História

Tarsila do Amaral – Origem, fases, características e principais obras

Tarsila do Amaral foi uma artista plástica brasileira, que fez sucesso por todo mundo e foi uma das idealistas do movimento antropofágico.

Atualizado em 03/06/2020

Tarsila do Amaral foi uma importante artista plástica responsável por lançar o movimento “Antropofágico” no Brasil. Juntamente com os escritores Oswald de Andrade e Raul Bopp, a pintora se tornou influente, sobretudo, com a chegada de vários movimentos artísticos da modernidade.

A artista modernista se juntou a Anita Malfatti para marcar na história do Brasil a vida de duas talentosas mulheres pintoras e brasileiras. Seu primeiro passo para desenvolver sua técnica foi mudar-se para Barcelona, na Espanha e se dedicar aos estudos. A primeira obra de Tarsila foi pintada nos seus 16 anos de idade.

Biografia Tarsila do Amaral

Nascida, portanto, no dia primeiro de setembro em 1886, Tarsila do Amaral morou com seus 7 irmãos na sua cidade natal em Capivari, São Paulo. Vinda de família rica, cresceu em uma fazenda chamada São Bernardo. Seu avô, portanto, era dono de várias terras na região, terras pela qual seriam herdadas na geração seguinte da sua família.

Na infância e adolescência, a pintora estudo nas escolas Sion, ainda em São Paulo e, posteriormente, em Barcelona. Foi na sua estadia internacional que Tarsila registrou sua primeira obra de arte chamada “Sagrado Coração de Jesus”.

Após voltar para o Brasil teve, portanto, uma filha ao se casar com André Teixeira Pinto. A pequena foi nomeada Dulce e o casamento, no entanto, durou apenas 10 anos. Nesse tempo se dedicou a modelagem com o auxílio do escultor sueco, William Zadig.

O inicio do cursou foi extremamente importante para Tarsila, porque foi nesse momento que conheceu sua amiga  Anita Malfatti.

Semana da Arte Moderna

Tarsila do Amaral - Biografia e principais obras
Arteref

Ainda se aventurando-se no mundo da arte para aprimorar ainda mais sua técnicas, Tarsila do Amaral resolveu partir para Paris e estudar na Academia Julian, local especializado em pintura e escultura. A decisão tomada gerou muitos contatos para a artista plástica.

De volta ao Brasil, a Semana da Arte Moderna, em 122, foi palco de exibição de suas criações. O “Salão Oficial dos Artistas da França” recebeu pinturas importantes como, por exemplo, Abaporu com 85 cm x 73 cm de altura. Foi nesse período também que Tarsila conheceu Osvald de Andrade, seu novo companheiro de 1926 a 1930.

Os novos contatos, as novas experiências, as parcerias estabelecidas fez com o a pintora mergulhasse de cabeça nos movimentos modernistas até que, em 1965, em uma cirurgia mal sucedida acabou ficando paralitica. Por fim, seu falecimento é datado no dia 17 de janeiro de 1973, 8 anos após a tragédia.

Fases e Características

No total, foram mais de 270 quadros pintados por Tarsila do Amaral. Essas foram parte do movimento Pau Brasil (1924 – 1928) onde redescobriu as cores de Minas Gerais usando e abusando dessa forma de expressão.

Durante o período, a artista pintou, sobretudo, 3 obras importante: Morro da Favela (1924), O vendedor de frutas (1925) e Paisagem com touro (1925).

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
MORRO DA FAVELA – Fonte: Site Tarsila do Amaral

 

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
E.F.C.B. – 1924 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

 

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
CARNAVAL EM MADUREIRA, 1924 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

Movimento antropofágico (1928 – 1930)

A princípio, o Movimento Antropofágico foi um dos mais importantes registrados e foi onde Tarsila mais expôs suas obras. Abaporu, visto na imagem abaixo, O Ovo (1928), Floresta (1929), Sol Poente (1929) e muitas outras obras caracterizam esse tempo.

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
ABAPORU, 1928 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

 

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
A LUA, 1928 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
URUTU, 1928 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

Fase social (1933)

Por fim, em 1933, portanto, uma tela que representa uma porcentagem bem grande das características do movimento modernista foi Operários. Evidenciando protestos relacionados ao bem estar social, aos trabalhadores brasileiros, a pintura estampou as temáticas brasileiras e, acima de tudo, reivindicação de direito.

Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
OPERÁRIOS, 1933 – Fonte: Site Tarsila do Amaral
Tarsila do Amaral - quem foi , o que fazia, relevância cultural, principais obras
SEGUNDA CLASSE, 1933 – Fonte: Site Tarsila do Amaral

Gostaria de saber mais sobre arte? Então leia sobre A semana da arte moderna.

Fonte: Toda Matéria, InfoEscola, Site Tarsila do Amaral. EBiografia, BBC,

Fonte imagens: Site Tarsila do Amaral, Toda Matéria.