História

Tratado de Kadesh – História e o que diz o acordo diplomático

Tratado de Kadesh foi o primeiro acordo diplomático do Oriente de que se tem história, assinado em 1259 a.C e ainda existe nos atuais dias.

Atualizado em 18/03/2020
Por Dayane Borges

Durante o Egito Antigo grupos disputavam por território e poder. Uma das disputadas era entre o faraó egípcio Ramsés II e o rei hitia Hatusil II. Visto que as relações entre os dois líderes eram conflituosas, decidiram então criar o primeiro acordo diplomático da história, o Tratado de Kadesh.

Assim, também denominado de Tratado Egípcio-Hitita, o acordo foi feito no ano de 1259 a.C com o intuito de apaziguar as relações de conflito entre Ramsés II e o rei hitita Hatusil II. O tratado foi assinado há milhares de anos, porém ainda existe nos dias atuais.

Isso porque, o acordo foi escrito em diversas partes das paredes de templos e eternalizados durante os anos. Assim, tudo o que se sabe sobre o tratado e as condições estabelecidas nele são datados de milhares de anos. Dessa forma, esse é o tratado mais antigo de que se tem registro.

O que diz o Tratado de Kadesh?

O objetivo principal do acordo era diminuir os conflitos existentes entre o Império hitia e os egípcios. Isso porque, os dois lados almejavam as terras que estavam próximas ao Mar Mediterrâneo devido à facilidade em produzir alimentos e viver.

Nesse sentido, o acordo colocava como cláusulas principais o fim das disputas. Além disso, englobava os filhos e netos dos integrantes dos impérios daquela época. Dessa forma, não poderiam planejar nenhum tipo de ataque ou cometer qualquer tipo de agressão.

Tratado de Kadesh - História e o que diz o acordo diplomático
Tratado de Kadesh registrados nas paredes de um templo. Fonte: Pinterest

Além disso, era acordado que, em caso de ataques de outros impérios ou invasão das terras, os povos deveriam se unir e propor proteção militar. Entretanto, apesar do tratado levar o nome de Kadesh, o termo não tinha nenhuma relação com o conflito.

Isso porque, Kadesh foi um conflito que perdurou por 15 anos, após a assinatura do tratado. Dessa forma, os dois lados que assinaram o acordo se envolveram em novos confrontos. Como consequência, os dois lados acabaram perdendo força.

Versões do texto

O conhecimento sobre o Tratado de Kadesh só é possível nos dias de hoje graças aos registros  históricos da época. Isso porque, após o acordo, partes dos tratado foram gravadas nas paredes dos templos egípcios. Visto isso, os textos eram registrados por meio da escrita hieroglífica.

Tratado de Kadesh - História e o que diz o acordo diplomático
Exemplo de escrita hieroglífica. Fonte: Tricurioso

Apesar dos registros históricos, a parte original do tratado foi perdida. O texto havia sido escrito em uma tabua de prata. Porém, uma cópia do tratado pode ser vista no Museu Arqueológico de Istambul. O objeto histórico foi encontrado no palácio real de Hattusa, na hitia.

As negociações

Os interesses no momento da aliança entre o faraó egípcio Ramsés II e o rei hitita Hatusil II eram os mesmos. Dessa forma, não houveram desavenças para que o acordo fosse selado. Assim, puderam oficializar sem a presença de monarcas no momento.

A aliança coloca como ponto central os assírios, no caso do hitias, além dos Povos do Mar, em relação aos egípcios. Isso porque, os hitias temiam ações dos assírios, que estavam localizados à leste. Além disso, o Egito queria impedir que os Povos do Mar adentrassem o território egípcio.

Tratado de Kadesh - História e o que diz o acordo diplomático
Múmia do faraó egípcio Ramsés II. Fonte: Histormundi

De acordo com registros a aliança entre o faraó egípcio Ramsés II e o rei hitita Hatusil II só terminou 80 anos após o acordo. Isso porque, o império hitia entrou em crise. Por fim, após muitos anos, em 1916, E.F. Weidner foi responsável por traduzir o primeiro acordo diplomático de que se tem registro.

O que achou da matéria? Se gostou, já corre pra conferir mais temas como, por exemplo, o que foi o Império Romano e como chegou ao fim.

Fontes: Estudo Prático, Portal Pesquisa e Info Escola

Fonte imagem destaque: Bilimdili

Próxima página »