Biografia

Leônidas, quem foi? Vida do rei de Esparta e Batalha de Termópilas

Leônidas foi rei de Esparta durante os anos de 491 a.C. e 480 a.C e ficou conhecido pela bravura durante a Batalha de Termópilas.

Atualizado em 12/09/2020

Leônidas, filho do rei Alexandridas, foi rei da cidade grega Esparta, entre os anos 491 a.C. e 480 a.C. Grande parte dos registros históricos do rei são advindos do historiador grego Heródoto.

Heródoto, inclusive, foi responsável por relatar em seus livros a épica Batalha de Termópilas, conhecida como a batalha dos 300. Isso porque, os espartanos lutaram contra os persas com apenas 300 homens. Do lado persa, por exemplo, havia 20 mil soldados.

O rei de Esparta, apesar de contar com a minoria na batalha, não desistiu do confronto. As estratégias de Leônidas tinham tudo para dar certo, a não ser por Efíaltes, que revelou ao rei persa, Xerxes, todos os planos espartanos.

De forma geral, Leônidas ficou conhecido pela bravura durante a Batalha de Termópilas, mas, afinal, quem foi o rei de Esparta? Vamos descobrir!

Biografia de Leônidas

Leônidas I foi rei de Esparta entre os anos de 491 a.C. e 480 a.C. Levando em consideração a linha sucessória do trono espartano, o rei de Esparta foi sucedido pelo pai, Anaxândrides II e, em seguida, pelo filho, Plistarco.

Trips

Além disso, Leônidas possuía dois irmãos, Cleomenes e Dorieus. Ou seja, na linhagem familiar, ele seria o terceiro a ocupar o trono de Esparta.

De acordo com o historiador Heródoto, Leônidas chegou ao trono, antes mesmo dos irmãos, por conta de situações imprevisíveis, como a morte de Cleomenes e Dorieus.

Assim, como os irmãos de Leônidas não tinham filhos, restou ao caçula de Alexandridas assumir o trono espartano, em 491 a.C.

Guerra entre gregos e persas

Um dos motivos que fizeram Leônidas ficar conhecido foi a Batalha de Termópilas, onde o rei espartano demonstrou bravura, mesmo estando com um número inferior de combatentes.

Porém, a Batalha de Termópilas foi apenas uma dos vários conflitos travados entre gregos e persas. As desavenças começaram quando os persas invadiram as cidades-estados de Antenas e Erétria.

Leônidas, quem foi? Vida do rei de Esparta e Batalha de Termópilas
Estudo Prático

O território foi invadido pelos persas e o conflito só teve fim, em 490. a.C., com a vitória de Atenas na Batalha de Maratona, um dos embates das Guerras Médicas.

Por conta das batalhas, o rei persa, Dario I, acabou morto. Assim, quem assumiu o trono do Império foi seu filho, Xerxes, em 480 a.C. Xerxes foi responsável por reunir 150 mil homens e 600 navios no exército persa, focados em atacar os gregos.

A motivação do rei Xerxes era, principalmente, vingar a morte do pai e estabelecer a expansão territorial do Império Persa. Os motivos foram, inclusive, as causas para o início da Batalha de Termópilas.

Batalha de Termópilas

Quando o rei Xerxes decretou guerra ao povo espartano, Leônidas havia acabado de se tornar rei. A Batalha aconteceu durante o século V a.C, durante a Segunda Guerra Médica.

Mundo Mitológico

As Guerras Médicas foram uma série de batalhas travadas entre os gregos e o Império Aquemênida. E, assim como os demais conflitos, o principal motivo da Batalha de Termópilas foi barrar o expansionismo persa.

Naquela época, com o domínio que os persas adquiriram ao longo dos anos, os gregos (espartanos) eram obrigados, além de pagar impostos, a trabalhar na construção de estradas e templos para o Império Persa.

Os espartanos, cansados de se render ao domínio persa, não aceitaram as ordens do rei Xerxes. Com isso, à mando de Leônidas, o povo espartano começou a articular um plano para tirar o poder do rei persa.

Leônidas, então, precisava reunir a tropa para enfrentar o exército persa. Porém, naquele tempo, aconteciam os Jogos Olímpicos, que ocupavam a rotina dos espartanos.

Leônidas, quem foi? Vida do rei de Esparta e Batalha de Termópilas
Jane entre Linhas

Dessa forma, o rei de Esparta conseguiu reunir um total de 301 homens espartanos. Além disso, apoiadores de Leônidas se juntaram ao exército que, no final, contava com 7.000 homens.

O plano de Leônidas era bom, apesar do número reduzido de homens. Porém, todo o plano do rei de Esparta foi entregue, por Ephialtes, ao rei da Pérsia, Xerxes.

Assim, os persas conseguiram encurralar os espartanos nas montanhas de Termópilas, acabando com o exército de Leônidas.

Morte do rei Leônidas

Mesmo com um número inferior de guerreiros, Leônidas não desistiu da Batalha de Termópilas. Contudo, o esforço do rei não foi suficiente para vencer o conflito.

Dessa forma, os soldados espartanos foram mortos pelos persas, assim como Leônidas, que teve sua cabeça cortada e o corpo crucificado de maneira violenta.

Jane entre Linhas

Apesar da derrota espartana, a Batalha de Termópilas é incentivo para o estudo de diversos historiadores até os dias atuais, especialmente pela bravura e coragem do rei Leônidas.

Inclusive, a Batalha foi motivo de inspiração para a cinematografia, que produziu filmes como “300 de Esparta” (“300 Spartans”), criado em 1962 e dirigido por Rudolph Mate, além de “300”, inspirado na história em quadrinhos “Os 300 de Esparta”.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que foram os Gladiadores e quais as características da política do Pão e Circo.

Fontes: Info Escola, Socientifica e Educação Uol 

Imagens: The Collector, Trips, Estudo Prático, Mundo Mitológico e Jane entre Linhas

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.