História

Impressionismo – Definição, principais características, pinturas e artistas

O Impressionismo é um movimento das artes que surgiu na França no século XIX, sendo Claude Monet um dos principais artistas impressionistas.

Atualizado em 05/10/2020

Você já percebeu como a tonalidade das fotos muda conforme o dia vai passando? Se você tirar uma foto na parte da manhã certamente, ao entardecer, o resultado será completamente diferente. No final do século XIX não existia a fotografia como nós a conhecemos, mas era justamente essa diferença nas tonalidades que o impressionismo mostrou para as artes plásticas.

De fato, os impressionistas – como eram conhecidos os artistas da corrente – queriam mostrar como a luz que incide nos vários horários do dia mudava as cores da natureza mudavam. Por conta disso, gostavam de trabalhar ao ar livre.

Nesse sentido, não se preocupavam com formas nítidas e focavam no destaque das sombras coloridas de cor pura, sem mistura de várias tonalidades.

Portanto, o termo impressionismo surgiu por conta de uma das obras de Claude Monet, a obra Impressão, nascer do Sol (1872) . O artista foi referência da corrente, mas termo que deu nome ao movimento foi uma crítica vinda dos críticos que não aceitavam as novas técnicas.

Porém, as características impressionistas foram o primeiro passo para a criação dos conceitos de arte moderna.

Afinal, quem foram os principais artistas e obras do período? Vamos te contar!

Características do Impressionismo

De forma geral, as pinturas impressionistas surgiram na França, entre 1860 e 1880, ou seja, final do século XIX.

A França passava por um período de avanços tecnológicos e ideias emergentes. Logo, o período ficou conhecido como Belle Époque e só não obteve maior avanço por conta do início da Primeira Guerra Mundial, em 1914.

Mas, até o início da guerra, muitas transformações nas artes plásticas foram desenvolvidas. Uma delas estava no fascínio dos jovens que começam a descobrir os efeitos da luz sobre as pinturas.

Dessa forma, conseguiam ver que, dependendo do horário em que pintavam, as telas adquiriam tonalidades diversas.

Impressionismo - Definição, principais características, pinturas e artistas
Impressão, nascer do Sol (1872).

Em síntese, o primeiro pintor a iniciar com os estudos impressionistas foi Édouard Manet (1832-1883). Manet iniciou descobrindo como as cores, luzes e sombras se comportavam quando pintava ao livre, por exemplo. Por conta disso, seus estudos e descobertas influenciaram diversos outros artistas.

Com isso, algumas características marcaram as obras impressionistas e tornaram forte o movimento na época, como:

  • Presença da luz natural na composição das obras. Isso porque, os artistas perceberam que a luz produzia tonalidades diferentes conforme o horário em que eram pintadas;
  • As obras não possuíam o sombreado tradicional à época. Entretanto, eram formadas por contornos indefinidos, não nítidos;
  • A pintura consistia em depositar pequenas manchas que, juntas, davam a ideia de momentaneidade;
  • A luz do sol e as cores complementares eram fundamentais para as obras do impressionismo.

O movimento da pintura impressionista

Édouard Manet (1832-1883) foi um dos nomes mais importantes da arte do século XIX. Assim, por meio dos estudos sobre as técnicas impressionistas, o artista influenciou vários outros pintores.

Nesse sentido, fascinados com os efeitos da luz natural sobre as obras, queriam mostrar a variação de tonalidade ao longo das horas do dia.

Impressionismo - Definição, principais características, pinturas e artistas
Claude Monet

Um dos pintores que deu início às obras impressionistas foi Claude Monet (1840-1926). Ou seja, foi por meio da obra Impressão, nascer do Sol (1872), que críticos começaram a chamar os pintores de impressionistas.

A partir disso, os próprios artistas começaram a utilizar a denominação para se referir às obras pintadas ao ar livre.

Claude Monet ficou, inclusive, conhecido por criar o “ateliê-barco”. Nele o artista conseguiu pintar suas obras observando as várias tonalidades que a luz do dia proporcionava às pinturas.

Outra pintura de Monet que também merece destaque é a Camille e Jean na colina, de 1875.

Impressionismo - Definição, principais características, pinturas e artistas
Tarde de domingo na Ilha da Grande Jatte (1884-1886), de Seurat.

Um dos nomes mais marcantes de todo o movimento é do pintor Auguste Renoir (1841 – 1919). Isso porque, Renoir conseguiu expressar nas obras a tranquilidade, entusiasmo, alegria do fim do tarde, por exemplo.

