Astronomia

Semana Mundial do Espaço – O que é, quando acontece e quem criou

A ONU declarou a Semana Mundial do Espaço entre os dias 4 e 10 de outubro, em comemoração aos acontecimentos marcantes na era espacial.

Atualizado em 11/10/2020
Por Kariny Bianca

Para quem ama astronomia, a Semana Mundial do Espaço é um momento único e prazeroso durante o ano. Isto porque, a Organização das Nações Unidas (ONU) estabeleceu os dias 4 a 10 de outubro, anualmente, em comemoração às contribuições da tecnologia espacial para a vida humana.

Além disso, a data serve para relembrar acontecimentos marcantes da era espacial, a realização de programas educativos e ações de conscientização sobre a importância das pesquisas no Espaço.

Dessa forma, vamos aprender um pouco mais sobre a Semana Mundial do Espaço, principalmente como ela foi criada. Nesse ínterim, separamos alguns marcos relevantes da ciência para a Terra, através dos estudos na atmosfera.

Como foi criada a Semana Mundial do Espaço?

Como dito anteriormente, a ONU foi quem criou a Semana Mundial do Espaço. Só que isto aconteceu em 1957, em comemoração aos acontecimentos da época, que marcaram a história da era espacial.

Astronauta brasileiro
Army University

A propósito, o satélite Tancredo I foi desenvolvido por estudantes brasileiros, da Escola Municipal Presidente Tancredo Almeida Neves, em Ubatuba, na cidade de São Paulo.

Após finalizado, foi lançado ao Espaço, em 2017, em parceria com a Agência Espacial Japonesa e a Agência Espacial Brasileira. Posto que, essa criação foi fruto da Semana Mundial do Espaço.

Posteriormente, o professor Candido Moura, responsável pelo Projeto UbatubaSat, que orientou os alunos no desenvolvimento do Tancredo I, iniciou a construção do satélite Tancredo II.

Ainda mais, os acontecimentos abaixo foram os principais motivos da ONU em estabecer uma semana inteira de celebração, incentivo ao estudo do espaço sideral e eventos temáticos.

Sputinik I

O Sputnik I foi lançado no dia 4 de outubro de 1957, sendo o primeiro satélite terrestre construído pelo homem. Este possuía 58 centímetros de diâmetro em esfera de alumínio e pesava 83 quilos.

Sputinik
Sputnik Mundo

O satélite se manteve durante 21 dias coletando informações sobre meteoritos, radiação cósmica e temperaturas da atmosfera. Ao passo que, contava-se cerca de 96,2 minutos para o Sputnik-1 dar a volta na Terra.

Nesse meio tempo, ao completar 57 dias em órbita, foi destruído pelo calor ao chegar na atmosfera terrestre. Em suma, a Semana Mundial do Espaço celebra esse acontecimento com muito orgulho.

Tratado do Espaço Exterior

No dia 10 de outubro de 1967, foi assinado, pelos estados membros da ONU, o Tratado do Espaço Exterior.

De forma geral, o acordo determina que não pode haver armas nucleares ou bases militares no Espaço, porque todos os países podem realizar pesquisas espaciais em benefício do mundo inteiro.

Semana Mundial do Espaço
Jornal Ciência

Por isso, a Semana Mundial do Espaço comemora esse marco tão importante, que uniu as nações em proteção ao espaço sideral. Em contrapartida, o documento define regras e normas para manter a ordem e regulamenta as atividades espaciais de cada país.

Sem dúvida, a ciência espacial já provou o seu valor. A saber, as máquinas fotográficas, os sensores digitais, o GPS e imagens de satélite da Terra que temos hoje, são resultados de pesquisas no Espaço.

Em suma, a Semana Mundial do Espaço tem o objetivo de inspirar alunos no estudo científico e unir o mundo em prol da educação espacial, visto que são iniciativas que podem atrair futuros profissionais da área.

O que achou dessa matéria? Se gostou, corre pra conferir essa outra aqui: Lua Azul – O que é, quando ocorre, características e fenômenos no céu 

Fontes: Esero, History, ONU News I, ONU News II

Imagens: Uol, Army University, Sputinik Mundo e Jornal Ciência

Próxima página »