História

O que foi a Peste Negra? Onde ocorreu? Quantos morreram?

A Peste Negra foi uma terrível pandemia que atingiu a Europa e a Ásia, entre os anos de 1347 a 1353, matando um terço da população mundial.

Atualizado em 16/09/2019

A peste negra foi uma pandemia que devastou a Europa e a Ásia, entre os anos de 1347 até 1353. Essa tragédia se deu durante a Idade Média e se espalhou rapidamente, certamente que pela falta de higiene.

É provável que tenha surgido na região central da Ásia, logo depois se espalhou pela Rota da Seda. Quando alcançou a Crimeia, em 1343, já esboçava seu potencial destrutivo.

É difícil precisar com certeza, mas acredita-se que duas centenas de milhões de pessoas tenham morrido. Isso equivalia a um terço da população mundial da época.

Saiba o que foi a Peste Negra. Onde ocorreu? Quantos morreram?

Contexto Histórico

A chamada Peste Negra (ou Peste Bubônica) foi causada pela bactéria Yersinia Pestis e transmitida ao homem pela pulga dos roedores. Supõe-se que o Mongóis se infectaram ao Sul do Himalaia e depois disseminaram a doença. É que, como hospedeiros, os homens contaminaram os ratos urbanos.

As Caravanas da Seda se encarregaram de espalhar a bactéria, pois circulavam entre Europa, China e Médio Oriente. Depois foi a vez das embarcações mercantis levarem ratos infectados para os portos de Valência, Marselha, Veneza, Barcelona e outros.

A Peste Negra foi se espalhando rapidamente, posto que não se sabia como combatê-la. A medida que julgavam mais eficaz era isolar o doente, só que isso nem sempre surtia efeito. Bastava que a pulga picasse uma pessoa doente e depois uma pessoa sã, para infectá-la.

Saiba o que foi a Peste Negra. Onde ocorreu? Quantos morreram?

Particularidades da doença

Quando uma pessoa caía doente, ela apresentava o corpo dolorido, muita tosse, febre muito alta e bolhas no corpo. Em poucos dias, após intenso sofrimento, o paciente morria.

Na tentativa de salvar a comunidade, médicos eram contratados, pois havia esperança nesses profissionais. Só que eles pouco podiam fazer, uma vez que a moléstia era desconhecida.

Esses médicos ficaram conhecidos pela máscara que usavam, pois elas tinham o formato de um bico de pássaro. Ali na extremidade cônica ficavam ervas aromáticas, já que se supunha que a peste vinha pelo ar.

Consequências da Peste Negra

Por haver dizimado um terço da população mundial da época, a Peste Negra desestabilizou a sociedade. Alterações econômicas e sociais repercutiram na Baixa Idade Média, provocando alterações mundiais.

Com tantas mortes, a mão de obra deveria se valorizar. Mas como isso não ocorreu, houve revoltas. Sem o devido valor, o homem do campo foi para a cidade, onde a Burguesia se fortaleceu. Tudo isso vai provocar a crise do Feudalismo e culminar na Revolução Burguesa.

Tem também a Igreja vendendo indulgência ao povo desesperado para ir logo para o céu, o que gerará a Reforma Protestante.

Saiba o que foi a Peste Negra. Onde ocorreu? Quantos morreram?

O declínio gradual da doença

O rato preto era mais domesticado e não temia as pessoas, sendo assim um propagador rápido da doença. Quando sua população declinou, foi gradualmente substituído pelo cinzento, que evitava o ser humano. Com isso houve um declínio da peste na Europa a partir do século XVIII.

Nesse meio tempo, a doença caía e voltava a aumentar, posto que dependia da população de roedores. É que, assim como as pessoas, os ratos também eram infectados e morriam. E quando uma nova geração crescia, retomava o avanço da peste.

Você curtiu ler sobre a Peste Negra? Pois leia também sobre quais os motivos que levaram a China às Guerras do Ópio.

Fonte: Peste Negra, Minha Vida, Info Escola, Tua Saúde, Dráuzio, BBC, Mundo Educação, G1, Brasil Escola, Escola Kids.

Fonte das imagens: Todo EstudoHistoriazine, History, Science.