Geografia

Planaltos – o que são, quais os tipos e características desse relevo

Encontrados em todo o planeta, os planaltos são relevos de altitudes elevadas, relativamente planos e formados por erosão.

Atualizado em 31/01/2020

Primeiramente, os planaltos são formas de relevo relativamente planas com cumes pouco salientes. Acima de tudo, são praticamente nivelados apresentando algumas irregularidades. Além disso, são encontrados em regiões de altitudes elevadas, 300m acima do nível do mar. Nos planaltos, também, se encontram serras (elevações de topo plano), escarpas e chapadas, também conhecidas como platôs.

Apesar disso, podem ter diferentes relevos em suas configurações. Além disso, existem planaltos de plataforma que são cercados por formações de montanhas. Bem como, os pedimontes que de um lado se encontram montanhas e do outro planícies ou mar. Ainda existem os continentais que não está próximo a nenhum desses tipos de relevo.

Geralmente, esse tipo de relevo é limitado por uma superfície rebaixada. Dessa forma, suas encostas liberam sedimentos, contribuindo para a formação das planícies e depressões. Sendo assim, entende-se que os planaltos surgem a partir de erosões provocadas pela água ou vento. Bem como movimento de placas tectônicas ou vulcanismo. Além disso, esse processo desgasta o solo, podendo elevar ou rebaixar algumas áreas.

Planaltos - o que é, quais os tipos e características desse relevo
Fonte: Todo Estudo.

Classificação dos planaltos

Primeiramente, é possível dividir os planaltos em duas categorias: conforme suas formações rochosas e de acordo com sua estrutura geológica. Ambas classificações possuem subcategorias.

Formações rochosas

  • Planaltos sedimentares: como o próprio nome já diz, são formados por rochas sedimentares. Ou seja, o resultado da elevação  de bacias sedimentares provocada por agentes internos, como tectonismo.
  • Planaltos cristalinos: sua origem é de rochas magmáticas e metamórficas. Assim, eles surgem através do desgaste de montanhas causado por agentes externos, como o vento.
  • Planaltos basálticos: são originados por rochas vulcânicas. O magma se solidifica na superfície.
Planaltos - o que é, quais os tipos e características desse relevo
Fonte: Docsity.

Estrutura geológica

  • Bacias sedimentares: originam numa área de acúmulo de sedimentos. Esses planaltos são caracterizados pela presença de serras e morros ao seu redor.
  • Escudos cristalinos: áreas mais antigas e resistentes marcadas pelo extrativismo mineral. Esse tipo apresenta forma de abóbodas.

Destaques

Encontrados por todo o planeta, eles podem ir de 300m até mais de 2 mil metros de altitude. Existem alguns bastante famosos. O maior deles está localizado no Tibete, possuindo 2.5 milhões de km² e 4.500m de altura. Ele chega até o sopé do monte Everest. Outro que chama muita atenção está localizado nos Estados Unidos, o Planalto do Colorado. Nele se encontra o Grad Canyon.

Planaltos - o que é, quais os tipos e características desse relevo
Fonte: abc15.

A América do Sul não fica para trás, com o notável platô Altiplano que contêm os magníficos vulcões do Equador. Além disso, no Brasil existem vários: Escudo das Guianas, Planalto Brasileiro e a Chapada Diamantina. O relevo brasileiro é 75% composto por planaltos. Contudo, não existe um planalto continental.

Você tinha noção da dimensão desse tipo de relevo no nosso país? Muito interessante, não é?! Então, se você gostou, vem ler outros conteúdos de geografia como Escudos cristalinos: as rochas mais antigas e resistentes do planeta.

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação e Alta Montanha.

Imagem de destaque: Blog Vida ao Ar Livre.