Saúde

Saneamento básico, o que é? Definição, principais serviços e importância

O conjunto de serviços de saneamento básico garante a saúde, a longevidade e a qualidade de vida da população, além de preservar a natureza.

Por Ariana Lobo

A palavra “sanear” é originária do Latim e significa limpar, higienizar. Dessa forma, o saneamento básico é um sistema de serviços responsável por promover a saúde e melhorar a qualidade de vida da população.

Esse sistema abrange diversos tipos de serviços, como coleta, tratamento e reutilização de resíduos. Além da disponibilização do acesso à água potável, bem como a destinação adequada dos dejetos da população (rede de esgoto).

Por ser um serviço básico de saúde pública, o saneamento básico é um direito de todos, resguardado, no Brasil, pela Lei n0 11.445/07. O acesso a esses serviços impactam diretamente na saúde e no desenvolvimento social da população, e, por isso, é tão importante.

Importância do saneamento básico

A principal contribuição dos serviços de saneamento básico diz respeito à saúde, bem estar e qualidade de vida da população. Isso porque,  previnem diversas doenças, além de combaterem muitos vetores, o que confere maior expectativa de vida para os cidadãos.

Saneamento básico: o que é? Para que serve?
Magazine Independente

Desse modo, quanto maior for o acesso ao saneamento, menor será o percentual de mortalidade infantil e de internações por doenças gastrointestinais.

Entretanto, a relevância do saneamento básico não se resume à saúde. Ele é importante também para o desenvolvimento econômico de uma região, pois contribui para o turismo, valoriza os imóveis  e melhora o rendimento dos trabalhadores em suas funções.

Além disso, é inegável a importância desse conjunto de serviços para a preservação do meio ambiente, preservação dos recursos hídricos, bem como para a despoluição dos rios.

Quais são os serviços de saneamento básico?

Quatro são os serviços principais que compõem o conjunto de serviços de saneamento básico. São eles: tratamento e distribuição de água potável, recolhimento e tratamento de esgoto, drenagem das águas pluviais em áreas urbanas, além da coleta, tratamento e reutilização de resíduos. Vejamos cada um deles com detalhes:

Água potável

A água das represas é tratada e bombeada, por meio de sistemas de encanamento, até chegar nas residências dos cidadãos. Entretanto, antes de chegar na nossa torneira, a água passa por uma série de fases organizadas em sequência e que garantem sua qualidade.

Nessas fases, a água é clorada, alcalinizada, coagulada, floculada, decantada, filtrada, desinfetada e, por fim, fluorada. Esse é um processo complexo e de alto custo.

No Brasil, aproximadamente 35 milhões de pessoas ainda não têm acesso a esse serviço de saneamento básico. Assim, essas pessoas conseguem água de outras formas, menos seguras, como diretamente de poços artesianos ou de caminhões pipa.

Esgoto

Saneamento básico: o que é? Para que serve?
InfoEscola

O saneamento básico engloba também a coleta e o tratamento do esgoto. Ao invés de ser descartado diretamente em rios, o esgoto deve ser coletado e transportado para as chamadas Estações de Tratamento de Esgoto (ETEs).

Nas ETEs, o esgoto é tratado em várias fases, nas quais a água é separada do lodo. A água pode, após passar por vários testes, ser reutilizada ou, agora sim, descartada em rios. Já o lodo pode ser utilizado em plantações, como adubo, ou em aterros sanitários.

No Brasil, enquanto a região Sudeste apresenta alto índice de tratamento de esgoto, no Nordeste, de todo o esgoto produzido, menos de 20% é tratado.

Drenagem

Esse serviço consiste no encaminhamento seguro das águas das chuvas, o que previne alagamento em zonas urbanas e pode salvar vidas.

É necessário, primeiramente, mapear as áreas impermeáveis, ou seja, aquelas com asfalto, calçamento e edificações, onde a água não consegue penetrar no solo. Em seguida, cria-se um plano de drenagem efetiva dessas áreas. Esse serviço de saneamento básico é um dos mais deficientes no Brasil.

As águas das chuvas podem ser direcionadas para rios ou para reservatórios. No primeiro caso, é necessário dispensar atenção especial para que as margens dos rios que receberão o volume extra de água não estejam assoreadas ou erodidas.

Resíduos sólidos

Saneamento básico: o que é? Para que serve?
CNB Maringá

Esse serviço consiste na limpeza das zonas urbanas, bem como na coleta seletiva e reciclagem de materiais. O objetivo é encaminhar os resíduos sólidos corretamente.

Nesse sentido, as cooperativas de reciclagem e as centrais de triagem de lixo são fundamentais para o eficaz serviço de saneamento básico. Além disso, os recursos orgânicos devem ser encaminhados para aterros sanitários bem estruturados ao invés de lixões.

Saneamento Básico no Brasil

Biodiesel Brasil

Apesar de ser um direito garantido pela Constituição, muitas regiões do Brasil ainda sofrem com a precariedade ou ausência de serviços de saneamento básico.

Segundo pesquisas, menos de 50% das residências brasileiras são beneficiadas com esses serviços. A região que apresenta a melhor estrutura de saneamento básico é o Sudeste.

Gostou dessa matéria? Leia também sobre a importância do SUS  para saúde pública no Brasil e sobre desigualdade social.

Fontes: EOS consultores, Trata Brasil, Toda Matéria, InfoEscola.

Imagens: BRKambiental, InfoEscola, CBN Maringá, Magazine Independente, Biodiesel Brasil.

Próxima página »