Biologia

Fungos – o que são, vida, reprodução, doenças e onde se desenvolvem

Os fungos são formas de vida pouco sofisticadas do Reino Fungi. Eles decompõem matérias mortas, assim como servem de comida e medicamento aos humanos.

Atualizado em 30/12/2019

Os fungos são uma forma de vida simples, que pertencem ao Reino Fungi. Eles não são nem animais e nem vegetais, embora por muito tempo tenham sido confundidos com plantas.

A reprodução dos fungos pode ser de forma sexuada ou assexuada. E o vento é um grande condutor que espalha propágulos e fragmentos de hifa, que originarão outros seres.

Há os que prejudicam o ser humano, mas também têm aqueles que são comestíveis. Alguns produzem substâncias bactericidas capazes de matar bactérias. Dessas substâncias se fabrica o antibiótico, como a penicilina.

Considerações sobre os fungos

Historicamente os fungos eram classificados como pertencentes ao Reino Vegetal. Isso durou até 1969, posto que a partir daí passaram a compor O Reino Fungi.

A diferenciação das plantas levou em conta diversos fatores, a exemplo de não sintetizar clorofila. Mas também não possuem celulose na sua parede celular, embora alguns aquáticos podem ter.

Fungos – vida, reprodução, doenças que causam, onde se desenvolvem

Os fungos podem ser tanto macroscópicos quanto microscópicos, unicelulares ou pluricelulares. Como possuem um núcleo celular, são eucariotas. Por fim, são também heterótrofos, ou seja, não produzem o próprio alimento.

Compõem o Reino Fungi, que é dividido em cinco filos, a saber: quitridiomicetos, ascomicetos, basidiomicetos, zigomicetos e deuteromicetos. Há uma estimativa de que aproximadamente 1,5 milhão de espécies de fungos povoam a Terra.

Podem ser cogumelos, bolores, leveduras ou mofos. E utilizados na culinária, medicina ou produtos domésticos. Só que há também os fungos maléficos, posto que são parasitas transmissores de doenças.

Possuem os mais variados tipos de habitat, já que são encontrados na água, no solo, nos vegetais e animais, inclusive no ser humano.

A Reprodução dos Fungos

Em princípio, é necessário esclarecer que o micélio é a parte vegetativa de muitos fungos, formado de hifas agrupadas. Já as hifas são os filamentos de células que originam o mencionado micélio.

Fungos – vida, reprodução, doenças que causam, onde se desenvolvem

Dito isso, é preciso esclarecer que a reprodução dos fungos pode se dar de forma sexuada ou assexuada. Na reprodução assexuada, quando o micélio se fragmenta ele dá origem a outros organismos, já que não há a fusão de núcleos. Esse tipo de reprodução também pode ocorrer através do brotamento e da esporulação.

Já a reprodução sexuada se dá entre dois esporos divididos em três fases, a saber, plasmogamia, cariogamia e meiose. A plasmogamia é a fusão de protoplasma. A cariogamia é a fusão de um par de núcleos haploides (n), que forma um núcleo diploide (2n). Por fim, na meiose o núcleo diploide diminui e forma dois núcleos haploides.

Também é válido ressaltar que a proliferação dos fungos pode se dar através do vento. Ele é um condutor de peso que serve para espalhar os propágulos e fragmentos de hifa.

Componentes do Reino Fungi

Como dito, os fungos se diferenciam das plantas, compondo o Reino Fungi, que tem características próprias. Há fungos microscópicos e unicelulares, a exemplo das leveduras. Mas há também organismo pluricelulares que crescem bastante, como os cogumelos.

Fungos – vida, reprodução, doenças que causam, onde se desenvolvem

Como eles não possuem clorofila ou mesmo celulose, são incapazes de sintetizar o próprio alimento (heterótrofos). Então na alimentação eles liberam a enzima exoenzima, responsável pela sua digestão dos alimentos. Os que se alimentam de matéria orgânica morta (saprófagos) decompõem animais e vegetais, contribuindo para os ciclos naturais.

Existem diversos fungos comestíveis utilizados em pratos da alta gastronomia, assim como compondo a cultura popular. Alguns chegam a custar caro, a exemplo do cogumelo champignon. Entram também na fabricação de alimentos, a exemplo do pão, bem como das bebidas como a cerveja e o vinho.

Certos fungos expelem compostos que são substâncias bactericidas, ou seja, eliminam as bactérias. É assim que se fabrica o antibiótico, a exemplo da penicilina, que combate a infecção provinda da bactéria.

Você sabia?

O maior fungo de que se tem notícia está nos Estado Unidos, vivendo no subterrâneo. Ele ocupa uma área equivalente a 9 km².

Fungos – vida, reprodução, doenças que causam, onde se desenvolvem

As leveduras denominadas fermento entram na fabricação do pão e realizam a fermentação. Ali são produzidos o gás carbônico e o álcool etílico a partir do açúcar. E é justamento o gás carbônico que libera bolhas de ar na massa, com isso o pão cresce e fica fofo.

Leia também sobre a Fisiologia, o que é? – Fisiologia humana, vegetal e homeostase.

Fonte: Toda Biologia, Wikipédia, Toda Matéria, Info Escola, Só Biologia, Educação, Mundo Educação, Só Científica.

Fonte das imagens: Socratic, Educa, Slide Player, Biologia, Time Out.