História

Comunidade dos Estados Independentes – Características, países e ações

A Comunidade dos Estados Independentes foi criada em 1991 por países europeus após o fim da URSS. O intuito é garantir autonomia dos países.

Atualizado em 31/01/2020

A URSS (União das Repúblicas Socialistas Soviéticas) se desfez em 1991, após um decreto assinado pelo Supremo da União Soviética. Após os países se tornaram independentes, foi criado então a Comunidade dos Estados Independentes (CEI).

Assim, fazem parte da CEI a Armênia, Belarus, Cazaquistão, Federação Russa, Moldávia, Quirquistão, Tadjiquistão, Ucrânia, Uzbequistão e Azerbaidjão. Além disso, como membro associado, a comunidade aderiu o Turcomenistão.

A estrutura política da Comunidade dos Estados Independentes é formada por um conselho de Estado e outro por chefes de Governo. A sede da comunidade fica localizada na capital da Belarus, Minsk. Como forma de organização interna, as reuniões que comandam as decisões ocorrem trimestralmente.

Comunidade dos Estados Independestes

A ideia inicial da criação da Comunidade dos Estados Independentes veio após a Guerra Fria quando os Estados se tornaram independentes com o fim da URSS. Assim, em 8 de dezembro de 1991, a Federação Russa, Ucrânia e Belarus se uniram com o intuito de organizar um bloco econômico que respeitasse a independência de cada país.

Comunidade dos Estados Independentes - Características, países e ações
A Guerra Fria foi uma corrida armamentista travada entre os EUA e a URSS. Fonte: Descomplica

Dessa forma, como objetivo o bloco visa manter acordos econômicos entre os países, além de fortalecer as relações existentes entre os membros da CEI. Após a criação da comunidade, o sistema econômico antes vigente, o socialismo, passa então a ser capitalista. Ou seja, as relações econômicas entre os países passam a ser de livre comércio. Além disso, aderiram ao uso de apenas uma moeda, o rublo.

A união dos países da Comunidade dos Estados Independestes fortaleceu o exército do bloco. Isso porque, os militares se uniram com o objetivo de criar um grupo capaz de enfrentar conflitos mundiais. Além disso, os países são detentores de um dos mais valiosos arsenais nucleares. Porém, a Rússia é o país que assegura esse poder bélico.

Características da CEI

Um dos principais objetivos da Comunidade dos Estados Independestes é garantir aos países membros autonomia política, militar e econômica. Dessa forma, dados de 2009 constam que o Produto Interno Bruto da comunidade era de 587,8 bilhões de dólares. Além disso, o bloco possui cerca de 274 milhões de habitantes, tendo a Rússia como o maior e mais populoso dos países.

Comunidade dos Estados Independentes - Características, países e ações
Países integrantes da Comunidade dos Estados Independentes. Fonte: Blog professor Marciano

Cada país dentro da Comunidade dos Estados Independestes possui independência em relação aos assuntos políticos. Assim, não há interferência de outros países em assuntos internos. Além disso, a autonomia para deixar o bloco é aceita desde que seja anunciado com antecedência aos outros países que integram o bloco.

Você sabia?

  • No momento da criação da Comunidade dos Estados Independestes a Estônia, Lituânia e Letônia não quiseram integrar o bloco econômico por razões conflituosas com a Rússia. Hoje, esses países fazer parte da União Européia;
  • A Geórgia fez parte da Comunidade dos Estados Independestes entre os anos de 1993 e 2009. A saída do país veio logo após a guerra da Ossétia do Sul;

Gostou de conhecer sobre a criação da Comunidade dos Estados Independestes? Então, aproveita pra conferir o que são os Blocos Econômicos.

Fontes: Mundo Educação, Info Escola e Brasil Escola

Fonte imagem destaque: Sabedoria & Cia

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.