Língua Portuguesa

Funções da Linguagem – O que são, principais tipos e as características

Funções da linguagem são recursos que atuam segundo a intenção do produtor da mensagem, cada qual com um elemento da comunicação.

Por Dayane Borges

-

Se comunicar pela fala é uma das características mais instintivas do seres humanos. O choro de um bebê quando nasce, já simboliza uma linguagem, assim como as emoções, os gestos e tantas outras formas de se comunicar. Logo, a diversidade com o que podemos nos comunicar é denominado de funções da linguagem.

Nesse sentido, as funções da linguagem estabelecem relação com aquele que fala. Assim, podem ser classificadas de seis formas diferentes, sendo a função referencial, função emotiva, função poética, função fática, função conativa e função metalinguística.

Dessa forma, cada função é responsável por exercer uma atividade em relação aos elementos que a linguagem possui, ou seja a comunicação. Assim, cada função está relacionada com o emissor, receptor, mensagem, código, canal e contexto. A partir disso, é possível com que intenção o falante está reproduzindo a linguagem.

Funções da Linguagem

Como vimos, as funções da linguagem podem se dividir em seis categorias distintas. Porém, em alguns casos, pode ocorrer de uma ou mais função aparecer num mesmo contexto. Assim, vamos conhecer as principais funções da linguagem.

Função Referencial ou Denotativa

Já notou como jornais, revistas, textos científicos e artigos utilizam uma linguagem mais formal e impessoal? Pois bem, esses são alguns dos exemplos em que a função referencial está presente. Ou seja, essa é a função responsável por informar ou referenciar algo, tendo o texto objetivo como uma das características, sendo uma das funções da linguagem.

Funções da Linguagem - O que são, principais tipos e as características
Na Função Referencial ou Denotativa as frases são estruturadas na ordem direta. Fonte: Estudo Kids

Assim, é comum que textos da área da comunicação adotem esse tipo de função, além de materiais didáticos e etc. Logo, é uma função destinada a informar a respeito de alguma coisa sem recorrer à emoção ao à aspectos subjetivos.

Exemplo de notícia

A Câmara dos Deputados Estados Unidos aprovou nesta sexta-feira (27) um pacote de ajuda de US$ 2,2 trilhões — o maior da história norte-americana — para ajudar indivíduos e empresas a lidar com a crise econômica causada pelo surto de coronavírus e fornecer aos hospitais com necessidade urgente de suprimentos médicos.

Função Emotiva ou Expressiva

Diferente da função referencial, na função emotiva o que vale é a comunicação por meio das emoções e da subjetividade. Além disso, faz uso dos sentimentos. Assim, a função é expressa por meio da opinião de quem fala, ou seja, o emissor. Por conta disso, é um tipo de texto escrito na primeira pessoa, expressando o caráter pessoal.

Funções da Linguagem - O que são, principais tipos e as características
Um dos indicadores da função emotiva num texto é a presença de interjeições e de alguns sinais de pontuação. Fonte: Sem papas na língua

Dessa forma, alguns dos exemplos mais comuns desse tipo de função são as cartas, diários, poemas e etc. Logo, todos os exemplos citados fazem uso de sinais de pontuação, o que dá entonação emotiva ao texto.

Exemplo de poema – Matilde Campilho 

Ah é! Eu gosto de você! A luz entrou torta por nós a dentro, mas, olha, eu gosto de você! A luz do verão passado quebrou o vidro da melancolia e agora ela fica se expandindo pelas ruas todas, desde aquele outro lado do Sol até esse tremendo agora… O mestre ainda não veio decretar o começo da abstenção e … olha,a luz ainda está conosco.

Função Poética

A função poética se resume a mensagem transmitida. Ou seja, aqui o que vale é entender o sentido por trás das palavras conotativas. Assim, é muito comum a utilização dessa função em textos literários, como músicas e etc.

Funções da Linguagem - O que são, principais tipos e as características
Exemplo de poema. Fonte: WebInfo

Dessa forma, a preocupação está na escolha das palavras e na forma como a mensagem será transmitida. Logo, o uso de expressões e figuras de linguagem são bastante frequentes. Além disso, também é comum encontrar essa função em metáforas, como nos provérbios, anedotas, trocadilhos e etc.

Exemplo de uma história sobre a avó

Apesar de não ter frequentado a escola, dizia que a avó era um poço de sabedoria. Falava de tudo e sobre tudo e tinha sempre um provérbio debaixo da manga.

Função Fática

É uma função que tem como exercício a quebra de linguagem entre o emissor e o receptor da mensagem. Ou seja, é muito utilizada em diálogos, sendo a relação entre quem fala e quem recebe a característica mais importante dessa função.

Funções da Linguagem - O que são, principais tipos e as características
Na função fática a intenção é iniciar um contato por meio de cumprimentos, ou de uma abordagem coloquial, objetiva e rápida. Fonte: Sem papas na língua

Assim, é comum a utilização da função fática em diálogos quando se tem o uso de expressões de cumprimento, saudações, dentre outros.

Exemplo de diálogo

Um telefone toca num fim de tarde, começo de noite . . .

* Alô?

* Pronto.

Ele: – Voz estranha… Gripada?

Ela: – Faringite.

Ele: – Deve ser o sereno. No mínimo tá saindo todas as noites pra badalar.

Ela: – E se estivesse? Algum problema?

Ele: – Não, imagina! Agora, você é uma mulher livre.

Ela: – E você? Sua voz também está diferente. Faringite?

Ele: – Constipado.

Função Conativa ou Apelativa

Em síntese, a função é o convencimento do leitor por meio da linguagem. Assim, tem como principal característica a apelação tendo como foco principal quem recebe a mensagem.

Logo, é comum ver a função conotativa em propagandas, publicidades, discursos políticos e etc. Dessa forma, o intuito dessa função é influenciar o receptor para que a mensagem seja “comprada” ou aderida. Assim, é escrita na segunda ou terceira pessoa, além de utilizar de verbos imperativos.

Exemplos

  • Vote em mim!
  • Entre. Não vai se arrepender!
  • É só até amanhã. Não perca!

Função Metalinguística

Em síntese, é a função que usa um código para explicar o próprio código por meio da linguagem. Ou seja, é uma função focada no emissor. Assim, são exemplos desse tipo de função textos que expliquem sobre o uso da linguagem. Além disso, documentários cinematográficos que falam sobre a linguagem do cinema.

Funções da Linguagem - O que são, principais tipos e as características
Fonte: WebInfo

Por fim, a função metalinguística é encontrada em textos que expliquem sobre a função da gramática, além dos dicionários.

Exemplo

Escrever é uma forma de expressão gráfica. Isto define o que é escrita, bem como exemplifica a função metalinguística.

O que achou da matéria? Se gostou, corre pra conferir o que é Divisão Silábica e Abreviação

Fontes: Toda Matéria, Brasil Escola, Só Português

Fonte imagem destaque: Curso Enem

Próxima página »