História

Escola Austríaca – O que é, corrente ideológica e principais características

A Escola Austríaca foi desenvolvida com o intuito de criar um pensamento econômico levando em consideração a ação humano e o tempo.

Atualizado em 31/05/2020

A Escola Austríaca de Economia é uma instituição, criada durante o século XIX. Assim, se instaurou com uma das mais importantes escolas para o estudo das ciências econômicas. Além disso, foi denominada Escola Austríaca por conta dos estudantes de origem austríaca.

Grande parte dos estudos foram desenvolvidos na cidade de Viena. A escola teve como primeira obra o livro “Princípios da Economia Política”, escrita por Carl Menger e com publicação em 1871.

Visto isso, o primeiro autor a desenvolver reflexões na Escola Austríaca elaborou a teoria da utilidade marginal. Assim, tinha como ideia principal as seguintes palavras: “quanto maior o número de unidades de um bem que um indivíduo possui, menor será o valor que ele dará para cada unidade adicional”.

Anúncio

Ideologia da Escola Austríaca

A Escola Austríaca defendia ideias que contestavam as reflexões defendidas pelos socialistas da época. Assim, Carl Menger e Eugen von Böehm-Bawerk debatiam as ideologias de Karl Marx, por exemplo. Dessa forma, conceitos como a teoria da exploração e a mais-valia, desenvolvidos na obra O Capital, foram contrapostos por Böehm-Bawerk.

Escola Austríaca - O que é, corrente ideológica e principais características
Obra produzida por Carl Menger, fundador da Escola Austríaca. Fonte: Medium

Dentre as características que as Escola defendia, estavam:

  • Críticas às teorias que defendiam a intervenção do Estado no mercado;
  • Crítica à política econômica;
  • Ação individual na economia associada ao tempo;
  • Individualismo metodológico;
  • Mercado como processo

Visto isso, um dos principais representantes da Escola, Ludwing Von Mises (1881-1973), estruturou as ideias de Menger de forma a compreender a economia de maneira mais fácil. Assim, analisando a ação humana com o auxílio do tempo, Von Mises escreveu um dos primeiros trabalhos, “Ação Humana”.

A Escola Austríaca teve grande importância no século XX. Autores como Hayek e Rothbard desenvolveram reflexões com base nos autores da Escola. Autores brasileiros também tiveram trabalhos inspirados na Escola Austríaca como, por exemplo, Roberto Campos e Donald Stewart.

Características

Por meio desse trabalho, o autor mostrou reflexões epistemológicas de acordo com o que chamou de praxeologia. Nesse sentido, a ação humana dentro do mercado financeiro seria a base para que o comércio e as finanças continuassem em constante movimento.

Dessa forma, Von Mises tentou explicar que a economia não precisava ser demonstrada por meio de complexos cálculos matemáticos. Ou seja, era possível compreender a economia aplicando exemplos do cotidiano. Assim, os assuntos se tornariam entendíveis.

Escola Austríaca - O que é, corrente ideológica e principais características
Autores da Escola Austríaca. Fonte: Economia sem segredos

Em síntese, Von Mises estava se referindo à trilogia ação-tempo-conhecimento. Nesse sentido, de acordo com a Escola Austríaca, os estudos sobre economia e, posteriormente, o entendimento por parte da população seria possível por meio de ações do cotidiano. Assim, cálculos matemáticos não precisariam ser esboçados como a única forma de entendimento.

O que achou da matéria? Se gostou, já corre pra conferir o que é Teoria da Comunicação.

Fontes: História do Mundo e Medium

Fonte imagem destaque: YouTube

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.