História

Guerra da Coreia – O que foi, quando ocorreu e como afetou os países

Em meio a tensão da Guerra Fria, a Guerra da Coreia foi um grande marco da polarização do mundo entre capitalismo e socialismo

Atualizado em 05/02/2020

A Guerra da Coreia aconteceu entre 1950 e 1953 e foi um conflito militar entre Coreia do Norte e Coreia do Sul. A guerra começou com a invasão da Coreia do Sul por tropas norte-coreanas. Enquanto o mundo passava pela Guerra Fria, esse foi um dos primeiros eventos que marcou essa polarização.

Por consequência da guerra, mais de 2,5 milhões de pessoas foram mortas. Além dos militares das duas Coreias, o conflito também contou com outras tropas. Também haviam soldados chineses, norte-americanos e soviéticos.

Mas antes de entender como a guerra aconteceu, precisamos rever o contexto histórico dos dois países na época. Leia também sobre como a Guerra Fria dividiu o mundo.

Antecedentes da Guerra

Guerra da Coreia - o que foi, quando aconteceu e como influenciou esses países
The New York Times

Desde o início do século, em 1910, a Península da Corei já era vítima de interferências estrangeiras. O Acordo de Anexação Coreia-Japão iniciou a ocupação da região por cidadãos japoneses. Isso levou à formação de colônias na região, o que só foi possível por conta da tomada de terras produtivas dos coreanos.

Eventualmente, a ocupação passou a se tornar cada vez mais violenta. Na década de 30, todo tipo de violência era comum por parte dos japoneses. Até mesmo casos de violência sexual contra mulheres eram frequentes. Apesar disso, parte da sociedade coreana ainda apoiava a ocupação pelo Japão.

Com o fim da Segunda Guerra Mundial e a derrotada dos japoneses, em 1945, a Península da Coreia foi dividida. A parte norte ficou com os soviéticos, que lutavam contra os japoneses na Manchúria. Já a parte sul, ficou sob influência dos Estados Unidos.

Ainda que a decisão tenha sida feito num acordo entre os dois países, os coreanos não tiveram nenhuma participação na decisão.

Guerra da Coreia

Guerra da Coreia - o que foi, quando aconteceu e como influenciou esses países
History Net

Com a divisão da Península em duas partes, cada região desenvolve uma forma própria de governo. No norte, Kim Il-sung estabeleceu o governo comunista, enquanto Syngman Rhee fazia um governo capitalista, ao sul.

Em 1948 e 1949, soviéticos e americanos abandonaram as Coreias. Ao mesmo tempo, os governos locais ainda nutriam a esperança de reunificar os países, cada um sob seu regime. Na Coreia do Sul, movimentos ligados ao comunismo passaram a ser perseguidos. Por outro lado, na Coreia do Norte, o suporte econômico e militar crescia, graças ao apoio dos soviéticos.

A princípio, Stalin (o líder soviético) não gostava da ideia de uma invasão da Coreia do Sul. Isso porque o ataque poderia gerar um conflito exposto com os Estados Unidos. Porém, a Revolução Chinesa alterou o cenário e fez com que ele mudasse de ideia. Isso porque a China despontava como ameaça de potência na Ásia, com potencial de desbancar a URSS.

Em 25 de junho de 1950 a guerra começou, enfim, com a invasão da Coreia do Sul por tropas norte-coreanas. Dois dias depois, a ONU condenou a invasão e aprovou uma intervenção estrangeira no local, a fim de defender a Coreia do Sul.

Fases da Guerra da Coreia

Guerra da Coreia - o que foi, quando aconteceu e como influenciou esses países
The New York Times

Após a invasão da Coreia do Sul, a Guerra da coreia é dividida em três fases. A primeira delas foi de junho até setembro de 1950. A princípio, as tropas da Coreia do Norte aproveitaram a superioridade militar e quase dominaram a península inteira. Enquanto isso, as tropas sul-coreanas estavam isoladas no Perímetro de Pusan.

Já a segunda fase, foi marcada pelo domínio das forças sul-coreanos. Isso se deu em consequência da chegada do exército dos EUA na região. Essa fase durou um mês, até outubro de 1950. Além da defesa do Perímetro de Pusan, as tropas dos EUA também foram essenciais para reconquistar parte do território da Coreia do Sul.

Com o avanço dessas tropas, a China acabou aparecendo com um resposta. Isso porque os chineses temiam que as tropas norte-americanas pudessem invadir seu território. A entrada da China, então, marcou o início da terceira e última fase do conflito. Essa fase durou até 1953 e foi marcada pelo equilíbrio entre os dois lados. Conheça também a história da Guerra do Vietnã.

Fim da Guerra da Coreia

Guerra da Coreia - o que foi, quando aconteceu e como influenciou esses países
PBS

Por consequência da longa duração da última fase da guerra, houve muito desgaste das tropas. Além disso, as poucas movimentações que aconteciam nos campos de batalha colaboraram para um acordo. Em 27 de julho de 1953, foi assinada uma trégua em Panmunjom.

A princípio, essa trégua foi negociada somente como um acordo temporário. Apesar disso, ela acabou servindo para colocar um fim oficial à Guerra da Coreia.

Como efeito do conflito, poucas mudanças de fronteira foram estabelecidas. Para completar, foi criada uma zona desmilitarizada na fronteira entre os países.

No entanto, até hoje a relação entre os dois países é de tensão. Por outro lado, analistas internacionais acreditam que as duas Coreias estão cada vez mais próximas de uma reaproximação. Entenda mais sobre a história das duas Coreias até os dias de hoje.

Fontes: Brasil Escola, História do Mundo, Só História

Imagem de destaque: The New York Times