História

Idade Contemporânea – Da ascensão do capitalismo ao Pós-Modernismo

A Idade Contemporânea compreende o período entre o início da Revolução Francesa, com a queda da Bastilha em 14 julho de 1789, até os dias atuais.

Atualizado em 12/08/2019

A Idade Contemporânea compreende o período entre o início da Revolução Francesa, com a queda da Bastilha em 14 julho de 1789, até os dias atuais. Seu marco é justamente a consolidação do capitalismo como o modo de produção e sua expansão por todo o globo terrestre entre os séculos XVIII e XXI.

Para nosso esclarecimento, foram os historiadores europeus quem realizaram a divisão cronológica da história. Sendo assim, a Idade Contemporânea se baseia nos acontecimentos como a Revolução Francesa e não outros como a Independência dos EUA.

Desse modo, a Revolução Francesa representou transformações profundas na sociedade européia da época. E logicamente, as suas consequências em continentes mundo afora.

Por este motivo, observa-se a influência europeia em processos de independência de todas as suas colônias, existentes no início da era capitalista:

  • América espanhola
  • América portuguesa
  • América francesa

Idade Contemporânea: Liberdade, Igualdade e Fraternidade

Idade Contemporânea: A consolidação do capitalismo aos dias atuais
Placa de liberdade, igualdade e fraternidade

A Idade Contemporânea é portanto, desde os seus primórdios marcada por ideais de Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Sendo assim, a sociedade burguesa da francesa e outros setores populares derrubaram o poder político da aristocracia proprietária de terras.

Durante esse período há o fortalecimento econômico da burguesia, iniciado no final da Idade Média. Sobremodo, a burguesia também conquista o seu poder político.

No Mediterrâneo o mundo passa a viver a abertura comercial e as novas rotas marítimas no Atlântico e Pacífico. Por outro lado, na Europa já observamos o início das novas formas de produção nas cidades e no campo.

Idade Contemporânea: A separação de poderes pelo Mundo

Idade Contemporânea: A consolidação do capitalismo aos dias atuais
Napoleão Bonaparte

A partir da França durante a Idade Contemporânea o mundo inicia a separação dos poderes entre o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, alcançando quase todos os regimes de Governo pelo mundo.

O Imperador francês Napoleão Bonaparte fica conhecido como o homem que mostrou a sua força de reação que detinha ainda a aristocracia. Assim, ele conseguiu deter seu poderio. Portanto, a sua ação foi decisiva na expansão da divisão dos três poderes.

Idade Contemporânea: avanços tecnológicos

Vencida a aristocracia – o poder exercido pelos nobres – inicia se os avanços tecnológicos pelo mundo. Dessa forma, foi durante os séculos XIX e XX, o feito ouro do capitalismo marcado pelos inúmeros avanços tecnológicos.

A partir do século XIX inúmeras e grandes cidades foram construídas pelo mundo. Ao mesmo tempo a população cresce exponencialmente, ao ponto de no decorrer da Idade Contemporânea alguns países adotarem política do filho único.

O avanço tecnológico encurta as distância levando o homem a conhecer a lua e planejar viagens a marte. Esses foram os passo da riqueza contemporânea.

Em 1861 e 1865 os Estados Unidos vivem a expansão e o desenvolvimento na Guerra de Secessão ou Guerra Civil dos Estados. Ainda no século XIX, acontece a Independência das colônias da América Espanhola e do Haiti.

Idade Contemporânea: A consolidação do capitalismo aos dias atuais
As fábricas químicas da BASF em Ludwigshafen, Alemanha (1881).

Idade Contemporânea: Revolução Russa de 1917

A medida que a idade contemporânea vai chegando a atualidade, começamos a viver algumas contradições. Sendo assim, o mundo vive uma série de movimentos de contestação do capitalismo liberal.

Em alguns lugares esparramados pelo globo terrestre, já praticamente com todo espaço terrestre conhecido por completo, vivemos a marca da manutenção da miséria de grande parte da população.

Sendo assim, as lutas sociais das classes exploradas começam a surgir. Igualmente, os trabalhadores assalariados começam a lutar contra a exploração capitalista.

Em 1917 vivemos a Revolução Russa, um exemplo marcante de tentativa de superação da exploração. Em seguida, outros movimentos acontecem pelo mundo.

Capitalismo X Socialismo

Contudo, o marco do final do século XX foi justamente os regimes totalitários, principalmente aqueles chamados de fascismo e nazismo.

Desta maneira, esses regimes foram marcados pelo capitalismo de base privada e uma organização social controlada pelo Estado.

O Partido Comunista nazista, por exemplo, implanta mundo afora um o domínio político, social e de propriedade estatal, gerando ainda um grande genocídio.

Idade Contemporânea: as marcas das guerras

Muitas guerras começam a acontecer durante a Idade Contemporânea. Infelizmente, a maioria delas marcadas por inúmeras mortes de soldados e inocentes.

Contudo, as piores são classificada e denominadas como guerras mundiais:

  • Primeira Guerra Mundial: acontece em 1914 e 1918.
  • Segunda Guerra Mundial: acontece entre 1939 e 1945.
Idade Contemporânea: A consolidação do capitalismo aos dias atuais
Segunda Guerra Mundial

Ambas resultaram na morte de mais de uma centena de milhões de pessoas. Em especial, a segunda grande guerra foi marcada pelos avanços da ciência.

Contudo, usada negativamente os avanços utilizados para fins militares resultou na criação da bomba nuclear, sendo esta a mais letal das armas já criadas até o presente ano.

Ao final, deste período os historiadores continuam discutindo o fim dessa era. Apesar disso, ainda fazemos parte da Idade Contemporânea. E sendo assim, o amanhã continua próximo e chamamos de pós-Modernidade.

Conheça outros acontecimentos da Idade Contemporânea:

Fonte: Brasil Escola, Toda Matéria

Fonte de Imagens: Toda Matéria, Igreja e Media, Mundo História, Tri Curioso, BEQ.

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/jornalistawiltonmatheusgmail-com/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Wilton Morais</a>
Por Wilton Morais
Jornalista, formado pela UFG. Atualmente está se especializando em Marketing e Inteligência Digital pelo IPOG. Já atuou em jornalismo impresso e radiofônico. Atualmente trabalha com Marketing de Conteúdo, com a produção de redação utilizando técnicas de SEO.