História

Nazismo – História e características do partido comandado por Adolf Hitler

O Nazismo matou seis milhões de judeus, perseguiu grupos minoritários e foi responsável pela 2ª Guerra Mundial, liderada por Adolf Hitler.

Atualizado em 02/11/2019

Além das destruições e consequências irreparáveis causadas pela Primeira e Segunda Guerra Mundial, o mundo ficou horrorizado com o Partido Nacional Socialista dos Trabalhadores Alemães, o nazismo. Assim, comandando pelo líder Adolf Hitler, o nazismo foi responsável por quase exterminar os judeus durante a guerra.

Desta forma, as ações provocadas pelo partido começaram ainda na Primeira Guerra Mundial, (1914-1918). Assim, Hitler foi nomeado chanceler da Alemanha, em 1933, e o Partido Nazista foi criado. Além disso, o nazismo foi definido como um movimento de extrema direita.

Além dos judeus que foram perseguidos outros grupos de minorias também sofreram nas mãos dos nazistas. Assim, ciganos, homossexuais, negros foram perseguidos. Além disso, pessoas contrárias ao partido eram perseguidas e presas em campos de concentração construídos durante a guerra.

Visto isso, o nazismo foi responsável por perseguir e matar mais de seis milhões de judeus. Logo, a ação ficou conhecida como Holocausto. Além disso, países da Europa se viam totalmente destruídos pelos bombardeios causados pelos conflitos de dominação territorial.

O nazismo na história

O nazismo era baseado em ideais de extrema direita. Assim, tinha como princípio o antissemitismo, além de ideias nacionalistas e extremistas. Dessa forma, foi durante o século XIX, período em que a Alemanha passava por uma revolução de ideais políticos, que os conceitos extremistas foram bastante difundidos.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Líder do Partido Nazista, Adolf Hitler. Fonte: YouTube

Em síntese, a Alemanha havia perdido a Primeira Guerra Mundial. Por consequência, assinou o Tratado de Versalhes, que colocou fim aos conflitos à guerra iniciada em 1914. Assim, passando por um período de crise e humilhação no pós-guerra, a Alemanha se via cercada por discursos cada vez mais conservadores e extremistas.

Além disso, o nazismo era à favor do antibolchevismo, antiliberalismo, antissemitismo, militarismo, exaltação da guerra etc. Dessa forma, o nazismo foi fortalecido quando Adolf Hitler se tornou primeiro ministro da Alemanha. Por consequência, o país passou a ser governado por leis severas e uma ditadura militar que prometia a recuperação da economia.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Adolf Hitler e suas tropas. Fonte: Lux 24

De fato, todos os opositores ao governo de Hitler eram perseguidos e mandados para prisões – que mais tarde seriam transformadas em campos de concentração. Contudo, o expansionismo alemão crescia em nível alarmante e o início da Segunda Guerra Mundial já era inevitável.

Dessa maneira, quando a Alemanha invadiu a Polônia em 1º de setembro de 1939, a guerra teve início. Assim, foi o início de um dos acontecimentos que mais chocaram o mundo, o Holocausto. Milhares de judeus perderam seus trabalhos, casas, família e foram mandados para campos de concentração.

Como teve início?

As ideias extremistas eram vistas como uma forma de salvar a Alemanha da crise econômica e política. Dessa forma, foi durante a virada do século XIX para o XX, em 1920, que os alemães viam o nacionalismo exacerbado, o anseio por guerras e o antissemitismo como forma de salvar a nação.

Por incrível que pareça, toda a teoria desenvolvida pelos nazistas foi relacionada à uma ideia errônea sobre a teoria da evolução das espécies. Assim, desenvolvida por Charles Darwin, a teoria diz respeito a ideia de que as espécies mudam gradualmente pela seleção natural.

A partir disso, Hitler acreditava que as pessoas nascidas na Alemanha eram superiores à outros povos. Assim, foi desenvolvido o conceito de arianismo, denominado os alemães como “nórdicos” ou “arianos”.

Além disso, a ideia do antissemitismo se tornou outra característica defendida pelos nazistas. Porém, a aversão aos judeus percorreu linhas além da Alemanha, sendo difundido por toda a Europa. Dessa forma, eram ideais defendidos por Hitler e outras personalidades como Hermann Ahlwardt, Adolf Stöcker, Ernst Henrici, Wilhelm Marr etc.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Adolf Hitler visitando uma escola na Alemanha. Fonte: El País

Vale ressaltar que o ponto culminante para que o ódio e as ideias de dominação foram fortemente apoiadas após o Tratado de Versalhes. Dessa forma, a Alemanha se via completamente humilhada, além das diversas crises na economia e na política. Assim, partidos de extrema direita viam o cenário perfeito para que as ideias fossem expandidas.

Nesse caso, como a população sentia os abalos da derrota na Primeira Guerra Mundial, as crises que se alastravam e a política estava colapso com o comunismo soviético. Sendo assim, o nazismo e os ideais extremamente autoritários viam o espaço perfeito para se difundirem e crescerem dentro de uma Alemanha desacreditada.

Crescimento do nazismo

As tropas de militares organizadas por Hitler, em 1920, tinham um único objetivo: organização e disciplina. Assim, eram soldados muito bem treinados e uniformizados. Dessa forma, o Partido Nazista se organizava em passeatas para demonstrar obediência e reverência ao líder.

