História

Teoria de Antônio Gramsci – Definição, ideologia e influência do filósofo

A Teoria de Antônio Gramsci retrata como a cultura causa importantes mudanças na sociedade. As ideias foram desenvolvidas a partir do marxismo.

Atualizado em 02/03/2020

Um dos filósofos mais influentes do mundo, Karl Marx, desenvolveu diversas teorias. Uma delas foi sobre a hegemonia cultural. A partir disso, muitos autores aperfeiçoaram conceitos a partir desse pensamento marxista. Um deles foi Antonio Gramsci. O filósofo desenvolveu a Teoria de Antônio Gramsci a partir dos pensamentos marxistas.

As ideias desenvolvidas pelos filósofos pós Marx estavam pautadas no desenvolvido da industria cultural. Além disso, discutiam a relação que esta estabelecia com a sociedade. Nesse sentido, questões como a influência e as relações de poder passaram a ser questionamentos em setores que englobavam a política e economia.

Assim, pegando a teoria de Marx, porém, a desenvolvendo com outra visão, Antônio Gramsci reproduziu pensamentos sobre a hegemonia cultural na Itália. Além disso, observou como a industrial cultural afetava as classes, os grupos de intelectuais e, por consequência, a produção de arte.

Teoria de Antônio Gramsci

A Teoria da Hegemonia Cultural acreditava que existia uma relação entre a estrutura e a superestrutura. Com o advento da indústria cultural, essa relação sofreu mudanças. Isso porque, vários outros aspectos influenciavam a concepção que foi desenvolvida por Marx. Dentre eles estavam a industrialização, por exemplo.

De acordo com a Teoria de Antônio Gramsci, a relação entre a superestrutura estava constantemente sendo influenciada pela estrutura. A partir disso, o indivíduo passa a ter uma associação divergente entre política e os meios de produção e a relação que há entre eles.

Teoria de Antônio Gramsci - Definição, ideologia e influência do filósofo
Gramsci entende o Estado como expressão do domínio de classe não só pela força, mas pelo “consentimento ativo” dos governados. Fonte: Blogspot

Visto isso, a hegemonia de ideias que antes estaria ligada à classe dominante, passa então fazer parte do proletariado. Isso porque, para que a revolução fosse de alguma forma alcançada, essa hegemonia de ideias precisava ser conquistada por meio do desenvolvimentos de ideologias.

Nesse sentido, Gramsci acreditava que para persuadir a classe dominada as autoridades utilizavam armas mais potentes que a violência. Aqui, o que ele discute, é a capacidade de envolver a massa por meios sofisticados de persuasão. Assim, Gramsci diz que a hegemonia cultural seria como uma “lavagem cerebral”.

Quem foi Antônio Gramsci?

Antônio Gramsci foi um filósofo marxista que desenvolveu o conceito da hegemonia cultural a partir de outra visão. Nascido no ano de 1881, na Itália, Gramsci criou obras tendo como base a cultura italiana e a história da humanidade.

Dessa forma, ele se absteve de pensamentos antes vistos como o idealismo e o positivismo e mergulhou em novas ideias. Grande parte de suas obras foram escritas enquanto estava preso. Gramsci foi capturado durante a ditadura de Stalin.

Teoria de Antônio Gramsci - Definição, ideologia e influência do filósofo
O Estado cria um trabalho de convencimento exercido pelos meios de comunicação de massa. Fonte: Acervo filosófico

Em síntese, suas obras foram editadas após sua morte e publicadas. Nesse sentido, umas das obras que merecem destaque é Cadernos do Cárcere. Na obra, Gramsci desenvolve conceitos como “intelectual orgânico” e “hegemonia”, dentro vários outros. Ao desenvolver o conceito de hegemonia, o filósofo tenta traçar uma linha diferente da que foi proposta por Marx.

Para Gramsci, a hegemonia estaria ligada estritamente à dominação da burguesia sobre a massa. Porém, essa dominação não seria por meios convencionais e muito menos pela obrigação de ideias. Assim, a partir de instrumentos de domínio como os meios de comunicação, por exemplo, a burguesia traçar caminhos para o que Gramsci chama de “lavagem cerebral”.

O que achou da matéria? Aproveita que já está aqui e corre pra conferir o que fala a Teoria das Cordas e a Teoria da Evolução.

Fontes: Info Escola, O Marxismo Cultural e Portal São Francisco

Fonte imagem destaque: Mundo Educação

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.