Biologia

Sistema ABO, o que é? Definição, tipos sanguíneos e compatibilidade

O sistema ABO divide os grupos sanguíneos em tipos A, B, AB e O, através da existência ou não de certas substâncias nas hemácias e membranas.

Atualizado em 19/08/2020

O sistema ABO, determinado por Karl Landsteiner e Alfred Von em 1900, divide os grupos sanguíneos em tipos A, B, AB e O.

Essa divisão mostra a compatibilidade entre os tipos de sangue, por conta da presença ou não de aglutinogênios e aglutininas nas membranas e hemácias, respectivamente, determinando os alelos múltiplos na espécie humana.

Em 1900, o médico austríaco Karl Landsteiner (1868 – 1943) observou que, quando amostras de sangue de pessoas diferentes eram misturadas, ocorria a aglutinação das hemácias. Assim, Landsteiner deduziu que os sangues não eram compatíveis e, por isso, algumas pessoas morriam após as transfusões.

Dessa forma, Landsteiner definiu o sistema ABO com os fenótipos A, B e O. O fenótipo AB foi descrito alguns anos depois, por Alfred Von Decastello.

Mas afinal, como funciona o sistema ABO? Vamos descobrir!

Tipos de sangue

Dentro do sistema ABO existem quatro tipos de sangues, conforme foi mostrado acima: A, B, AB e O.

Essa classificação é dividida a partir da presença ou não de aglutinogênios na membrana das hemácias e pela presença ou não de aglutininas no plasma sanguíneo.

hemácias no sangue
Fonte: Significados

Aglutinogênios e aglutininas

Existem dois tipos de aglutinogênios (A e B) e dois tipos de aglutininas, (anti-A e anti-B). Ou seja:

  • Os sangues tipo A, possuem aglutinogênios A em suas hemácias e aglutinina anti-B no plasma.
  • Os sangues tipo B, têm aglutinogênios B nas hemácias e aglutininas anti-A no plasma.
  • Sangues tipo AB não possuem aglutinina no plasma, mas têm aglutinogênios A e B em suas hemácias.
  • Já os sangues tipo O, têm aglutininas anti-A e anti-B no plasma, mas não há aglutinogênios em suas hemácias.
tabela de reação dos grupos sanguíneos do Sistema ABO
Tabela de reação dos grupos sanguíneos do Sistema ABO – Fonte: Educação Globo

Codominância

Codominância acontece na condição em que o heterozigoto apresenta as características determinadas por ambos os alelos. Dessa forma, o Sistema ABO é um exemplo de codominância, visto que, existem três alelos diferentes para um único gene.

Esses alelos ( Iᴬ, Iᴮ e i) são a representação dos aglutinogênios e aglutininas no sangue.

  • Iᴬ — representa o aglutinogênio A;
  • Iᴮ — representa o aglutinogênio B;
  • i — representa a ausência de aglutinogênio.

Entre os alelos Iᴬ e Iᴮ não existe dominância, entretanto, são dominantes no alelo i.

polialelia
Fonte: Descomplica

Compatibilidade no sistema ABO: quem doa para quem?

Sabendo os alelos e suas codominâncias, é possível determinar a compatibilidade sanguínea entre os tipos existentes, sendo. Sendo assim, as transfusões de sangue podem ser realizadas com base na compatibilidade sanguínea, para que não haja rejeição entre os tipos de sangue.

Quem doa para quem no sistema abo
Quem doa para quem – Ilustração: Designua / Shutterstock.com

Dessa forma, a compatibilidade no sistema ABO é formada por:

Sangue tipo A

Não pode doar para tipo B e O, pois as hemácias seriam atacadas pelas aglutininas anti-A, mas possui anticorpos contra o sangue tipo B. Por conta disso, doam para tipos A e AB.

Sangue tipo B

Contém anticorpos contra o sangue tipo A, sendo assim,  o sangue tipo B doa para tipos B e AB, mas não pode doar para tipo A e O. Isso porque, suas hemácias seriam atacadas pelas aglutininas anti-B;

Sangue tipo AB

Receptor universal, não possui anticorpos contra nenhum tipo de sangue. Com isso, pode receber doação de todos os tipos. No entanto, pode apenas doar sangue AB, pois possui aglutinogênios A e B em suas hemácias;

Sangue tipo O

Recebe doação apenas do sangue tipo O, pois apresenta aglutinina anti-A e anti-B. Porém, são doadores universais, pois não possui aglutinogênios nas hemácias.

Transfusão

Nesse sentido, saber a compatibilidade sanguínea é importante para evitar a ocorrência de aglutinação das hemácias. Ou seja, as aglutinações são uma espécie de coágulos que se formam a partir do acúmulo das células sanguíneas. Quando isso ocorre, os capilares sanguíneos são obstruídos e a passagem de sangue é interrompida.

O que achou da matéria? Se gostou, leia também Cortisol, o que é? Definição, como é liberado e efeitos no organismo

Fontes: Brasil Escola, Só Biologia, Toda Matéria.

Imagens: Acredite ou Não, Significados, Descomplica, Educação Globo e Info Escola