Ciências

Glândula Pineal, o que é? Características, funções e como e ativá-la

A glândula pineal é uma glândula endócrina localizada no meio do cérebro. É responsável pela produção dos hormônios melatonina e serotonina.

Atualizado em 13/03/2020

O corpo humano é constituído por diversos órgãos e estruturas responsáveis pelo funcionamento corporal. Existem partes que vêm sendo estudadas há muitos anos. Outras, ainda são um mistério para a ciência. Como exemplo disso existe a glândula pineal. Para os estudiosos é uma parte que ainda guarda mistérios devido a quantidade de funções que desenvolve.

A glândula pineal está localizada no centro do cérebro humano. Assim, é chamada por alguns de terceiro olho. É uma parte pequena do cérebro, com apenas cinco milímetros de diâmetro, sendo uma glândula endócrina. Nesse sentido, as camadas que a revestem são as mesmas encontradas nas meninges, conhecidas como membranas pia-máter.

Além disso, a glândula também é chamada de epífase neural. Alguns pesquisadores acreditam que a glândula pineal seja um órgão vestigial. Ou seja, que não possui nenhuma tipo de função especial no corpo humano. Entretanto, sabe-se que a glândula desenvolve papel importante em relação ao sono, por exemplo.

Características da Glândula Pineal

Uma das principais característica da glândula pineal é a produção de uma substância denominada melatonina. Ou seja, pela produção da melatonina é possível que haja o controle do ciclo do sono e a regulação do metabolismo.

Nesse sentido, é uma substância que trabalha na organização das atividades que o organismo desenvolve durante o sono. É interessante destacar que o hormônio da melatonina é produzido assim que o dia vai chegando ao fim.

Glândula Pineal, o que é? Característica, função e como pode ser ativada
Parte do cérebro onde a glândula pineal está localizada. Fonte: GPA Brasil

Isso porque, o corpo entende que à noite é o momento de descanso. Assim, a glândula começa a liberar o hormônio para que o sono seja induzido. Por conta disso, os seres humanos são considerados diurnos, ou seja,  que desenvolvem as atividades durante o dia e descansam à noite.Dessa forma, quando o dia se inicia a produção do hormônio sofre decaimento. Assim, com a falta da melatonina durante o dia, sentimos a vontade de acordar e logo iniciar as atividades diárias.

Além das funções exercidas sobre o ciclo do sono a glândula pinela também propicia elementos positivos para a saúde do coração. Isso porque, a glândula é capaz de controlar os níveis da pressão sanguínea. Por conta disso, o tratamento relacionado à doenças cardiovasculares começaram a ser desenvolvidos por meio da produção das atividades da glândula pineal.

Qual função desenvolve?

A Glândula Pineal desenvolve função importante em alguns aspectos do organismo.

Glândula Pineal, o que é? Característica, função e como pode ser ativada
A melatonina é um hormônio produzido naturalmente pelo nosso organismo, e é responsável pela indução e qualidade do sono. Fonte: Família

Assim, pode ser destacado:

  • Ciclo menstrual – caso a mulher não durma a quantidade de horas necessárias ou seja exposta à grande quantidade de luz, é provável que o ciclo menstrual seja desregulado.  Ou seja, a melatonina auxilia como regulador dos ciclos vitais;
  • Câncer – o câncer de cólon pode ser causado pela exposição excessiva à luz reduzindo assim as funções que a glândula pinela exerce. Por conta disso, danos celular podem ser causados e, por consequência, a aparição do câncer;
  • Serotonina – além do hormônio da melatonina, a glândula pineal também produz serotonina. Assim, a serotonina é responsável por realizar a comunicação entre neurônios. Ou seja, é por meio dessa comunicação ocorrem ações como a regulação do sono, apetite, sistema digestivo e etc.

Caso a produção de serotonina no corpo seja deficiente, o ser humano pode sofrer com alguns sintomas como:

  • mau humor no período da manhã;
  • sono durante o dia;
  • baixa libido;
  • aumento da vontade de ingerir doces;
  • fome constante;
  • dificuldade de aprendizado;
  • distúrbios na capacidade de se concentrar e problemas de memória;
  • irritabilidade.

Como a glândula pineal é ativada?

A glândula pinela é responsável pela produção de dois hormônios essenciais para o funcionamento do organismo, a melatonina e serotonina. Dessa forma, a melatonina é ativada quando há pouca presença de luz, ou seja, durante a noite. Já a serotonina é produzida durante o dia, dando energia e vontade para realizar as atividades.

Glândula Pineal, o que é? Característica, função e como pode ser ativada
A melatonina é um hormônio natural produzido pela glândula pineal, localizada no nosso cérebro, quando os níveis de luz do ambiente diminuem. Fonte: Semantic Scholar

Nesse sentido, para que os hormônios sejam ativados vai depender das atividades que cada indivíduo realiza durante o dia. Ou seja, caso a intenção seja dormir melhor, a exposição à luz deve ser evitada. Por outro lado, se o desejo é aumentar a produção de serotonina o ideal é que o indivíduo fique em ambientes que haja a abundância de luz, natural ou artificial.

O terceiro olho

Para algumas religiões, como a Doutrina Espírita de Allan Kardec, a glândula pineal está ligada ao que chamamos de terceiro olho. Isso porque, acreditam que a glândula seja a responsável pela conexão que existe entre os seres humanos e o mundo da espiritualidade. Por conta disso, também é chamado de “olho da consciência”.

Glândula Pineal, o que é? Característica, função e como pode ser ativada
Representação do Olho de Hórus egípcio. Fonte: Mapeamento Espiritual

Assim, é comum ver a glândula pinela sendo representada pelo Olho de Hórus egípcio. Nesse sentido, o olho seria aquele que vê tudo e, por consequência, sabe de tudo. Além disso, a ideia de luz e espiritualidade é aderida ao terceiro olho.

Você sabia?

  • O filósofo Descartes acreditava que a glândula pineal fazia ligação com o mundo espiritual. Assim, era chamada de “assento principal da alma”;
  • O espiritismo acredita que a glândula pode ser a ligação entre o mundo físico e o mundo espiritual.

O que achou da matéria? Interessante, não é? Já que está aqui, corre pra conferir mais temas aqui no site como, por exemplo, como as Estrelas se formam e o que são Asteroides.

Fontes: Stoodi, Hipercultura e Personare

Fonte imagem destaque: Instituto Namaskar

Por <a href='https://conhecimentocientifico.r7.com/author/dayane/' rel='dofollow' class='dim-on-hover'>Dayane Borges</a>
Por Dayane Borges
Jornalista e redatora com experiência em escrita criativa, adequação e produção de conteúdos multimídia para a web.