História

Maquiavel, quem foi? Biografia, contribuições filosóficas e principais obras

Maquiavel foi filósofo, historiador, poeta, diplomata e músico. Escreveu sobre o Estado e a ética, além de peças de teatro e contos.

Atualizado em 24/10/2019
Por Dayane Borges

Um dos nomes relevantes para a filosofia e política foi Nicolau Maquiavel. É Ccnhecido por atuar como filósofo, teórico,  historiador, diplomata, músico e escritor. Dessa forma, fez importantes contribuições para o período conhecido como Renascimento.

Em síntese, Maquiavel é considerado o “pai do pensamento político moderno”. Além disso, publicou importantes obras no campo da política, ética e natureza humana. Também, escreveu para a arte fazendo peças de teatro e contos.

Contudo, seus estudos se baseavam, principalmente, na teoria e na política. Por suas obras de extrema importância, Maquiavel recebeu o título de historiador mais importante de Florença. Dessa forma, Maquiavel era bastante requisitado para exercer papeis relevantes como diplomata.

Maquiavel, quem foi? História, contribuição para a filosofia e principais obras
Representação do início do Renascimento. Fonte: Beduka

Biografia de Maquiavel

Nicolau Maquiavel nasceu em Florença, na Itália, no dia 03 de maio de 1469. Era filho de uma família de baixa renda. Porém, as poucas condições não o impediram de aprender línguas e a seguir nos estudos. Assim, ainda jovem, com apenas 29 anos, entrou para a política.

Dessa forma, exercendo atividades como Secretário da Segunda Chancelaria, conseguiu se estabelecer no ramo político. Logo, importantes decisões diplomáticas ficavam à seu cargo.

Maquiavel era reconhecido por defender ideias republicanas. Deste modo, traçava caminhos para que a Ética e a Moral fossem praticadas dentro da política. Assim, estudava a política em sua forma mais pura, não se prendendo a outros conceitos.

Maquiavel foi preso e torturado por discordar de ideais estabelecidos para a sua época. Assim, durante o período de reclusão, o filósofo escreveu uma de suas obras de maior importância, O Príncipe. 

O filósofo morreu no dia 21 de junho de 1527, aos 58 anos de idade.

Estudos e principais ideias

Maquiavel se atentou aos conceitos ligados ao empirismo e método indutivo, além dos estados imaginários perfeitos e imutabilidade da natureza humana. Assim, acreditava no expansionismo de ideias como forma de estabelecer caminhos mais palpáveis.

Maquiavel, quem foi? História, contribuição para a filosofia e principais obras
Fonte: Laboratório Filosófico

Todavia, por seus estudos que buscavam a realidade sobre a natureza e a forma como a política se portava, Maquiavel foi durante criticado. Deste modo, após a publicação de uma das suas obras mais importantes, O Príncipe, diversos autores atribuíram ao escritor a denominação de “maquiavélico”.

Porém, alguns autores como Baruch Spinoza, Jean-Jacques Rousseau e Denis Diderot acreditam que Maquiavel era um gênio. Assim, defendiam que as ideias do autor foram de extrema importância para a compreensão política. Além disso, Maquiavel teve relevância nos escritos sobre Iluminismo.

O Príncipe

Maquiavel foi autor de diversas obras. Além disso, também escreveu contos e peças de teatro. Porém, foi em O Príncipe, que suas ideias puderam ser conhecidas e estudadas. Assim, publicado em 1532, o livro tratava, principalmente da relação entre ética e política. Dessa forma, o autor discorreu sobre os conceitos que regem a política sem as ações externas como a religião.

Maquiavel, quem foi? História, contribuição para a filosofia e principais obras
Fonte: Xamonografia

Assim, o filósofo dividiu a ética em duas formas, a ética cristã e a ética política. Deste modo, a ética cristã estaria ligada ao corpo como indivíduo, como função na sociedade. Por outro lado, a ética política serviria para a sobrevivência do Estado.

Deste modo, Maquiavel acreditava que a figura do Príncipe nem sempre deveria ser a do bom moço. Assim, atitudes mascaradas, no intuito de sobrevivência do meio, seriam necessárias, como a maldade em momentos certos. Assim, o filósofo acreditava no mundo como ele realmente é, sem máscaras, sem o idealismo criado do mundo perfeito.

Principais obras

Maquiavel escreveu diversas obras, sendo O Príncipe a de maior relevância. Assim, confira:

  • Relatos sobre os fatos na Alemanha (1508);
  • Retrato das coisas da França (1510);
  • Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio (1513 a 1521);
  • A arte da guerra (1517 a 1520);
  • A mandrágora (1518).

Gosta de conhecer importantes nomes da história e da filosofia? Então, confere essa outra matéria sobre Pitágoras – Quem foi, biografia, contribuições para Filosofia e Matemática

Fontes: Guia do Estudante, Info Escola, Educação UOL 

Fonte imagem destaque: Ermira

Próxima página »