Geografia

Lençol Freático, o que é? Definição, características principais, importância

Lençol freático, também chamado de lençol de água, corresponde ao armazenamento de água na parte subterrânea do solo, proveniente da chuva.

Atualizado em 26/05/2020

Lençol freático, também chamado de lençol de água ou nível freático, corresponde à reserva de água presente na linha subterrânea do solo. A água fica armazenada em decorrência da chuva, que se infiltra por rachaduras ou fissuras no solo. Neste caso, representa a superfície entre a água que é escoada da chuva e a água subterrânea.

Algumas características definem o que é um lençol freático, como o volume e a profundidade. Assim, quando a quantidade de água armazenada se encontra em grande profundidade, os lençóis freáticos também são chamados de “lençóis artesianos”.

Dentre as principais funções desses reservatórios de água está o equilíbrio da natureza. Isso porque, os lençóis funcionam como locais de abastecimento, onde a quantidade de água presente no subterrâneo e na superfície pode ser mantida com qualidade.

Quando os lençóis freáticos estão localizados próximo à superfície, a construção civil fica comprometida. Assim, para que não haja algum problema na construção, é feito o chamado rebaixamento do lençol freático. Porém, essa prática pode causar alguns problemas para o solo, como a falta de sustentação, perda da vegetação na região, etc.

Características do lençol freático

O lençol freático é um armazenamento de água da chuva que se infiltra no solo por meio de rachaduras ou fissuras. Dessa forma, essa parte de água encontrada no subterrâneo está localizada um pouco acima da água armazenada no solo.

Lençol Freático, o que é? Definição, características principais, importância
Os poços artesianos captam a água presente no lençol freático.

Por conta disso, o solo possui a característica de ser permeável. Isso facilita a entrada da água da chuva, mantendo a reserva subterrânea sempre abastecida. Nesse sentido, a chuva é importante para estabelecer a questão do volume.

Ou seja, o volume representa a quantidade de água armazenada no subterrâneo. Dessa forma, quando os índices pluviais são elevados, a tendência é que o volume do lençol freático se altere. Por outro lado, quando a ocorrência de chuva diminui, o volume de água cai. Isso faz com o que a água do lençol freático escoe para as nascentes.

Outro ponto que determina os lençóis freáticos é a profundidade. Por conta de alguns fatores como solos impermeáveis, a água que se infiltra no solo não consegue atingir grandes profundidades. Assim, as águas que chegam até o lençol freático são consideradas puras devido ao processo de filtragem.

Lençol Freático, o que é? Definição, características principais, importância
Rebaixamento do lençol freático.

Neste caso, o processo de filtragem é feito enquanto a água passa pelos níveis do solo. Além disso, quando um solo rochoso impede a passagem da água, o lençol freático pode sofrer algum tipo de contaminação. A profundidade do armazenamento líquido depende de fatores como o clima, a vegetação e topografia da região.

Qual a importância?

Como são armazenamentos de água, os lençóis freáticos representam uma alternativa para uma possível falta de água. Essa questão já é algo visível em algumas partes do mundo, onde a população sofre com a escassez de água potável. Além disso, muitos rios e lagos – que poderiam ser utilizados por conta da água do doce – estão sendo constantemente descuidados e poluídos.

Dessa forma, os lençóis freáticos seriam uma válvula de escape, caso a falta de água de torne um problema ainda maior. Isso porque, a água presente nos reservatórios é de boa qualidade, além de não sofrerem com a questão da evaporação. Além disso, quando há cheia em rios devido à água da chuva, os reservatórios auxiliam para que não haja o transbordamento.

Lençol Freático, o que é? Definição, características principais, importância
O lençol freático é uma alternativa para a possível falta de água no mundo.

Por mais que as águas dos lençóis freáticos sejam puras e preservadas, ainda há chances de contaminação. Isso se explica por conta da proximidade com a superfície, sendo suscetíveis à ações humanas de poluição. Além disso, as águas podem ser contaminadas caso o lençol freático esteja próximo a áreas de solo arenoso e sem vegetação.

Contudo, algumas ações podem intensificar a contaminação das águas subterrâneas. Agrotóxicos e fertilizantes, por exemplo, quando descartados de maneira incorreta, podem contaminar a água por meio da chuva que leva resíduos desses materiais para o subterrâneo. Além disso, lixões e aterros sanitários construídos de forma irregular também podem causar contaminação das águas.

E os aquíferos?

Os aquíferos também são reservas de água subterrânea. Por conta disso, os lençóis freáticos também recebem o nome de aquíferos artesianos livres. Com isso, os aquíferos são classificados como formações geológicas e são importantes para manutenção e equilíbrio da natureza.

A reserva de água é feita por meio da chuva. Ou seja, a água se infiltra no solo por meio de rachaduras ou fissuras do solo até atingirem a parte subterrânea. Além disso, as reservas dos aquíferos também são abastecidas com água do mar e nascentes dos rios.

Lençol Freático, o que é? Definição, características principais, importância
Aquíferos brasileiros.

Os aquíferos também são responsáveis por alimentar as chamadas bacias hidrográficas. Isso ocorre porque o subsolo apresenta partes impermeáveis, além de permeáveis. Com isso, essas reservas de água são classificadas de duas formas, sendo aquíferos artesianos e aquíferos livres ou lençol freático. No Brasil, os aquíferos mais importantes são o Aquífero Guarani, Alter do Chão e Aquífero Cabeças.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também quais são os Estados Físicos da Água e o que significa o Efeito Estufa.

Fontes: Toda Matéria, Alunos OnlineEscola Kids

Imagens: Ciências Naturais, Hidrosam, Geo, Ciência na Camilo e Nova Escola

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.