Em uma das principais obras do movimento, o artista retratou um grupo de amigos que estavam num restaurante. A obra, O almoço dos remadores (1880-81) é cheia de vida, cores e descontração.

Além dos nomes já citados, também fizeram parte do impressionismo os artistas:

  • Alfred Sisley (1839-1899)
  • Camille Pissarro (1830-1903)
  • Edgar Degas (1834-1917)

As mulheres no Impressionismo

Normalmente, não se fala muito das mulheres na arte. Não se fala muito, também, das mulheres da literatura, no cinema ou qualquer outra área que você imaginar.

Porém, saiba que elas estavam lá, presentes na contribuição da ciência, da literatura, das artes em geral. No impressionismo, não foi diferente.

Assim, as pintoras que se destacaram como impressionistas foram:

  • Berthe Morisot (1841-1895)
  • Mary Cassatt (1844-1926)
  • Eva Gonzalès (1849- 1883)
  • Lilla Cabot Perry (1848-1933)

As obras impressionistas estavam voltadas para a captura de momentos cotidianos. Logo, não levavam em conta as temáticas históricas ou mitológicas, como aconteciam com os movimentos artísticos anteriores.

Dessa forma, o impressionismo mostrava impressões da realidade em obras que utilizam a luz natural como principal fonte de composição.

Obras do Impressionismo

Dentre as diversas obras produzidas durante o Impressionismo, algumas merecem destaque. São elas:

1. Almoço na Relva

Impressionismo - Definição, principais características, pinturas e artistas
Almoço na Relva, 1863.

A obra, do pintor Édouard Manet, possui o título original Le Déjeuner sur l’herbe Retrata uma jovem e dois homens em um piquenique. Na época, a obra não foi bem vista, por conta da jovem nua na pintura.

2. Almoço dos barqueiros

Impressionismo - Definição, principais características, pinturas e artistas
Almoço dos barqueiros, 1881.

O título origem da obra é Le Déjeuner des canotiers. Foi pintada por Auguste Renoir feita, em 1881. O artista retratou na obra um grupo de amigos pessoas que estavam em um restaurante ao ar livre. A pintura é uma das mais importantes do movimento.

3. Série de pintura Nenúfares

Uma das obras de Claude Monet.

A série é composta por uma variedade de obras do pintor Claude Monet, um dos nomes mais expressivos do impressionismo. Assim, o artista, já nos últimos anos de carreira, retratava paisagens e cenários naturais. Nas obras ele retratava, por exemplo, o jardim da própria casa.

O Impressionismo nas artes

Apesar de o Impressionismo ter se consolidado nas artes plásticas, outras áreas da arte também receberam influência do movimento. Na música, por exemplo, as composições possuíam melodias mais estéreas e sensuais.

Assim como na pintura, as letras buscavam realçar imagens naturais. As músicas impressionistas surgiram, então, como uma contraposição às músicas românticas da época.

Dentre os principais músicos impressionistas estavam:

  • Claude Debussy (1862-1918)
  • Maurice Ravel (1875-1937)

Já na literatura, o Impressionismo influenciou obras que valorizavam a emoção. Além disso, os escritos possuíam descrições e impressões mais detalhadas sobre os personagens, além das sensações e sentimentos individuais.

Dentre os principais nomes da literatura impressionista podemos destacar: Marcel Proust (1871-1922), Graça Aranha (1868-1931) e Raul Pompeia (1863-1985), sendo os dois últimos escritores brasileiros.

Arte impressionista no Brasil

No Brasil, quando o movimento impressionista chegou, a arte estava voltada para a criação “Escola Brasileira de Artes”. Por conta disso, o movimento não teve muito impacto para os artistas da época.

Entretanto, artistas como Eliseu Visconti (1867-1944), se destacaram quando começaram a executar técnicas impressionistas.

Obra de Eliseu Visconti.

Visconti, por exemplo, iniciou obras que não contavam mais com o neoclassicismo das antigas obras. Dessa forma, o pintor conseguiu abrir espaço para as pinturas modernas no país.

Eliseu Visconti era natural da Itália, mas foi trazido para o Brasil ainda bebê. Por fim, além de Visconti, outros artistas brasileiros também se destacaram no impressionismo, sendo eles:

  • Anita Malfatti (1889-1964)
  • Almeida Júnior (1850-1899)
  • Georgina de Albuquerque (1885-1962)

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que foi a Semana de Arte Moderna e quais as características do Cubismo.

Fontes: Info Escola, História das Artes, Toda Matéria e Cultura Genial

Imagens: Farofa Filosófica, Estórias da História, Relatos de Arte, Santhatela, Santhatela, Arte e Artistas e Artout

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.