Durante o ano de 1923, enquanto o Partido Nazista ainda se organiza para se tornar temido na Europa, militares foram presos na tentativa de golpe na Baviera. Por consequência, Adolf Hitler também foi preso e durante os dias de reclusão escreveu um livro nominado de Minha luta (Mein Kampf). 

Assim, a ideologia nazista foi estruturada e contia claramente os ideais a serem seguidos: antissemitismo, antiliberalismo, antibolchevismo, rascimo, exaltação da guerra, nacionalismo extremado dentro outros pontos.

Todavia, a esperança de que o Partido Nazista salvaria uma sociedade desacredita e envolta em crises econômicas e políticas fez com as ideias se espalhassem mais facilmente. Nesse sentido, além dos trabalhadores operários que o partido julgava defender, membros da classe média e alta também apoiaram as ideias nazistas.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Adolf Hitler em passeata. Fonte: Boletim da Liberdade

Dessa forma, todos os acontecimentos sofridos pela Alemanha, o alto nível de desemprego no país fizeram de Hitler um homem com ainda mais poder. Assim, em 1934, Hitler já havia recuperado a economia. Além disso, inciou o processo de militarização no país.

Por fim, a Alemanha ansiava por mais territórios e o desejo de que os ideais defendidos pelo país fossem difundidos por toda a Europa. Nesse sentido, Hitler começou a desobedecer o Tratado de Versalhes. Além disso, mais pessoas começaram a apoiar o partido e a Alemanha dava início a uma nova guerra pelo expansionismo territorial.

Ideologia nazista

O símbolo utilizado pelos nazista era a cruz gamada. Assim, também conhecida como suástica, a cruz passava a ideia do orgulho nacional germânico desde o século XIX.

Em síntese, as principais ideias defendidas pelo Partido Nazista se concentravam nos seguintes pontos:

  • Antissemitismo – Aversão aos judeus caracterizada pelo preconceito religioso e preconceito racial;
  • Antiliberalismo – Repudiava as democracias existentes na Europa. Assim, eram contrários aos direitos básicos do cidadão, como liberdade de expressão, liberdade de manifestação política etc;
  • Antibolchevismo – Também reconhecido como antimarxismo. Dessa forma, considerava que o bolchevismo deveria ser eliminado a todo custo;
  • Racismo – Defendiam que a raça ariana era superior à outros povos;
  • Exaltação da guerra – Pretendiam a expansão territorial por meio da dominação de territórios na Europa;
  • Eugenia (ideal de purificação da raça) – Perseguiam minorias como ciganos, dinamarqueses, poloneses, entre outros com o intuito da germanização;
  • Nacionalismo extremo – A oposição do nazismo ao liberalismo não se voltava estritamente ao liberalismo econômico. Assim eram contrários à todos os princípios básicos do liberalismo;
  • Desejo de expansão territorial – Os ideais de expansão territorial eram fortemente apoiados pelo desejo de difundir o nazismo e as ideias autoritárias por toda a Europa.

Campos de concentração

Os campos de concentração começaram a ser construídos em 1933. Assim, o primeiro campo foi o de Dachau, inicialmente utilizado para abrigar presos políticos. Logo, social-democratas e comunistas podiam ser encontrados em Dachau.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Prisioneiros judeus dos campos de concentração. Fonte: Medium

Todavia, com o crescimento do poder alemão vários outros campos foram construídos na Europa. Assim, a Polônia era o país que mais concentrava os campos. Nesse sentido, vários grupos além dos judeus eram mandados para o extermínio em câmaras de gás. Além disso, eram também forçados ao trabalho em divisões construídas dentro dos campos.

Assim, testemunhas de Jeová, ciganos, homossexuais, negros, além dos judeus eram encaminhados para os campos. Com isso, mais de 6 milhões de pessoas em diferentes campos de concentração morreram. O campo de Auschwitz-Birkenau, na Polônia, foi responsável pela morte de 1,2 milhão de pessoas, sendo o maior de toda a Europa. Além disso, outros campos como Treblinka, Sobibor também recebiam judeus para o extermínio.

Consequências do nazismo

A consequência mais notável do nazismo foi o início da Segunda Guerra Mundial. O conflito durou seis anos (1939-1945) e foi responsável pela destruição completa de alguns países, além da morte de milhares de pessoas.

Além disso, não podemos esquecer do Holocausto que chocou o mundo no pós-guerra. As ações dos nazistas para acabar com os judeus, mataram 2/3 dos judeus da Europa. Assim, o valor correspondeu a seis milhões de mortes, além das milhares de pessoas desabrigadas.

Nazismo - História e características do partido comandado por Adolf Hitler
Destruição causada pela Segunda Guerra Mundial. Fonte: Café História

Por fim, a perseguição aos judeus ocasionaram na construção dos campos de concentração. Os campos eram responsáveis pelo extermínio dos judeus em câmaras de gás, pelo trabalho forçado, além das condições deploráveis oferecidas no local. Assim, a proliferação de doenças e a morte por inanição eram bem frequentes.

Gosta de história e de entender importantes acontecimentos do passado? Então, confira essas outras matérias sobre Hitler, quem foi? – Biografia, política, nazismo, guerras mundiais e morte, além de entender sobre a Segunda Guerra Mundial – Causas, países envolvidos e consequências

Fontes: História do Mundo, Brasil Escola

Fonte imagem destaque: Mega Curioso

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.