Geografia

Inundações Urbanas – Como ocorrem, causas e histórico no Brasil

As inundações urbanas podem ser causadas por diversos fatores. Assim, ocorrem em áreas ribeirinhas, em áreas localizadas e em grandes centros.

Atualizado em 08/03/2020

Quando o período de chuva no Brasil começa é comum ver nos noticiários muita destruição causada por inundações. Em síntese, as inundações urbanas são ocorrências que afetam em cheio a vida de pessoas que enfrentam os prejuízos deixados pela chuva. Entretanto, é importante ressaltar, que grande parte dos acontecimentos ocorrem em áreas que já eram consideradas de risco.

Ou seja, algumas casas são construídas em lugares que água já passaria em caso de chuvas intensas. Além disso, fatores como a drenagem insuficiente agravam ainda mais a situação dos grandes centros urbanos. Isso porque, não possuem infraestrutura para enfrentar dias chuvosos.

Assim, as inundações causam diversos prejuízos para quem mora na cidade e no campo. Portanto, é comum ver a perda de plantações, cidades sendo destruídas. Além disso, gente ferida e até mesmo pessoas que são mortas pela força da água. Nesse sentido, existem tipos inundações como as ribeirinhas e as localizadas.

Tipos de inundações urbanas

De forma geral, as inundações podem ocorrer por conta de diversos fatores. Por esta razão, podemos classificar as inundações em áreas ribeirinhas, as que ocorrem de maneira localizada e devido à urbanização.

Inundações Urbanas - Como ocorrem, causas e histórico no Brasil
Enchente do Rio Acre em 2015. Fonte: Todo Estudo

As inundações em áreas ribeirinhas acontecem devido à falta de planejamento urbanísticos. Ou seja, são áreas que, normalmente, já apresentavam chances de enchentes devido ao fator morfológico da região. Assim, ações como compactação do solo, desmatamento, asfaltamento, e outras, acabam provocando as inundações em construções próximas.

As inundações localizadas ocorrem principalmente pela ação de intervenções antrópicas. Em síntese, as intervenções antrópicas são aquelas em que há o desmatamento de florestas para o plantio de grãos ou a utilização para pecuária. Por conta disso, os leitos fluviais acabam sendo prejudicados acarretando em inundações.

Já as inundações em decorrência da urbanização são causadas, principalmente, pelo desmatamento. Além disso, com a grande quantidade de construções, a água da chuva não tem para onde escoar. Outros fatores como alteração dos cursos naturais dos rios e projetos ineficazes de captação da água pluvial também agravam a situação.

O Brasil e as enchentes

De fato, os noticiários televisivos ficam abarrotados de notícias sobre inundações urbanas durante o período chuvoso. Em síntese, Rio de Janeiro e São Paulo são os estados que mais sofrem durante esse período. Porém, não são os únicos. Isso porque, o Brasil já presenciou momentos de total destruição devido às chuvas.

Inundações Urbanas - Como ocorrem, causas e histórico no Brasil
Carros submersos em enchente no Rio de Janeiro. Fonte: Folha de São Paulo

Logo, confira:

  • 1855 – Enchentes em Santa Catarina: foi a primeira enchente do estado catarinense relatada em carta por Bruno Otto Blumenau. Na carta, ele relata que o rio Itajaí-Açu subiu mais de 63 palmos do nível normal, mais ou menos, 15 metros.
  • 1967 – Enchentes e deslizamentos de terra em Caraguatatuba: como consequência das fortes chuvas 436 pessoas morreram. Foi uma tragédia que repercutir o mundo por conta da proporção que tomou.
  • 1979 – Enchentes em Minas Gerais e Espírito Santo: diversas cidades foram destruídas e ficaram completamente alagadas. Foi o caso de Galileia, Itueta, Tumiritinga, Resplendor, Conselheiro Pena e Aimorés. Logo, os estragos repercutiram os noticiários do mundo.
  • 2008 – Enchentes em Santa Catarina: as consequências das fortes chuvas foram desastrosas. Estima-se que 135 pessoas morrem, 9.390 de moradores abandonaram as casas e 5.617 de pessoas ficaram desabrigadas.
  • 2010 – Inundações e deslizamentos de terra no Rio e em São Paulo: os estados do Rio e de São Paulo sofreram fortes consequências com as chuvas intensas do mês de janeiro. Foram diversas casas destruídas e várias cidades inundadas. Neste mesmo ano, Alagoas e Pernambuco também tiveram diversas cidades inundadas por conta das fortes chuvas do mês de junho.

Outras enchentes

Além dessa, outras inundações urbanas também marcaram a história do Brasil:

  • Enchente em Porto Alegre em 1941
  • Enchentes no Norte e Nordeste do Brasil em 2009
  • Desastres naturais no Rio de Janeiro em abril de 2010
  • Enchentes e deslizamentos de terra no Rio de Janeiro em 2011
  • Enchentes em Santa Catarina em 2011

Medidas de prevenção

Em síntese, as inundações são um grave problema nas grandes cidades e, também, no campo. Dessa forma, o acúmulo da água da chuva pode destruir casas, acabar com plantações, transmitir doenças dentre outras coisas. Entretanto, existem medidas que podem ser adotadas para que os estragos sejam amenizados em dias chuvosos.

Inundações Urbanas - Como ocorrem, causas e histórico no Brasil
Casas construídas em áreas de risco. Fonte: Projeto Colabora

Dentre algumas das medidas que podem ser adotadas, podemos citar:

  1. Planejamento urbano;
  2. Evitar a construção de casas em áreas ribeirinhas;
  3. Projetos de engenharia capazes de captar de forma eficaz as águas pluviais;
  4. Políticas de ocupação de solo;
  5. Educação ambiental.

O que achou da matéria? Se gostou, corre pra conferir por quais regiões o Brasil é formado e quais são os climas que predominam no país.

Fontes: Brasil Escola, Meio Ambiente e Mundo Educação

Fonte imagem destaque: Notícias R7

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.