Física & Química

Carbono, o que é? Características, onde é encontrado e ligações

O carbono é um elemento químico, símbolo C, número atômico 6, massa atómica 12 u. A saber que é um elemento de extrema importância para todos.

Atualizado em 06/05/2020
Por Vitor Hugo!

Situado no 2º período da tabela periódica, o Carbono é um elemento pertencente a grupo 14, mais conhecida como família do carbono. Derivado do latim, significa carvão e pode ser vegetal, ou animal. Seu símbolo na tabela periódica é representado pela letra C e trata-se, portanto, de um elemento não-metal.

Sua maior peculiaridade está no fato de que o carbono consegue se conectar consigo mesmo e formar grandes cadeias, chamadas cadeias carbônicas. Além disso, pode se conectar com qualquer elemento da tabela periódica.

Boa parte do carbono pode ser encontrado na natureza, ou seja, origina-se de compostos orgânicos. No entanto, não é somente encontrado ali. Ligando-se ao cálcio, magnésio e ferro é capaz de compor superfícies rochosas.

Características

Carbono - O que é? Tudo sobre esse elemento químico
Fonte: Brasil escola

Uma característica fundamental do carbono é que ele é tetravalente, ou seja, precisa fazer 4 ligações para ficar estável. Pode, também, fazer ligações simples, duplas e triplas. Não é difícil de entender, vamos as explicações de cada uma dessas classificações. Primeiro, carbono saturado possui somente ligações simples, já o insaturado consegue fazer duplas, ou até triplas ligações. Simples, não é?

A classificação de cadeias é um pouquinho mais extensa, mas não impossível. As cadeias carbônicas podem ser de 4 tipos: primaria, secundária, terciária e quartenária. Basicamente, todas essas posições estão relacionadas aos átomos. Primeiro, 1 ou nenhum átomo, segundo, 2 outros átomos, terceiro, 3 outros átimos e, finalmente, quarto a 4 outros átomos.

Carbono - O que é? Tudo sobre esse elemento químico
Fonte: Brasil escola

Dessa forma, podemos compreender uma curiosidade: as ligações carbônicas submetidas a grandes pressões dão origem a pedra preciosa de maior valor, o diamante. Entretanto, outro mineral advindo desse componente químico, não menos importante, é o grafite. Sim! Aquele que você costuma usar no seu lápis.

Contudo, tanto o diamante como o grafite estão dentro de um outro segmento chamado alotrópico. Esse fenômeno está associado a quantidade de átomos das moléculas e a sua estrutura geométrica. Alotropia nada mais é do que a formação de uma ou mais substâncias simples.

Essas preciosidades estão localizadas em vários lugares do mundo como no continente africano, no Canadá, no Brasil e na Sibéria. Você já parou para pensar por que somente nessas regiões? Simples, porque são geologicamente antigas. Uma forma simples de identificar onde, provavelmente, tem diamante é através do nascimento de uma planta que se chama Pandanus candelabrum. Interessante, não é? Isso, pelo simples fato de que o vegetal brota em solos de origens vulcânicas, portanto, fonte de carbono.

Carbono - O que é? Tudo sobre esse elemento químico
Fonte: Infoescola

Uso Industrial do Carbono

Carbono - O que é? Tudo sobre esse elemento químico
Fonte: LAGEFI

Na industria, uma das principais funções do carbono são os hidrocarbonetos. Exemplos palpáveis são as ligações feitas do aço e do ferro. Mas, não poderíamos imaginar que o carbono também é usado nos sistemas de purificação e filtração de água. Isso acontece, porque o elemento absorve as impurezas existentes ao passarem pelos grãos de carvão.

Já na industria farmacêutica é utilizado, por exemplo, na confecção de medicamentos direcionados ao sistema digestivo, combate gases e auxilia na desintoxicação. Outro modo de encontrar carbono são nos combustíveis fósseis, biodegradáveis ou não. Da utilização em usinas energéticas a produção de jóias, esse composto pode estar presente em lugares extremamente desconhecidos, mas presente no cotidiano.

Carbono na fotossíntese

Carbono - O que é? Tudo sobre esse elemento químico
Fonte: Blog do enem

Esse ciclo é a tecla mais batida em relação ao elemento. Os seres orgânicos como plantas e autótrofos inspiram gás carbônico, gerando  e expirando açucares e oxigênio para a atmosfera. Ai está a imensa importância das plantas para melhorar a qualidade de vida do planeta. Os seres humanos e os animais fazem completamente o contrário, isto é, inspiramos oxigênio e soltamos gás carbônico.

Essa relação deve ser mantida em equilíbrio, ou seja, na mesma intensidade que expiramos o gás, esse ar deve ser transformado em oxigênio. Esse processo é nomeado como biogeoquímica, pois transforma o gás carbônio inorgânico em orgânico.

Por fim, leia também sobre o Concentração de soluções – O que é, tipos e conceitos.

Fonte: Brasil escola, Infoescola, Toda matéria , Mundo Educação , Carbono America, BBC News, Dá uma Força, Globo Educação,

Imagem de destaque: Guia do estudo

Próxima página »