Saúde

Envelhecimento, por que e como acontece? Tipos, tratamento e prevenção

Envelhecimento é o processo de desgaste do corpo, depois de atingida a idade adulta. Acúmulo de danos pode ser a principal causa.

Atualizado em 27/09/2020

O ciclo da vida é algo surpreendente. Nascemos, crescemos, reproduzimos e morremos. Todas as fases da vida carregam características e significados próprios. Algumas pessoas acreditam que determinada fase possui uma significância maior que a outra. Porém, o que nos torna únicos são os passos percorridos até o último estágio, o envelhecimento.

Assim, ao falar de idade podemos citar a idade cronológica, a biológica e a psicológica, por exemplo. Nesse sentido, praticamente todas as pessoas sentem receio com a chegada do envelhecimento. Isso porque, a fase é considerada, principalmente pelos jovens, como um período de improdutividade.

Entretanto, estudos apontam que a terceira idade está mais ativa do que nunca. Mas, o que significa o envelhecimento? Em termos fisiológicos, está relacionamento ao retardamento da produção de células no organismo. Ou seja, com o avanço da idade, o ritmo de produção das células somáticas do corpo se torna mais lento.

Assim, causas como a perda de tecido fibroso, taxa mais lenta de renovação celular e  redução da rede vascular e glandular são alguns fatores que contribuem para o envelhecimento.

Além disso, podemos citar a questão da hidratação celular que ao longo dos anos fica prejudicada. Dessa forma, uma das maneiras mais visíveis de identificar a velhice é pela pele.

O órgão reflete os efeitos da passagem do tempo e, dependendo de como o indivíduo administra os hábitos de vida, as funções fisiológicas normais da pele podem diminuir em 50% até a meia-idade.

Causas do envelhecimento

O envelhecimento, de acordo com a fisiologia, está associado ao atraso na reprodução das células assim que elas morrem.

Diferente do que acontece na juventude, em que as células se renovam em ritmo acelerado, na velhice a produção se torna mais lenta.

Dessa forma, o envelhecimento é causado pela perda do tecido fibroso, além da baixa taxa de reprodução das células que compõem o organismo.

Envelhecimento, o que é? Causa, principais tipos, tratamento e prevenção
Os raios ultravioletas são o principal responsável pelo envelhecimento precoce e pelo bronzeamento da pele após a exposição ao sol. Fonte: Lótus Estética

Entretanto, existem outros fatores que estão associados ao envelhecimento. Assim, estilo de vida, alimentação, sedentarismo e outras condições estão relacionadas com o retardamento da produção celular.

Além disso, hábitos como a ingestão alcoólica, o uso de cigarros, exposição excessiva aos raios solares e até a poluição do ambiente podem ser fatores que contribuem para o envelhecimento das células corporais.

Principais tipos

O envelhecimento das células podem ser classificados em duas categorias, sendo responsáveis por possuir características específicas. Assim, existe o envelhecimento cutâneo intrínseco ou cronológico e o envelhecimento extrínseco da pele.

A seguir, confira a diferença e as especificidades de cada um:

Envelhecimento cutâneo intrínseco ou cronológico

Em síntese, esse tipo de envelhecimento está relacionado à passagem do tempo. Porém, fatores como a genética, os hormônios e as reações que existem no metabolismo estão relacionados com o enfraquecimento das células corporais.

Assim, esse tipo de retardamento celular é qualificado, principalmente, pelos efeitos naturais do tempo. Nesse sentido, a pele é o órgão que mais reflete os efeitos da velhice, sendo responsável por efeitos degenerativos como linhas de expressão, rugas, ressecamento da pele e etc.

Envelhecimento, o que é? Causa, principais tipos, tratamento e prevenção
O processo de envelhecimento humano provoca um grande número de mudanças fisiológicas sendo a pele o órgão que mais sofre com as mudanças. Fonte: Diário do Aço

Além disso, a pele pode transmitir aspectos da saúde interna. Assim, são fatores relacionados ao modo como cada indivíduo mantém os hábitos. Além do aparecimento de linhas de expressão, diminuição da espessura da pele e o ressecamento cutâneo.

Dessa forma, aspectos como a genética, os hormônios, o estresse oxidativo – responsável por alterar os ciclos de renovação celular – e os altos níveis de consumo de açúcar aceleram o processo de envelhecimento celular.

Envelhecimento extrínseco da pele

Em resumo, esse tipo de envelhecimento está relacionado à exposição excessiva aos raios ultravioletas – correspondem a 5% da luz solar terrestre e representam uma parte do espectro.

Além disso, aspectos ambientais como hábitos alimentares e a a ausência de atividades físicas, o estresse mental e físico aceleram o processo de envelhecimento. Entretanto, os raios ultravioletas é o ponto mais prejudicial nesse aspecto.

Envelhecimento, o que é? Causa, principais tipos, tratamento e prevenção
A alimentação não equilibrada é um dos fatores que contribuem para o retardamento das células. Fonte: CPB

Todavia, existem fatores como a ingestão de bebidas alcoólicas, o tabagismo, a poluição do ar que aceleram a não produção de células no organismo.

Além do mais, procedimentos como bronzeamentos artificiais, que causam rugas e manchas podem contribuir para o retardamento das células. Além da alimentação desregulada.

Tratamentos para o envelhecimento

Como os raios solares são uma das principais causas do envelhecimento celular, um dos setores que mais cresceu foi a produção de filtros solares.

Isso porque, o filtro solar tem a função de prevenir e combater os efeitos causados pela exposição excessiva aos raios ultravioletas. Assim, é recomendado que o produto seja utilizado tanto em dias ensolarados como em dias chuvosos.

Além dos protetores solares desenvolvidos pela indústria de cosméticos e estética, os cremes antienvelhecimento também são aliados na prevenção.

Assim, os cremes desenvolvidos conseguem produzir efeitos para uma pele mais jovem. Entretanto, não retardam totalmente os sinais de envelhecimento.

Na hora de escolher o protetor solar, procure produtos com filtros UVA e UVB. Fonte: BOL Notícias

Em síntese, além de protetores e cremes existem outros métodos que também podem ser usados.

Assim, podemos citar alguns procedimentos estéticos como lasers, luz intensa pulsada, terapia fotodinâmica, preenchimentos à base de ácido hialurônico. Além de toxina botulínica, peeling químico, radiofrequência e procedimentos de dermoabrasão.

Você sabia?

Existem maneiras de prevenir o envelhecimento. Ou seja, são hábitos que podem ser adotados durante o dia a dia e que, à longo prazo, trazem diversos benefícios. Assim, podemos citar:

  • Proteger a pele do sol todos os dias mesmo em dias chuvosos, com protetor solar com FPS 30 (ou superior);
  • Empregar outras estratégias de fotoproteção, pois só o filtro solar não basta;
  • Beber no mínimo dois litros de água por dia, pois ela hidrata o organismo e facilita a eliminação de toxinas que contribuem para o envelhecimento da pele;
  • Limpar a pele duas vezes ao dia, pela manhã e à noite;
  • Usar sempre um demaquilante e jamais dormir sem remover a maquiagem.

O que achou da matéria? Conhecer os aspectos que aceleram o envelhecimento das células e entender 0 que pode ser feitos para amenizar os efeitos é bem importante, não é? Então, aproveita e confere esse outro texto sobre os benefícios da pirâmide alimentar.

Fontes: SBD, Manual MSD, Portal Educação

Fonte imagem destaque: Sumred

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.