História

Michelangelo, quem foi? Biografia, contribuições para Arte e obras

Michelangelo foi pintor, escultor, poeta e arquiteto italiano. Além de famosas esculturas, também deixou seu legado na pintura e na poesia.

Atualizado em 23/10/2019

Michelangelo foi pintor, escultor, poeta e arquiteto do Renascimento. Assim, também chamado de Miguel Ângelo, é considerado um dos maiores criadores das artes na história do ocidente.

Desde a infância, Michelangelo era apaixonado por pintura e arte. Desta forma, é autor de reconhecidas obras como “Pietá”, “O Juízo Final”, “Moisés”, “Davi” e “A Abóbada da Capela Sistina”.

O artista foi um dos grandes nomes do Renascimento. Contudo, após diversas obras produzidas e um notável reconhecimento, Michelangelo faleceu no dia 18 de fevereiro de 1564, em Roma, na Itália.

Michelangelo, que foi? História, contribuição para a arte e principais obras
A Criação de Adão: teto da Capela Sistina (1508 – 1510). Fonte: Escola Educação

Biografia de Michelangelo

Nascido em Caprese, uma província próximo à Florença, na Itália, Micheangelo desenvolveu as habilidades de artista logo na adolescência. Porém, seus pais, Lodovico Buonarroti e Francesca, não gostavam da ideia do garoto estudar arte. Contudo, aos 13 anos de idade, o menino começou seus estudos junto aos irmãos Domenico e Davi Ghirlandaio.

Em resumo, ainda em Florença, um homem chamado de Lourenço convidou Michelangelo para estudar na Academia dos Jardins dos Medici. Assim, após três anos de estudos, em 1492, o jovem escultor concluiu o primeiro trabalho, “Madona da Escada”.

Deste modo, no mesmo ano de estudo, Michelangelo ainda concluiu esculturas como a “Batalha dos Centauros”, “Hércules” e o “Crucifixo”. Porém, em 1494 seu tutor das artes, Lourenço, faleceu. Assim, Michelangelo viajou para a cidade de Bolonha.

Michelangelo, que foi? História, contribuição para a arte e principais obras
Batalha dos Centauros. Fonte: Liguri Tutti

Desta maneira, ainda em 1494, o escultor se dedicou à conclusão de mais quatro obras. Assim, foram finalizadas a “Arca de São Domingos”, um “Angelo Reggicero”. Além disso, as estátuas de “São Procolo” e “São Petrônio” também foram produzidas.

Por fim, as obras de Michelangelo não pararam. Deste modo, o artista tinha imensa paixão pelas esculturas. Assim, a lista é infinita e o escultor ainda é lembrando pelas técnicas e o grandiosismo da época.

Escultura e arquitetura

Durante a vida como escultor, Michelangelo realizou trabalhos importantes. Além disso, também foi responsável por decorar a Abóbada da Capela Sistina. Porém, o Papa Júlio II queria que a abóbada fosse decorada com pituras. Assim, resistindo no início por ser escultor e não pintor, Michelangelo acabou aceitando o pedido.

Desta maneira, foram quatro longos anos para que 300 figuras fossem postas em 13 metros de altura por 40 metros de largura da grande estrutura. Assim, o trabalho magnífico é composto por figuras sentadas e outras flutuando.

Michelangelo, que foi? História, contribuição para a arte e principais obras
David (1501 – 1504). Fonte: Auction

Em suma, Michelangelo também foi responsável por pintar uma de suas obras mais relevantes n arte, O Juízo Final, na Capela Sistina. Porém, a obra do pintor causou rebuliço por apresentar apenas homens nus. Assim, o padre Paulo IV contratou outro artista para que a nudez mais explícita pudesse ser disfarçada.

Principais obras do artista

  • David (1501 – 1504)
  • Pietà (1498 – 1499)
  • Centauromaquia (1492)
  • Tondo Doni (1503- 1504)
  • Túmulo de Júlio II (1505 – 1532)
  • Túmulos de Lorenzo de Medici e Giuliano de Medici (1520 – 1524)
  • Afrescos da Capela Sistina (1508)
  • Teto da Capela Sistina (1508 – 1512)
  • A Criação de Adão: teto da Capela Sistina (1508 – 1510)
  • Juízo Final: Altar da Capela Sistina (1536)

O que achou de ler a matéria sobre um dos mais importantes artistas do Renascimento? Então, aproveita e leia também sobre René Descartes – quem foi, ideias, obras e como impactou a Filosofia

Fontes: Ebiografia, Toda Matéria

Fonte imagem destaque: Grafitti Artes

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.