Física & Química

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos

Os alcenos são hidrocarbonetos formados por átomos de carbono e átomos de hidrogênio, tendo uma ligação dupla na cadeia carbônica. 

Atualizado em 24/06/2020

A química orgânica é a matéria responsável pelo estudo de diversos compostos, como os alcenos. Por sua vez, os alcenos fazem parte do grupo dos hidrocarbonetos, pois sua formação é constituída por átomos de carbono e átomos de hidrogênio. Além disso, o composto orgânico possui apenas uma ligação dupla na cadeia carbônica. 

O alceno é classificado como hidrocarboneto alifático. Isso porque é um composto que possui cadeia aberta, além de ser insaturado. Ou seja, a cadeia aberta é formada apenas por uma ligação dupla entre os carbonos. E, entre os hidrogênios, ocorre uma ligação simples.

Além de hidrocarboneto alifático, o alceno também é conhecido como hidrocarboneto etilênico, alqueno ou olefinas, justamente por apresentar ligação dupla.

Anúncio

A fórmula que representa os alcenos é composta por CnH2n. Neste caso, n simboliza a quantidade de átomos de carbono ou os átomos de hidrogênio.

Mas afinal, quais são as características dos alcenos e onde eles são aplicados? Vamos explicar!

Características dos alcenos

Os alcenos são compostos orgânicos, pertencentes ao grupo dos hidrocarbonetos. Na fórmula geral, CnH2n, o n representa tanto o número de átomos, quanto o número de hidrogênios, como já falamos.

Vale lembrar que a quantidade de hidrogênio é sempre duas vezes maior que a quantidade de carbono. Por conta disso, o é simbolizado por -2.

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos
Os hidrocarbonetos são classificados de acordo com a cadeia carbônica principal.

Dentre os compostos mais simples dos alcenos está o etileno, também chamado de eteno. Neste caso, a fórmula geral é representada por C2H4. Assim, analisando a fórmula, é possível perceber que a quantidade de hidrogênio é o dobro da quantidade de carbono.

Podemos citar como exemplo de alceno os seguintes compostos:

  • 1-Buteno: CH2 = CH – CH2 – CH3
  • Propeno ou Propileno: CH2 = CH – CH3
  • 2-Buteno: CH3 – CH = CH – CH3

Os compostos orgânicos alcenos possuem algumas características específicas que, aliás, se diferenciam dos alcanos. O hidrocarboneto alceno apresenta solubilidade fácil quando postos em solventes orgânicos. Entretanto, quando postos em água, são insolúveis.

Em relação aos alcanos, o alceno possui maior capacidade de reação. Além disso, são incolores e apresentam ponto de fusão e ebulição mais elevado se comparados aos alcanos.

O alceno apresenta maior reação em relação aos alcanos, pois realizam reação de adição e polimerização. Além do mais, os alcenos são formados por uma “ligação pi”.

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos
Exemplo de cadeia carbônica insaturada.

Países que não possuem produção de cana-de-açúcar de forma abundante, por exemplo, utilizam a reação de adição de água em moléculas de etino para produzir etanol. Já a reação de polimerização é utilizada na produção de plásticos e borrachas sintéticas.

Nomenclatura dos alcenos

A nomenclatura do hidrocarboneto alceno é formada por prefixo + infixo + sufixo, assim como ocorre com os demais hidrocarbonetos. Neste caso, o prefixo representa a quantidade de carbonos. Já o infixo é traduzido pelo termo “en”, em decorrência da ligação dupla do composto. Por fim, o sufixo simboliza o composto hidrocarboneto, representado pela letra “o”.

Por conta da dupla ligação dos compostos, o sufixo dos alcenos é dado pelo termo -eno. Dessa forma, o nome do composto é formado a partir do extremo que se encontra mais próximo da ligação dupla.

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos
Etileno

Assim, observe os exemplos:

Eteno ou etileno: CH2 = CH2

Propeno ou Propileno: CH2 = CH – CH3

1-buteno: CH2 = CH – CH2 – CH3

2-buteno: CH3 – CH = CH – CH3

Caso o alceno seja ramificado, o que ocorre em alguns casos, a nomenclatura passa por modificações. Assim, a cadeira carbônica é maior, além de apresentar dupla ligação. Veja o exemplo do 5-metil-2-hexano:

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos

Aplicação dos alcenos

Diferente dos alcanos, os alcenos não são compostos fáceis de serem encontrados na natureza. Por conta disso, a maioria é produzida em laboratório, sendo o mais comum o composto etileno. O etileno é um composto produzido a partir do amadurecimento das frutas.

Ou seja, quando frutas verdes são enroladas em um jornal, por exemplo, o gás etileno é impedido de sair. Dessa forma, o amadurecimento das frutas ocorre de maneira mais rápida. Além disso, o etileno também é utilizado na fabricação de anestésicos para uso cirúrgico e na produção de corantes.

Alcenos, o que são? Definição, principais características e exemplos
O Etileno é responsável pelo amadurecimento das frutas.

Outros tipos de alcenos são os compostos octadeceno e o octeno. O octadeceno, por exemplo, é encontrado no fígado dos peixes. Já o octeno é obtido por meio da casca do limão.

Por fim, como parte do grupo dos hidrocarbonetos, alcenos são compostos que sofrem combustão.

O que achou da matéria? Se gostou, confira também o que é Tabela Periódica e que são Ondas Eletromagnéticas. 

Fontes: Brasil Escola, Manual da Química, Toda Matéria e Info Escola

Imagens: ABEC, Cola Web, Química Caxias, Cola Web e Ponto Biologia

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.