Geografia

Abalos sísmicos – O que são, porque ocorrem e como são medidos?

Também conhecidos como terremotos, os abalos sísmicos são tremores de terra, geralmente causados pelo deslocamento de placas tectônicas.

Atualizado em 29/11/2019
Por Isadora Tristão

Abalos sísmicos são fenômenos naturais que fazem com que a superfície da Terra trema. Ou seja, é tremor produzido no interior da crosta terrestre. Igualmente conhecido como terremoto. Para que ocorra, são necessários vários fatores. Geralmente é causado pelo choque das placas tectônicas de profundidades variadas abaixo do solo.

Geralmente ocorrem vários tremores por ano, mas a grande maioria não é percebida. Isso porque a intensidade varia e, por causa disso, as consequências também. Podem gerar desde desconfortos, deslizamentos de terra, até grandes destruições como tsunamis.

Para medir em valores, é comumente utilizada a Escala Richter que calcula a quantidade de energia liberada. Bem como a Escala Mercalli-Sieberg, que percebe os prejuízos. Apesar de não ser possível prever a ocorrência desses abalos, locais próximos ao encontro de placas são mais propensos a esses fenômenos.

Abalos sísmicos - o que são, porque ocorrem e como são medidos?
Fonte: Sobre Geologia.

Fatores e consequências

Certamente, grande parte dos tremores são naturais da Terra. O processo de deslocamento das placas tectônicas acumula uma energia que é liberada na colisão ou deslizamento delas. Ou seja, acaba liberando energia por meio de ondas sísmicas.

Além do choque das placas terrestres, existem outros fatores que podem ser considerados causadores de abalos sísmicos. Por exemplo, deslocamentos de gases como o metano e as atividades vulcânicas. Uma grande quantidade de energia fica acumulada, sendo, portanto, expelida pelas fendas das rochas. Ou seja, essa liberação causa os terremotos.

Abalos sísmicos - o que são, porque ocorrem e como são medidos?
Fonte: Diário de Notícias.

Contudo, existe uma outra categoria: os sismos induzidos. Eles são resultados da ação humana como explosões, extração de minérios, de água ou fósseis. Tremores ainda podem ocorrer pela queda de edifícios. No entanto, a intensidade desses é bem menor do que de um abalo natural.

Independente da origem dos abalos sísmicos, suas conseqüências podem gerar grandes prejuízos e destruições. Podemos listar:

Medidas dos abalos sísmicos

Em suma, algumas regiões são mais suscetíveis a abalos sísmicos. Na América do Sul, as regiões da placa de Nazca e a placa Sul-Americana sofrem com esse fenômeno. Bem como em áreas de formação de novas placas no oceano Pacífico onde se localiza o Cinturão de Fogo. Assim, os terremotos geram falhas que podem variar entre centímetros e quilômetros.

Abalos sísmicos - o que são, porque ocorrem e como são medidos?
Fonte: Estudo Kids.

Para medir a intensidade dos abalos sísmicos, portanto, existem duas escalas. A mais utilizada, certamente, é a Escala Richter, criada pelo sismólogo Charles Francis Richter. Ela calcula a energia liberada e dimensiona um tremor de 0 a 9 graus, por meio de um sismógrafo.

A outra é a Escala Mercalli. Basicamente, ela considera extensão dos danos. Esta, aliás, se divide em 12 níveis.

Escala Richter

  • 0 – 1,9: Somente um sismógrafo pode captar;
  • 2 – 2,9: Pode ser sentido por pessoas e faz objetos pendurados balançarem;
  • 3 – 3,9: Pode ser sentido por pessoas e faz um efeito parecido com a passagem de um caminhão;
  • 4 – 4,9: Sentido por pessoas e chega a quebrar vidros;
  • 5 – 5,9: Provoca deslocamento de móveis e rachaduras nas paredes;
  • 6 – 6,9: Provoca dano em construções sólidas e destróis casas frágeis;
  • 7 – 7,9 – Desloca edifícios e causa rachaduras no solo;
  • 8 – 8,9: Causa destruição de pontes e construções;
  • 9 (ou mais) – Gera ondulações visíveis e causa destruição total.
Abalos sísmicos - o que são, porque ocorrem e como são medidos?
Fonte: Amazonas Total.

Escala de Mercalli

  1. Não sentido por pessoas;
  2. Sentido por pessoas em repouso ou em andares superiores de prédios altos;
  3. Vibração leve, mas faze com que objetos pendurados balancem;
  4. Vibração moderada, como a causada por máquinas fazendo terraplanagem. Basicamente, faz com que as janelas e louças chacoalhem e os carros balancem;
  5. Sentido por pessoas fora de casa e também capaz de acordar pessoas. Faz pequenos objetos, como quadros na parede caírem;
  6. Sentido por todos e provoca deslocamento de mobílias. Bem como quebra de louças e vidraças e rachaduras em rebocos;
  7. Percebido por pessoas que estão dirigindo. Há a dificuldade em permanecer de pé. Chaminés, ornamentos arquitetônicos e mobílias se quebram. Sinos de igrejas tocam. Provocam desde grandes rachaduras em rebocos e alvenarias, até o desabamento de algumas casas;
  8. Galhos e troncos se quebram. Solos úmidos sofrem rachaduras. Torres de água elevadas e monumentos são destruídos. Igualmente, construções de tijolos e madeira, obras de irrigação e diques sofrem graves danos;
  9. Há rachaduras em solos, causando crateras de areia. Desabamento de construções de alvenaria. Estruturas de concreto frágeis e tubulações subterrâneas sofrem danos;
  10. Desabamentos e rachaduras aparecem muito espalhadas no solo. Em suma, há destruição de pontes, túneis e algumas estruturas de concreto armado. Há danos na maioria das alvenarias, barragens e estradas de ferro;
  11. Solos sofrem distúrbios permanentes;
  12. Dano quase total. Por exemplo, a destruição de uma cidade inteira.
Abalos sísmicos - o que são, porque ocorrem e como são medidos?
Fonte: El Heraldo Austral.

Curiosidades

  • Terremotos entre 6,1 e 6,9 graus podem destruir tudo um raio de 100km;
  • Considerando que abalos sísmicos de 9 graus causam destruição total, então, um tremor de 12 graus dividiria a Terra ao meio;
  • Nas cidades de São Francisco (Estados Unidos) e Tóquio (Japão) existem construções que se adaptam às condições impostas pelos tremores. Mas os custos são extremamente elevados;
  • Medidas preventivas são extremamente caras, por isso, apenas países ricos podem realizá-las. Em localidades mais pobres que tendem a sofrer abalos sísmicos, os prejuízos financeiros são muito grandes;
  • O terremoto de maior intensidade já registrado ocorreu em 1960, no Chile, marcando 9,5 graus na escala Richter.

Gostou de aprender sobre abalos sísmicos? Então, vem ler sobre Geologia – o que é, o que estuda, para que serve e quais seus princípios?

Fontes: Só Geografia e Mundo Educação.

Imagem de destaque: Wikipédia.

Próxima página »