Física & Química

Césio, o que é? Definição, características e reações do elemento químico

O Césio é um elemento químico altamente radioativo que possui símbolo Cs e número atômico 55, com massa atômica de 132,9 u.

Atualizado em 03/08/2020

O Césio é dos um elementos químicos que compõem a Tabela Periódica. Está incluso na família dos metais alcalinos, ou seja, presente na família 1 da tabela.

Se você reparar, o símbolo que o representa é Cs. Além disso, o elemento possui massa atômica 132,9 u e o número atômico (Z) – equivalente ao número de prótons – é 55. De forma geral, é um dos poucos elementos da família dos metais que possui ocorrência.

Césio, o que é? Definição, características e reações do elemento químico

Por sua vez, o Césio-137 – uma variação do elemento Césio – é classificado como um isótopo radioativo, também chamado de radioisótopo. O número 137 do elemento, neste caso, representa o número de massa (A), ou seja, a soma das partículas de prótons e nêutrons.

Por ser um radioisótopo, possui grande emissão de radiação, sendo prejudicial e letal à saúde humana. A radiação, por sua vez, vem do núcleo atômico, sendo classificada como radiação beta (-10β). Quando ocorre a emissão de radiação, por exemplo, outro elemento químico se forma: o bário-137.

Características do Césio

O Césio-137 é um elemento extremamente radioativo. Quando a radiação beta é emitida, os efeitos à saúde humana podem ser letais.

Isso porque o elemento químico libera partículas ionizantes que possuem radiação eletromagnética. Ou seja, esse tipo de radiação consegue atravessar diversos materiais, como roupas e, até mesmo, o tecido da pele humana.

Dessa forma, a radiação entra em contato com o organismo causando uma série de complicações. Em alguns casos, os efeitos da radiação podem levar à morte.

Isso ocorre porque as partículas liberadas pelo Césio adquirem a forma de cátions, ou seja, partículas com carga positiva. Os cátions possuem partes reativas que, em contato com o organismo, causam sérios danos, como a alteração do DNA. 

Césio, o que é? Definição, características e reações do elemento químico
O Césio faz parte da família dos metais alcalinos, ou seja, presente na família 1 da tabela periódica.

Além da radiação beta, emitida pelo elemento, o Césio também libera radiação gama (00γ). Neste caso, é um tipo de radiação ainda mais prejudicial ao corpo, pois consegue atravessar de forma mais profunda os tecidos da pele.

Logo, só é impossível controlar a radiação emitida por esse elemento caso seja feito o isolamento do local ou dos materiais. Neste caso, são necessárias paredes de concreto.

Apesar da perigosidade do elemento, o Césio também é utilizado em benefício da saúde. Isso porque, os aparelhos de radioterapia, por exemplo, utilizam o elemento radioativo para tratamentos oncológicos. Dessa forma, as partículas atômicas emitidas pelo Césio conseguem atingir células cancerígenas, por exemplo.

Reações do Césio-137

Na natureza, o Césio-137 é encontrado em minerais como o pollucite e a lepidolita. Além disso, quando o lítio é purificado, o Césio pode ser obtido, sendo o Canadá o principal país detentor das reservas do elemento.

Sua utilização pode ser vista na transformação da energia luminosa em energia elétrica, além de ser componente de células fotovoltaicas.

O isótopo radioativo Césio-137, inclusive, reage com água e ácidos. No caso da água, a reação produz CsOH, liberando quantidades expressivas de hidrogênio. Por conta disso, materiais como o vidro são gravados por meio desse elemento.

Césio, o que é? Definição, características e reações do elemento químico
Partículas – alfa, β -beta e – gama da radioatividade.

Quimicamente falando, o Césio é um metal capaz de formar sais por meio da reação com outros elementos. Além da formação de sais, o Césio-137 também é utilizado como catalisador. Essa utilização é vista, principalmente, na hidrogenação catalítica e na síntese orgânica.

As principais reações do Césio são:

De forma resumida, o Césio possui as seguintes características gerais:

  • Símbolo – Cs;
  • Ponto de fusão – 28º C;
  • Ponto de Ebulição – 670º C;
  • Número Atômico – 55;
  • Massa Atômica – 132,9 u;
  • Classificação periódica – Família 1 A (metais alcalinos).

Você sabia?

O Césio foi descoberto em 1860, por dois cientistas, Kirchoff e Bunsen. Foi o primeiro elemento descoberto por meio da espectroscopia, ou seja, conjunto de técnicas que analisa as substâncias dos espectros das radiações eletromagnéticas. O termo do elemento químico vem do grego “caesius”, ou seja, “céu azul”.

Essa nominação veio devido à coloração azul, de característica luminosa, emitida pelo elemento. Essa luz foi, inclusive, um dos motivos que levaram ao acidente radioativo com o Césio-137, na capital do estado de Goiás, Goiânia. O acidente radioativo foi classificado como o maior já ocorrido fora de usinas nucleares.

Césio, o que é? Definição, características e reações do elemento químico
Parte do lixo radioativo causado pelo acidente nuclear em Goiânia.

Em síntese, o acidente ocorreu no dia 13 de setembro de 1987. Tudo começou quando dois trabalhadores encontraram uma cápsula, que continha o material radioativo, em um local abandonado. Logo, venderam a cápsula para um ferro velho, achando que o material possuía valor.

Dessa forma, a cápsula foi aberta e, dentro, havia isótopo 137Cs. Por fim, o elemento radioativo causou a morte de 4 pessoas, deixou mais de 200 contaminados, além de toneladas de lixo radioativo.

O que achou da matéria? Se gostou, confere também o que é Massa Atômica e o que são Isóbaros.

Fontes: Super Abril, Brasil Escola, Info Escola e Mundo Educação

Imagens: Sagres Online, Quimifisicando, Unicamp e Tecmundo

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.