Geografia

Aquífero Guarani, maior reservatório subterrâneo de água doce do planeta

Aquífero Guarani, o maior reservatório subterrâneo de água doce do planeta, passa pelo Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai.

Atualizado em 06/08/2019

Aquífero é o nome que se dá a grandes reservatórios de águas subterrâneas. E, normalmente, eles ficam localizados a centenas de metros de profundidade da superfície do solo. E o maior deles é o Aquífero Guarani, que conta com uma grande parte localizado em território brasileiro.

Aliás, o título do Aquífero Guarani é ainda mais grandioso: ele é, nada menos, que o maior reservatório subterrâneo de água doce do planeta. Estima-se, inclusive, que ele possua cerca de 1,2 milhão de quilômetros quadrados e se se estende desde a Bacia Sedimentar do Paraná, até a Bacia do Chaco–Paraná.

Sobre sua extensão, o aquífero Guarani está presente em quatro países da América do Sul: Brasil, Paraguai, Uruguai e Argentina. No Brasil, aliás, o aquífero se estende pelo subsolo de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás. E não é tudo, ele também está abaixo do solo de Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

A Agência Nacional de Águas (ANA) estima que as reservas permanentes de água são da ordem de 45 mil quilômetros cúbicos. Ou seja, aproximadamente 65% desse total está localizado no território brasileiro.

Como um aquífero armazena a água?

O armazenamento da água no aquífero se dá em função da estrutura geológica da região. Normalmente, o local é composto de pouca argila e muita areia. Isso faz com que a água da chuva seja absorvida facilmente, como uma espécie de esponja gigante. Depois, essa água é armazenada em centenas de metros de rochas impermeáveis.

Outra grande verdade sobre o aquífero Guarani é que ele é considerado um manancial essencial para o consumo humano. E um fator preocupante é que ele está localizado em uma área de grande concentração populacional. Ou seja, ele está sob o constante risco de contaminação.

Mas, claro, a localização também proporciona grandes facilidades vida moderna. Inclusive, existem mais de dois mil poços perfurados no Sistema Aquífero Guarani. Cada um deles, com profundidades entre 100 e 300 metros.

O Aquífero Guarani corre perigo

Infelizmente o rico aquífero Guarani está se contaminando por agrotóxicos e outras substâncias nocivas, prática que põe em perigo esse grande reservatório natural.

E para salvá-lo, Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai elaboraram o Projeto de Proteção Ambiental e Desenvolvimento Sustentável do Sistema Aquífero Guarani, marco legal para a gestão compartilhada da água.

Não é interessante saber sobre o Aquífero Guarani? Então certamente que você gostará de saber sobre as bacias sedimentares e de como elas contam o passado da Terra.

Fontes: Mundo Educação, Toda Matéria, Info Escola.