História

Guernica – O que é, quem fez, história e representação

A obra Guernica retrata o bombardeio à cidade de Guernica em 26 de Abril de 1937 durante a Guerra Civil Espanhola.

Atualizado em 25/05/2020

Guernica é uma das mais importantes obras pintadas no século XX, por Pablo Picasso. O artista espanhol pertence ao movimento cubista e sua obra é muito mais que apenas uma pintura. Trata-se de um registro histórico fundamental para a humanidade.

O nome da pintura é referencia a cidade de Guernica, município da Espanha, que foi bombardeada pela Alemanha, em 1937. O ataque resultou, sobretudo, na morte de 1.645 pessoas em uma ação que durou cerca de 3 horas de desespero para a população.

Guernica e a guerra civil espanhola

Guernica de Pablo Picasso
Ruínas de Guernica

A princípio, assolados por uma ditadura severa e pela Guerra Civil Espanhola, o quadro de Guernica foi pintado para representar o marco social, político e cultural desse momento. O cenário de destruição pós bombardeio é a fonte de criação de Pablo Picasso.

A estimativa para os 50 ataques seguidos da cidade é de 22 toneladas de explosivo. A fumaça, acima de tudo, era tão grande que já não podia mais ver os alvos. Casas, pontes entre outras estruturas do local ruíram por completo devido o material de construção predominantemente que era a madeira.

A guerra ocorreu entre 1936 a 1939 . Sua origem deu-se na disputa político e territorial entre republicanos e nacionalistas da Espanha. A divisão literalmente se formou entre anarquistas e comunistas dos setores democráticos, representando os republicanos, e do outro lado os tradicionalistas com boa parte composta pelas forças armadas.

Tudo começou, a princípio, há anos atrás com a instauração da ditadura em 1923 pelo general Primo de Rivera. Não demorou muito para as revoltas populares aparecerem o que resultou em uma eleição em 1931 dos partidos democratas republicanos.

Com o favorecimento das bases populares, na educação, na reforma agrária, as conservadores se organizaram na extrema direita chamado Falange Tradicionalista Espanhola das Juntas Ofensivas Nacional-Sindicalista. Com o intuito de impedir o progresso, o general Francisco Franco deu inicio, por fim, a Guerra Espanhola.

Análise da obra Guernica

Guernica de Pablo Picasso

Primeiramente, a dor e a aflição são visíveis em sua obra. Nesse tempo, todo o sofrimento gerado as milhares de mortes e o cenário de guerra e destruição iminente trouxeram a Picasso esses sentimentos expressos em sua obra.

Já que Guernica foi reduzida a cinzas, não havia opção de cores para representar a cena a não ser as cores neutras. Feita com óleo sobre tela a obra foi feita com uma técnica chama “Collage” que é, basicamente, a reprodução de imagens uma do lado da outra, ou sobrepostas, podendo usar várias texturas e materiais.

Detalhes da obra

Guernica de Pablo Picasso

Cada imagem e sobreposição tem um significado e estabelece uma referência. As figuras, sobretudo, mostram o acontecimentos que compuseram a guerra e suas consequências trágicas.

A vela (1) é, por exemplo, a esperança que ainda restava durante a guerra diante de tanta crueldade e destruição. O cavalo (2) traz a representação dar dor extrema que de tão grande passa a ser um grito anima de desespero. Para explicar bem o elemento 2, a Pietà (4) se assemelha a mesma condição que o animal.

Com os dentes também expostos, assim como o cavalo, ela segura seu filho no colo com o seu corpo visivelmente rasgado, a figura tem um destaque para as semelhanças bíblicas com Maria e Jesus.

O terceiro elemento, O Lustre (3) pode ser visto com um olho que observa de cima tudo que acontece, mas também tem sua forma arremetendo ao sol. E, como se trata de um momento de bombardeio, as Pessoas em Chamas (5) são as vítimas dos incêndios gerados.

Nessa parte, há, sobretudo, referências a Goya e sua obra “Os fuzilamentos de 3 de maio”. Por fim, o homem de braços abertos na pintura de Picasso está de braços aberto para cima diante do pelotão de fuzilamento.

Quem foi Pablo Picasso

Guernica de Pablo Picasso

Primeiramente, Pablo Picasso nasceu na cidade de Málaga, na Espanha, no ano de 1881. Suas influências artísticas vieram de seus pais. A princípio, o gosto pela arte é vindo principalmente de seu pai que era professor de História da Arte e adorador de pinturas.

Já aos seus 14 anos de idade, o pequeno pintor praticava suas pinturas observando modelos vivos. A carreira promissora o levou a ingressar a Academia Real de San Fernando, em Madrid no ano de 1897. Porém, ainda na escola de arte, rejeitou a forma de arte ensinada na instituição.

Dessa forma, o pintor, por fim, se lança para Barcelona e, por meio de contatos, se instala em uma estúdio alugado e produz sua primeira exposição. A mostra da sua arte atraiu compradores e o seu sucesso tornou-se garantido. O impressionismo era sua maior influência dentro das obras.

Leia mais sobre o Cubismo – Origem, o que foi e seus principais artistas.

Fonte: Infoescola, Cultura genial, EBiografia, Arte e Artistas, Educa Mais Brasil, Made for MindsMundo e Educação,  Toda matéria, Ebiografia.

Fonte imagens: Toda matéria, Istoé, Mfcanaveira, Wikipedia.