História

Socialismo utópico, o que é, quais suas ideias e seus filósofos

O Socialismo Utópico surgiu para buscar repensar o crescimento sem controle da Revolução Industrial, só que sem o uso da violência da luta de classe.

Atualizado em 13/03/2019

O Socialismo Utópico é considerado uma corrente do chamado pensamento filosófico socialista. Surgiu na primeira metade do século XIX, sendo uma reação aos princípios da Revolução Industrial.

Foi combatido pelos socialistas que vieram posteriormente, como Marx. Eles rotularam os Utópicos de burgueses, acusando-o de se afastarem do ideal.

No Socialismo Utópico, a sociedade ideal é uma realidade que se alcança através da mudança de consciência das pessoas.

Saiba o que foi Socialismo Utópico. Conheça suas ideias e seus filósofos

Contexto Histórico

No auge da Revolução Industrial, o trabalhador era extremamente explorado. Não havia distinção de idade, posto que crianças e idosos labutavam em jornadas excessivas.

Surge então o Socialismo Utópico pregando a igualdade social, só que sem a luta de classes. Eles tinham o propósito de resgatar os esquecidos ideais da Revolução Francesa. Proletariado e Burguesia chegariam à harmonia social pacificamente, alcançando a sociedade ideal.

Eles acreditavam que o próprio homem um dia alteraria seu modo de tratar os subordinados. Por isso eram considerados Utópicos esses pensadores.

À corrente aderiram grandes pensadores, filósofos e políticos da época, com destaque para o galês Robert Owen. Sobressaíram-se igualmente os franceses Saint-Simon, Charles Fourier e Leroux.

Saiba o que foi Socialismo Utópico. Conheça suas ideias e seus filósofos

O Surgimento do Socialismo Científico

O Socialismo Científico, ou Marxismo, foi uma corrente filosófica criada por Karl Marx (1818-1883) e Friedrich Engels (1820-1895). Eles propunham analisar de forma crítica e científica o sistema capitalista instituído.

Marx criticou duramente o Socialismo Utópico, posto que jamais poderia ser alcançado. Eles estavam assentados em ideias que, no fundo, tinham fundamento burguês.

O Socialismo Científico acreditava que uma sociedade mais justa e igual só se alcança pela luta armada. Seria preciso reformas profundas no sistema de produção, com a eliminação inclusive da propriedade privada. Como se vê, uma tese bem mais radical que a dos Utópicos.

Saiba o que foi Socialismo Utópico. Conheça suas ideias e seus filósofos

O choque das ideologias

Os Marxistas se autointitularam “Científicos”, tendo sido eles que batizaram os outros de “Utópicos”. Foi uma maneira depreciativa de rotulá-los, posto que utopia é algo fantasioso e fora da realidade. O termo foi inspirado no livro “Utopia”, de Thomas More, publicado no ano de 1516.

O Socialismo Utópico queria amenizar a dura realidade das diferenças sociais, só que num trabalho gradual. Já o Científico pregava o emprego da força para se chegar ao ideal, já que não acreditava na boa vontade humana.

Dentro das bases da Revolução Francesa, o Utópico pregava a razão, só que seus opositores queriam a força. O primeiro não chegou a ser empregado de fato, já o Marxismo fundamentou ditaduras sanguinárias, como a soviética.

Você curtiu conhecer um pouco mais sobre o Socialismo Utópico? Então leia também uma matéria sobre o que foi a Política do Big Stick.

Fonte: Significados, Wikipédia, Info Escola, Toda Matéria, Brasil Escola, Todo Estudo, Colunas Tortas, Mundo Educação, Meus Dicionários.

Fonte das imagens: WikipédiaPro Enem, Movimento Revista, Estudo do Direito.