Geografia

Erosão: o que é, o que causa e quais as consequências para a Terra

A ocorrência da erosão é um processo natural no planeta e sempre existiu, mas a ação constante do ser humano vem agravando suas consequências e seu ritmo.

Atualizado em 26/05/2019

A Erosão é um sistema natural que desgasta o solo e as rochas, cujo material é levado para outros lugares. O homem pode interferir no ritmo desse desgaste com agressões ao meio ambiente ou práticas agrícolas incorretas.

Ela pode se dar por diversas maneiras, com pela ação da chuva, por obra do vento, sendo também verificada na região costeira e nas geleiras.

Mas seja lá qual for o processo natural que desencadeie a ação erosiva, ele pode ser agravado sempre pela prática humana.

Saiba o que é erosão: o que causa e quais as consequências para a Terra

Características da erosão

A erosão é chamada de física ou mecânica quando pedaços de rochas e solos se separam do todo, no chamado sedimento clássico. Mas há também a erosão química, em que o solo ou parte da rocha é removido pela dissolução feita pela água.

A erosão é formadora dos relevos, conquanto pode se dar pela atuação do vento, da água, da chuva, do clima etc. Mas o material que surge desse processo e é levado, pode ocasionar um grande mal natural, posto que assoreia rios e lagos. Pode também desencadear enchentes e até deslizamentos de terra.

Se o processo erosivo se intensifica, causa danos irreversíveis que se refletem na flora e fauna da região. E esse aumento da atividade erosiva tem ocorrido cada vez mais intenso pela interferência do ser humano. A crescente destruição das florestas, quer pelo desmatamento, quer pela queimadas, é um exemplo.

A agricultura desenvolvida de forma equivocada também é nociva, posto que esgota a terra e enfraquece o solo. A mineração atinge camadas profundas do terreno, sendo um processo irreversível e bastante agressivo. Outro exemplo de prática agressiva que há consequência erosiva está na urbanização intensa.

Saiba o que é erosão: o que causa e quais as consequências para a Terra

Tipos de erosão

A erosão pode ser resultante das chuvas, no que é chamada de pluvial, sendo que pode ocorrer de quatro tipos. A erosão de respingos, laminar, em sulcos e voçorocas. A erosão fluvial é aquela que se dá pela contínua corrente dos rios, riachos e outros cursos d’água, que escava os vales e provoca cortes no solo.

Já a ação erosiva na região costeira se dá pela ação da corrente marítima ou das ondas, só que a maré também é resultante. Se ela se dá pela reação química, no entanto, o material se desgasta pela ação dos solutos que estão nas correntes.

Na glacial, as geleiras são corroídas pelo atrito umas com as outras, pela remoção ou pelo empuxo do gelo. Mas pode ocorrer também de pedaços simplesmente se desprenderem e isso provoca rachaduras e outros danos.

Por fim, chamado eólico é o processo erosivo que atua principalmente em regiões áridas e semiáridas. O vento pode desgastar rochas trazendo partículas que se atritarão com seu corpo, formando verdadeiras esculturas.

Saiba o que é erosão: o que causa e quais as consequências para a Terra

As consequências da erosão

Quando grandes quantidades de terra deslizam para locais férteis, diminuem a probabilidade de geração de vida. Isso provoca a extinção da flora e, de consequência, a fauna deixa de existir. Se o material arrastado cair em lagos e rios, o soterramento põe fim à vida e a biodiversidade está comprometida.

Ainda que a terra não encubra o leito, turva a água e mata a flora aquática na falta de luz. E se não há algas, não haverá fotossíntese e, por conseguinte, faltará oxigênio na água, comprometendo a fauna.

Se ocorrer assoreamento, os leitos são preenchidos com excesso de sedimento e as chuvas causarão enchentes no entorno.

E se você achou interessante ler sobre a erosão, deve conhecer também a matéria que fala do extrativismo no Brasil: saiba onde é explorado e de que forma acontece.

Fonte: Wikipédia, Mundo Educação, Toda Matéria, Info Escola, Todo Estudo, Escola Kids, Brasil Escola, Geografia, Sua Pesquisa, Cola da Web.

Fonte da imagem: Info Escola, Info Escola, Wikipédia, Info Enem.