Geografia

Região Sul – História, cultura, geografia, economia e estados da região

A região Sul é a menor do Brasil em extensão, contendo apenas três estados. Sua cultura foi muito influenciada por diferentes povos europeus.

Atualizado em 12/12/2019

A Região Sul do Brasil é formada por três estados: Paraná (PR – capital: Curitiba), Santa Catarina (SC – capital: Florianópolis) e Rio Grande do Sul (RS – capital: Porto Alegre). Essa é a menor região do país, contendo uma área de aproximadamente 576.774,3 km². Ou seja, corresponde a apenas 6,76% do território nacional.

Além disso, é a única que está fora da Zona Intertropical, fazendo fronteira com o Uruguai, Argentina e Paraguai. Sua população está em torno de 29 milhões de habitantes. Dessa forma, possui uma densidade demográfica de 50,2 habitantes/km². O que torna a região Sul a segunda região mais povoada do Brasil.

Diferente de outras partes do país, seu processo de colonização teve mais influência de outros povos europeus como italianos, alemães, poloneses e ucranianos, do que dos portugueses. É possível perceber a herança cultural desses imigrantes na cultura, arquitetura, culinária e danças da região. Até mesmo na língua. Algumas famílias mantém a tradição de aprender a língua mãe dos seus antepassados.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Cultura Mix.

Geografia da Região Sul

O relevo do Sul do Brasil é formado pelo Planalto Meridional, localizado no norte da região. É a parte que possui maiores altitudes e onde pode-se encontrar as Cataratas do Iguaçu, que é considerada Patrimônio Nacional da Humanidade. Ainda existe a Bacia do Paraná, onde está localizada a Usina Hidrelétrica de Itaipu, uma das maiores do mundo. Ou seja, hidrografia da região bastante importante para a produção de energia do país.

Também apresenta áreas serranas como a Serra do Mar, Central e Serra do Sudeste. Indo mais ao sul, é possível encontrar campos e relevos aplainados com pequenas elevações, conhecidos como pampas. Nessas áreas é comum a existência de rios e riachos e vegetação gramínea. Portanto, é comum a criação de gado.

Além disso, a região Sul é a única de clima subtropical. Isso porque se encontra abaixo do Trópico de Capricórnio. Desse modo, possui as quatro estações do ano bem definidas, com invernos severos podendo até haver neve, verões quentes e alto índice pluviométrico anual

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Rodoviária Online.

Vegetação

A área dos pampas é mais comum no Rio Grande do Sul e é formada por vegetação rasteira, gramínea e dominada pelas pradarias. Como a criação de gado é muito comum nessas localidades, o solo sofre por causa da erosão.

Já nas localidades dos planaltos, principalmente no estado do Paraná, encontra-se a Mata das Araucárias. Composta por árvores de grande porte e pinheiros, é considerada uma vegetação típica da região Sul. Algumas espécies são: cedro, canela, gameleira.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Estudo Prático.

Na parte litorânea, encontramos vegetação de mangues, praias e restingas. Também a Mata Atlântica, cobrindo grande parte da Serra do Mar. Podemos encontrar carvalhos, figueira, pinho-bravo, embaúba, pau-óleo, ipê amarelo, ipê da serra.

Economia

O título de 2º maior PIB do Brasil é da região Sul, que possui uma economia diversificada. Três setores dominam: agropecuária, indústria e prestação de serviço. Portanto há um destaque para a produção de carne bovina nos pampas e vinícolas na Serra Gaúcha, responsável por 85% da produção nacional de vinhos. Essa última tem índices relevantes no turismo de cidades como Bento Gonçalves, Caxias do Sul e Garibaldi.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Chapinha na Mata.

Enquanto Santa Catarina chama atenção por ser o maior produtor de ostras e mexilhões do país. A pecuária da região trabalha tanto com a exportação de carne, como abastecimento interno. Isso inclui suínos e aves. Além disso, o gado leiteiro é um dos melhores do Brasil e muito influente na indústria de laticínios. Já na agricultura podemos destacar grande produção de a erva mate, o trigo, o milho, o café, o arroz, o feijão, alho, cebola, tomate.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Seminis.

A região Sul ainda concentra uma vasta área industrial, tendo como principais centros Curitiba (PR), Blumenau (SC), Porto Alegre (RS) e Caxias do Sul (RS). Podemos citar grandes indústrias como Hering, Renner, Sadia, Bunge Alimentos, VIVO e Renault. No Rio Grande do Sul ainda existe destaque para indústrias química, de transporte, produção de couro e calçados.

Cultura

A influência de imigrantes italianos e alemães é muito forte na região Sul e é percebida nos mais diversos detalhes. Desde a arquitetura a alimentação e festas típicas. Por exemplo, a Oktoberfest que ocorre anualmente em Blumenau. É a maior festa germânica fora da Alemanha e reúne milhares de pessoas da região e turistas. Outro festival muito conhecido é o Festival de Gramado que recebe os maiores nomes do cinema sul-americano.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Milhas Aéreas.

Também podemos citar comemorações como a Festa da Uva e de Nossa Senhora dos Navegantes. Bem como outras tradições das famílias do sul, por exemplo o café colonial e o chimarrão. A Itália também deixou como herança a polenta e a minestra, enquanto a Alemanha trouxe a cuca e o schmier.

A região Sul ainda é rica em danças típicas. No entanto cada estado tem suas manifestações culturais específicas, que são apresentadas nas roupas, instrumentos e passos. No Paraná destacam-se o “pau-das-fitas”, onde fitas são presas a um mastro e os dançarinos trançam durante a dança, e o “fandango”, que lembra uma valsa.

Região Sul - história, cultura, geografia, economia e estados da região
Fonte: Diana Arassad.

Em Santa Catarina, aliás, tem “boi de mamão” ou “bumba meu boi”. Tem também a “dança do vilão”, em que os bailarinos usam bastões para uma coreografia ritmada. Além disso, existe também a “balinha”, bastante semelhante à quadrilha.

No Rio Grande do Sul existe uma variação ainda maior. A “chimarrita” é de origem portuguesa e se assemelha à quadrilha, enquanto a “milonga” lembra o tango. Já no “vaneirão”, os bailarinos dançam passos simples, e no “pezinho” cantam durante a coreografia. Tem ainda a “chula”, exclusivamente realizada por homens em vestimentas típicas.

Se você achou legal, aproveite para ler Regiões no Brasil – quais são, estados, capitais, população, características.

Fontes: Toda Matéria e InfoEscola.

Imagem de destaque: Mundo-Nipo.