História

Bandeirantes, quem foram? Contexto histórico e importância

A partir do século XVII, os Bandeirantes participaram de expedições pelo interior do Brasil em busca de pedras preciosas, além de povoarem áreas até então desconhecidas.

Por Rafael Braga

-

Os Bandeirantes foram exploradores do território brasileiro entre os séculos XVI e XVII. Descendentes diretos de europeus, sobretudo dos portugueses, os Bandeirantes foram responsáveis por expandir e conquistar os limites territoriais da coroa portuguesa.

Todavia, eles dilataram as fronteiras propostas pelo Tratado de Tordesilhas e, por meio das chamadas bandeiras e entradas, desbravaram regiões de mata densa e úmida, povoada por indígenas e caboclos.

O verdadeiro papel deste grupo na história do país ainda levanta discussões que colocam em cheque seu status de heróis e os transforma em vilões, por suas práticas e métodos de conquista.

Contexto histórico

Durante a segunda metade do século XVII, o Império Português passava por um momento de crise econômica na Europa. Como resultado disso, suas posses ultramarinas na América e África sofriam com investidas de outras nações.

Bandeirantes, quem foram? Contexto histórico e importância
Rádio Peão Brasil

Para tentar sair desse cenário, a coroa estimulou a busca por metais preciosos nas suas colônias. Neste panorama surgiram os Bandeirantes, que entraram no interior do país por meio de expedições chamadas bandeiras e entradas.

Sempre equipados com coletes, armaduras, pistolas, espingardas, bacamartes, espadas, lanças e outros instrumentos de guerra, os ambiciosos Bandeirantes atuaram na captura de escravos fugitivos, na destruição de quilombos e no aprisionamento de indígenas.

Além disso, também agiram mapeando e povoando territórios, sempre em busca de pedras e metais preciosos.

Bandeiras e Entradas: o que eram?

Antes de mais nada, bandeiras e entradas eram dois tipos de expedições das quais os Bandeirantes participavam.

Sua diferença é que, enquanto as entradas eram expedições oficiais (organizadas pela coroa) e que respeitavam os limites do Tratado de Tordesilhas, as bandeiras eram expedições de caráter particular e, em suma, eram mais violentas.

expedições bandeiras
Reedit

Ambas tinham como objetivo explorar o território sempre na busca por suas potencialidades econômicas, além de buscar mão de obra indígena, escravizando-os, por exemplo.

A ação devastadora dessas expedições também funcionou localizando e destruindo quilombos formados por negros e indígenas que haviam fugido de núcleos coloniais.

Importância dos Bandeirantes para o Brasil

A figura dos Bandeirantes é cercada de romantismo por toda a ideia inicial de desbravar o país em busca de suas potencialidades naturais. A exploração de metais preciosos, a exploração de mão de obra escrava e o aprisionamento de indígenas, levantam questões acerca de seu principal papel na história.

fundação cidade
Fundação da Vila de São Vicente

Mas, é preciso destacar que, por meio das bandeiras e entradas que aconteceram neste período, muitas cidades acabaram por surgir.

Partindo do litoral, mais precisamente de São Vicente, foram responsáveis pela criação das vilas de Itanhaém, Iguape, Paranaguá, Laguna e Desterro, por exemplo.

Por outro lado, a exploração do sertão deu origem a importantes e conhecidas cidades como Cuiabá, Vila Rica, Diamantina, Sabará e Mariana, por exemplo.

Bandeirantismo

No final do século XVII, as expedições descobriram regiões ricas em ouro. Mais precisamente, em 1695, deu-se a primeira descoberta de ouro no local onde se encontram hoje as cidades de Caeté e Sabará.

Bandeirantes, quem foram? Contexto histórico e importância
Fonte: Aventuras na História

Outras entradas e bandeiras também foram responsáveis pela descoberta de ouro e outras preciosidades nas regiões dos estados de Mato Grosso e Goiás.

Com todas essas descobertas, o bandeirantismo estabeleceu uma nova etapa nas relações econômicas coloniais, porém, o controle e as reformas exercidas por Portugal fizeram com que este tipo de exploração já não tivesse mais tanta importância.

Entretanto, os Bandeirantes que mais se destacaram nessa empreitada foram Antônio Raposo Tavares, Domingos Jorge Velho, Morais Navarro, Manuel Borba Gato, Bartolomeu Bueno da Silva, Pascoal Moreira Cabral e André Fernandes.

Sua bravura e contribuição para o desenvolvimento das cidades brasileiras tem marcas até os dias de hoje. Prova disso são as inúmeras homenagens prestadas a eles em rodovias, avenidas, praças e ruas da cidade de São Paulo.

O que achou da matéria sobre os Bandeirantes? Se gostou, leia também: Guerra dos Emboabas – História, principais causas e consequências.

Fontes: Info Escola, Toda Matéria, Estado de Minas, Educação Uol

Imagens: Folha de S.Paulo, Rádio Peão Brasil, Reedit,

Próxima página »