Geografia

Bacias hidrográficas – O que são, principais tipos, divisão e características

O Brasil é conhecido por suas riquezas hídricas, possui doze bacias hidrográficas, incluindo a do Rio Amazonas: a maior do mundo.

Por Ariana Lobo

-

As bacias hidrográficas são definidas como áreas de drenagem de um rio e seus afluentes. Ou seja, são a unidade territorial de uma determinada região, onde existe um rio principal e seus afluentes, delimitada por elevações topográficas.

Desse modo, as estruturas de relevo (como montanhas, serras e chapadas) são o que separam as bacias hidrográficas entre si. Essas estruturas são chamadas de divisores de água. Assim, por conta dos desníveis do território, as águas escoam para um mesmo sentido, acumulando-se na região mais baixa da região topográfica.

Normalmente, a bacia hidrográfica de uma determinada região recebe o nome do maior rio existente no território. As bacias hidrográficas são, dessa forma, extremamente importantes para a manutenção dos biomas.

Isso porque, são utilizadas para o consumo humano, para atividades ligadas ao agronegócio, bem como para a indústria.

Utilidade das bacias hidrográficas

Bacias hidrográficas: o que são? Quais são as principais do Brasil?
Irrigazine

As águas das bacias hidrográficas podem ser utilizadas de diferentes formas. Elas contribuem grandemente, portanto, para a vida e alimentação dos seres humanos. O uso, entretanto, depende da área onde se encontra cada bacia.

O uso mais frequente é o abastecimento de água nas casas da população, ou seja, a canalização para uso humano. No mais, a água das bacias hidrográficas pode ser utilizada também para a irrigação de áreas de plantação.

Essa atividade é, inclusive, bastante significativa no Brasil, tendo em vista que somos um país com grande área destinada para plantação de alimentos.

Além disso, a água das bacias hidrográficas pode ser utilizada também para atividades industriais, bem como para a agropecuária.

Importante salientar, desse modo, que a agropecuária é a atividade que mais consome os recursos hídricos do país, destinados para a produção de carne.

Outro uso importante é a produção de energia elétrica por meio das hidrelétricas. A hidroeletricidade precisa, assim, de grandes áreas alagadas.

Divisão das bacias hidrográficas

Bacias hidrográficas: o que são? Onde estão as principais regiões hidrográficas do Brasil?
Instituto Claro

As bacias hidrográficas são divididas em seis partes principais, também chamadas de elementos básicos ou de estrutura da bacia. São elas: nascente, rio principal, divisor de águas, afluentes e foz/exutório. Vejamos cada uma delas com detalhes:

  • Nascente: É onde a bacia hidrográfica se origina. Normalmente, é o local mais alto do território.
  • Rio principal: É o rio que contém maior extensão e apresenta maior volume d’água do território. Os rios menores desaguam nele, abastecendo-o.
  • Divisor de águas: Montanhas, morros, serras e afins, ou seja, são as estruturas mais elevadas do relevo, que separam as bacias hidrográficas entre si.
  • Afluentes: São os rios menores que abastecem o rio principal. As bacias hidrográficas normalmente possuem vários afluentes.
  • Subafluentes: Pequenos rios, de pouca vasão, que abastecem os afluentes. São, em muitos casos, nascentes e, por isso, têm grande importância, pois abastecem toda a bacia.
  • Foz/exutório: É a parte final da bacia hidrográfica. É o ponto no qual ela desagua no oceano, em uma bacia hidrográfica maior, em algum outro rio ou lago.

Tipos de bacias hidrográficas

Agência de notícias do Paraná

Nem todas as bacias hidrográficas são iguais. Elas se dividem, normalmente, por sua utilização. Mas também podem ser definidas pelo tipo de relevo do território, bem como por tamanho e volume de água. Vejamos abaixo quais são os tipos de bacias hidrográficas:

Exorreicas: são as bacias hidrográficas que desaguam em mar aberto. Esse é o tipo mais comum no nosso país.

Endorreicas: são as que não chega ao mar aberto. Desse modo, são aquelas que desaguam em regiões fechadas, como lagos.

Arreicas: são as que não desaguam em um lugar específico. Elas podem, portanto, se perder no meio do caminho, se infiltrar no solo, bem como podem evaporar.

Criptorreicas: são as que se infiltram no solo, rumo ao interior do planeta, alimentando rios subterrâneos, cavernas e grutas.

Áreas hidrográficas do Brasil

Bacias hidrográficas: o que são? Onde estão as principais regiões hidrográficas do Brasil?
Mundo Educação

Devido a grande extensão territorial do Brasil, bem como sua riqueza hídrica, existem muitas regiões hidrográficas no país.

De acordo com o IBGE, ao todo, possuímos 12 bacias hidrográficas em nosso território. As mais importantes, entretanto, são cinco: Amazonas, Tocantins-Araguaia, Platina (que engloba regiões do Paraná, Paraguai e Uruguai), Paraná e São Francisco.

Vamos conhecer melhor sobre as principais:

Bacia do Rio Amazonas

Ocupa quase a metade do território brasileiro e é considerada a maior bacia do mundo. Tem o nome do maior rio presente na bacia: rio Amazonas. Entretanto, esse rio não é apenas o maior dessa bacia, como também é o maior do mundo.

Essa bacia extrapola as fronteiras brasileiras e alcança países como Peru, Venezuela, Bolívia, Suriname e Equador, bem como as duas Guianas.

No Brasil, ela ocupa sete estados, sendo eles: Amazonas, Acre, Pará, Rondônia, Roraima, Amapá e Mato Grosso. Sozinha, essa bacia hidrográfica conseguiria gerar energia para abastecer não somente o Brasil, como também o restante do planeta.

Bacia do Rio Tocantins-Araguaia

Em se tratando de bacias hidrográficas totalmente brasileiras, essa é a maior do país. O rio principal dessa bacia é o Tocantins, mas seu principal afluente, Araguaia, também é bastante volumoso e extenso.

É onde se encontra a usina de Tucuruí, a terceira mais potente em produção de energia no país. Alcança seis estados: Goiás, Distrito Federal, Tocantins, Mato Grosso, Maranhão e Pará.

Bacia do Rio Paraná

Ecoa

Essa é a segunda bacia mais potente em produção de energia do país. Ela é formada pelo rio Paraná e seus afluentes e abrange sete estados brasileiros: Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Goiás, Paraná, São Paulo, Santa Catarina e Distrito Federal.

Nessa bacia é onde se encontra a maior usina hidrelétrica do mundo atualmente: a usina de Itaipu.

Bacia do Rio São Francisco

Essa bacia alcança sete estados brasileiros, sendo eles: Mias Gerais, Sergipe, Alagoas, Goiás, Bahia, Pernambuco e Distrito Federal. É de extrema importância para a região do nordeste brasileiro não apenas por questões econômicas e de sobrevivência, mas também pelo valor cultural.

Bacia Platina

Por fim, formada pelos rios Paraná, Paraguai e Uruguai, sua foz é o rio Prata, no Uruguai. É, portanto, a segunda maior bacia, em se tratando de extensão, do território brasileiro.

Fontes: Brasil Escola, Mundo Educação, Agência Nacional de Água e Saneamento Básico, Agrisustentável.

Imagens: Mundo Educação, Sengece.org, Irrigazine, Instituto Claro, Agência de notícias do Paraná e Ecoa

Próxima página »