais sangrentos da guerra. Dessa forma, os EUA conseguiram tomar a frente vencendo outros conflitos travados. Dentre eles estavam a batalha de Midway e Guadalcanal em 1942.

Ataque a Pearl Harbor, o que foi? História, causas e consequências
Destroços de um Zero japonês. Fonte: Dinheiro Vivo

Por fim, os conflitos entre os dois países só terminaram quando o Japão se rendeu em 1945. Visto isso, a rendição veio após os EUA terem lançado sobre o território japonês bombas atômicas. As bombas foram responsáveis pela destruição das cidades de Hiroshima e Nagasaki.

O que achou da matéria? Se gostou, corre pra conferir outros temas aqui no site como, por exemplo, o que foi a Guerra da Coreia e o que é Socialismo Cristão.

Fontes: Info Escola, História do Mundo e Mundo Educação

Fonte imagem destaque:  Studios new age

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.