Geografia

Por que a industrialização no Brasil começou tão tarde?

A industrialização no Brasil começou mais tarde que muitos países e isso se deve à forma como se deu nossa colonização por Portugal.

Atualizado em 03/01/2020

A industrialização no Brasil foi historicamente tardia ou retardatária, sendo considerado um país emergente ou em desenvolvimento.

Enquanto a Europa vivia sua Primeira Revolução Industrial, o Brasil ainda estava no regime de economia colonial.

Histórico da industrialização brasileira

Enquanto o Brasil foi colônia de Portugal, esteve impedido de se desenvolver industrialmente (1500 a 1822). A metrópole proibia o estabelecimento de fábricas, a fim de que os brasileiros consumissem os produtos manufaturados portugueses.

Após a chegada da Família Real (1808) e a Abertura dos Portos às Nações Amigas, o Brasil passou a ser dependente dos produtos ingleses.

Apenas no final do século XIX o Brasil começou a se desenvolver industrialmente. É que os cafeicultores de São Paulo e Rio de Janeiro passaram a investir em fábricas simples.

Eram indústrias de tecidos, calçados e outros produtos de fabricação menos trabalhosa. A mão de obra usada era formada por imigrantes italianos.

A Industrialização no Brasil começou tardia por causa da colonização

Com Getúlio Vargas a indústria se impulsiona

No primeiro governo de Getúlio Vargas (1930-1945), a indústria brasileira deu um grande impulso. A intenção era evitar que o Brasil ficasse na dependência de outros países.

Vargas mandou editar leis voltadas para a regulamentação do mercado de trabalho, assim como medidas protecionistas e investimentos em infraestrutura.

Com isso a indústria nacional cresceu muito nas décadas de 1930-40, porém concentrou a população na Região Sudeste. É que o desenvolvimento ficou restrito às cidades locais.

O final da Segunda Guerra Mundial também foi bom para o Brasil, já que as indústrias europeias estavam arrasadas. O Brasil exportou muitos produtos para o velho continente.

Mas foi com a criação da Petrobras (1953), que o salto industrial se efetivou. O Brasil passou a produzir gêneros derivados do petróleo, por exemplo, borracha sintética, tintas, plásticos, fertilizantes etc.

A Industrialização no Brasil começou tardia por causa da colonização

No Período JK vieram as montadoras de veículos

No governo de Juscelino Kubitschek (1956 -1960) foi aberta a economia para o capital internacional, atraindo indústrias multinacionais.

Nesse período foram instaladas no Brasil as montadoras de veículos internacionais, a saber, Ford, General Motors, Volkswagen e Willys.

Essas ações de Juscelino Kubitschek elevaram a industrialização do país, com um aumento do Produto Interno Bruto (PIB) anual em 7%.

O final do século XX e os dias atuais

Durante as décadas de 1970, 1980 e início de 1990, a industrialização do Brasil cresceu menos devido à crise econômica.

A abertura comercial de Fernando Collor atrapalhou o crescimento da indústria brasileira, com a redução gradual das tarifas de importação.

Mas a implantação do Plano Real estabilizou a economia e a indústria nacional novamente voltou a crescer (1994).

Hoje o Brasil tem uma significativa base industrial, mas ainda é dependente de algumas tecnologias externas.

Por fim, vale lembrar que no dia 25 de maio é comemorado o Dia da Indústria.

Você gostou de conhecer a história da industrialização no Brasil? Então não deixe de ler também sobre o que foi a Revolução Industrial e como ela mudou o mundo.

Fonte: Sua Pesquisa, The Cities, Toda Matéria, Mundo Educação, Brasil Escola.