Biologia

Digestão, o que é? Definição, como acontece e principais órgãos

A digestão é um conjunto de processos físicos e químicos que fazem com que os alimentos sejam reduzidos e absorvidos pelo organismo.

Atualizado em 01/10/2020

O corpo humano passa por diversos processos para manter tudo em ordem e funcionamento. Entre eles, está o processo de digestão, responsável por realizar a transformação dos alimentos para que possam ser absorvidos pelo organismo.

Em síntese, o sistema que compõe o aparelho digestivo humano é formado pela boca, faringe, esôfago, estômago, intestino e ânus.

Todo o processo do sistema digestivo é importante, inclusive a sua função de fazer com que os nutrientes presentes nos alimentos consumidos pelas pessoas cheguem até as células do corpo.

Início do processo de digestão

Inicialmente, o processo digestivo começa pela boca. Esse órgão é responsável por realizar o processo de mastigação que faz com que os alimentos sejam reduzidos, causando a digestão química dos carboidratos.

Em seguida, os dentes trituram o alimento e, com a ajuda da língua, envolvem os pedaços triturados com a saliva.

Ciência Natural

Em suma, esse processo inicial de digestão é conhecido como Digestão Mecânica. Além da mastigação, o processo digestivo inicial é composto pela deglutição e, também, pelo movimento que ocorre no tubo digestivo, chamado de movimentos peristálticos ou peristaltismo.

Todo o conjunto desenvolve sua importância no processo e uma parte complementa a outra. Por exemplo, é a saliva que facilita a passagem dos alimentos pelo tubo digestivo. Com o processo de mastigação e salivação concluído, forma-se o bolo alimentar que é deglutido.

Contudo, o processo de deglutição se faz no palato mole, onde o alimento é retraído para cima. Dessa forma, a língua consegue jogar o alimento dentro da faringe ao empurrá-lo para trás. A partir disso, a faringe se contrai e o bolo alimentar é direcionado para o esôfago.

Destino do alimento na digestão

Através dos movimentos peristálticos (permite que o alimento transite pelo nosso tubo digestório), o alimento consegue chegar ao estomago.

Em suma, é nesse órgão o lugar onde o bolo alimentar, através das substâncias presentes no suco gástrico, passa por novas ações químicas.

Mega Curioso

Todavia, os movimentos peristálticos também têm a funcionalidade de fazer com que o bolo alimentar se misture ao suco gástrico. Esse processo transforma o bolo alimentar em um líquido pastoso, denominado quimo.

Seguindo o processo de digestão, o quimo se transfere para o intestino delgado. A ação das substâncias que são produzidas pelo pâncreas e pelo fígado são as responsáveis pela absorção dos nutrientes presentes nos alimentos.

Após concretizar todo o processo no intestino delgado, o alimento segue para uma das últimas etapas. É no intestino grosso onde acontece o encerramento da digestão. Isso porque, ocorre a finalização da absorção de água que se inicia no intestino delgado.

Digestão, o que é? Como acontece? Os principais órgãos
Dr Rafael Sato

O último ponto que define a fase final da digestão é a produção das fezes. Em síntese a produção das fezes ocorre em consequência dos materiais não foram digeridos.

As fezes ficam acumuladas na parte final do intestino grosso, chamado de reto. Elas são empurradas, através dos movimentos peristálticos, até saírem pelo canal do ânus.

Enzimas digestivas

Bio Blog

Outra substância que faz parte do processo digestivo é conhecido como enzima. Em suma, o corpo humano produz diversos tipos de enzimas, cada uma delas capazes de digerir determinadas espécies de moléculas que estão presentes nos alimentos.

Entre as enzimas mais conhecidas estão as amilases – que agem sobre as moléculas de amido, as proteases – que tem função determinante sobre as proteínas e também as lipases – que são enzimas capazes de digerir os lipídios

Entretanto, alguns alimentos apresentam características e substâncias que impedem que as enzimas façam digestão. Um exemplo muito conhecido é o milho que sai inteiro nas fezes.

Isso acontece porque o corpo  não produz a enzima da celulase, responsável por digerir a celulose presente nas fibras vegetais.

Regiões do intestino delgado

O intestino delgado é um dos locais mais importantes do processo digestivo. Em síntese, possui duas regiões que são importantes para a assimilação dos nutrientes presentes nos alimentos, são elas: o duodeno e o jejuno-íleo.

Digestão, o que é? Como acontece? Os principais órgãos
National Cancer Institute

Nesse ínterim, o duodeno recebe as secreções que são lançadas pelo fígado e pâncreas. Ele age em ação conjunta com o suco entérico ou intestinal (secreção com enzimas responsável por completar a digestão de lipídios, proteínas e carboidratos) e atua sobre a quimo.

Em suma, o processo realizado pelo duodeno produz um líquido viscoso de cor branca, denominado de quilo, que segue para o jejuno-íleo.

Nesta região, os nutrientes resultantes do processo de digestão são absorvidos pelo sangue e distribuídos para as células do organismo. As substâncias que não são absorvidas seguem seu curso rumo ao intestino grosso.

O que achou da matéria? Se curtiu, confira também nosso texto sobre Sistemas do corpo humano – Definição, principais órgãos e características

Fontes: Toda Matéria, Globo Educação, Biologia Net

Imagens: Ciência Natural, Mega Curioso, Dr Rafael Sato, Bio BlogClinica factum, National Cancer Institute