História

Tratado de Tordesilhas: o mundo dividido entre portugueses e espanhóis

O Tratado de Tordesilhas foi um acordo entre os reinos de Portugal e Espanha e dividiu o mundo entre os dois. O Brasil foi riscado ao meio.

Atualizado em 27/12/2019

Em 7 de junho de 1494 foi assinado o Tratado de Tordesilhas. Era um acordo entre Dom João II, de Portugal, Isabel I de Castela e Fernando II de Aragão.

Apesar de o documento ter sido o resultado das recentes descobertas das viagens do navegador genovês Cristóvão Colombo, para entender por completo sua relevância histórica é necessário ter em mente acordos prévios feitos entre as potências ibéricas.

Os acontecimentos que antecederam o Tratado de Tordesilhas

Já no século XIII, portugueses e espanhóis disputavam o domínio da costa atlântica africana, para garantir passagem para a Índia. Buscavam todos ficar independentes do Mar Mediterrâneo, que era dominado pelos turcos otomanos.

Ocorre que cresceu muito a influência espanhola naquela direção, o que gerou conflitos comerciais e rivalidade política.

Depois vieram a exploração marítima portuguesa e Cristóvão Colombo descobriu um novo continente em 1492.

O Tratado de Tordesilhas dividiu o mundo entre portugueses e espanhóis

Temendo um conflito, os espanhóis cederam à pressão de Portugal. Por intermédio do Papa Alexandre VI, foi assinada a Bula Inter Coetera, em 1493. Ela estabelecia uma linha imaginária que estaria a cem léguas a oeste das Ilhas de Cabo Verde.

A parte leste do meridiano seria dos portugueses e a parte oeste, dos espanhóis. Naquele tratado o interesse de Portugal era somente o de assegurar seu comércio pela costa da África.

A assinatura do novo acordo

Quando se confirmou que Colombo havia mesmo descoberto um novo continente, foi preciso renegociar.

Para ampliar a área de exploração portuguesa no Novo Mundo, foi assinado o Tratado de Tordesilhas. A linha imaginária passou a ser traçada a 370 léguas a oeste das Ilhas de Cabo Verde.

O Tratado de Tordesilhas foi um importante marco na demarcação de territórios, apesar de ser difícil sua aplicação.

Portugueses e brasileiros não respeitaram o tratado e com o tempo avançaram sobre terras espanholas.

Os espanhóis não impediram o avanço de Portugal sobre suas terras ao sul, pois deram preferência às terras que estavam ao norte, oeste e ao sul do Brasil.

O Tratado de Tordesilhas dividiu o mundo entre portugueses e espanhóis

As outras nações europeias não gostaram da divisão de terras, pois abrangiam apenas Portugal e Espanha. Então organizaram expedições marítimas com a finalidade de explorar o território brasileiro.

Os portugueses então enviaram Martinho Afonso ao Brasil, a fim de que ele fundasse o primeiro centro de exploração colonial (1530).

Curiosidades sobre o Tratado de Tordesilhas

Se o acordo fosse definitivo, o território brasileiro seria bem menor, cerca 3 milhões de metros quadrados. Ocorre que os portugueses foram avançando suas conquistas e hoje o Brasil é considerado o 5° país mais extenso do mundo.

Na atual configuração do Brasil, podemos definir a linha de Tordesilhas, traçada em 1494: de Belém, no Pará, à cidade de Laguna, no estado de Santa Catarina.

Se você gostou de ler sobre o Tratado de Tordesilhas, não pode deixar de conhecer também o Brasil pré-cabralino, que era o Brasil antes dos portugueses.

Fonte: Info Escola, Toda Matéria, Estudo Prático, História do Brasil, Nova Escola, História do Brasil.