Geografia

Furacão, o que é? Definição, como se forma e quais suas consequências

O furacão é um fenômeno natural que se forma no oceano e onde há uma movimentação circular de ventos, podendo atingir o litoral e causar danos enormes.

Atualizado em 28/08/2020

O furacão é um fenômeno atmosférico originário dos oceanos tropicais, sendo que pode atingir altíssima velocidade. Sua força é medida pela Escala Saffir-Simpson, que vai de 1 (mais brando) a 5 (mais severo).

Sua origem está na temperatura da água oceânica, posto que ao se aquecerem formam massas de ar que os originam. Diferem dos tornados, posto que estes são menores, embora mais velozes. Quanto à expressão tufão, esta é usada como sinônimo em algumas regiões.

De grande poder destruidor, o furacão é muito temido quando atinge o continente, já que causa danos de significativa monta. Embora o Brasil esteja livre deles, já houve o caso de um furacão que atingiu sua costa sul.

Mas o que é um furação?

Um furacão é um fenômeno da atmosfera caracterizado pela movimentação circular de ar. Sua velocidade pode superar 105 km/h, além de atingir um diâmetro de centenas de quilômetros.

Saiba que é o furacão, quais as suas características e como ele surge

Proveniente da formação de um sistema de baixa pressão na região oceânica, pode causar estragos medonhos em áreas urbanas.

O furacão é um evento natural que causa pânico por onde passa, posto que tem uma forte capacidade destruidora. Ele é uma combinação de vários fatores atmosféricos e geográficos.

Quando o continente é atingido por um furacão, grandes danos são registrados. Cidades inteiras podem ser arrasadas, florestas arrancadas e não raramente se registram várias mortes.

A formação de um furacão

O furacão se forma sobre a região oceânica, assim que a água fica mais quente, ou seja, temperatura igual ou superior a 27ºC.

Saiba que é o furacão, quais as suas características e como ele surge

Assim a evaporação chega a índices altíssimos, posto que se produz uma considerável quantidade de umidade. Isso tudo se converterá nas massas de ar que formam os furacões. É por essa razão que os furacões se materializam mais em regiões tropicais, já que são mais quentes.

Ocorre que, em 2004, atipicamente, a costa sul brasileira foi atingida pelo furacão Catarina, que se formou no Atlântico Sul. Foi uma exceção essa ocorrência, uma vez que a água local se aqueceu de maneira atípica.

Particularidades do furacão

A palavra furacão se originou nos Maias, que cultuavam Huracan, o deus das tempestades. O colonizador espanhol assimilou a palavra que, ao poucos, converteu-se no que é hoje.

Saiba que é o furacão, quais as suas características e como ele surge

Quando um furacão se forma, ele toma o formato circular, porém o sentido em que gira dependerá a região onde se encontra. Se estiver no Hemisfério Sul, girará no sentindo horário, mas se estiver no Norte, no anti-horário. Essa variação se deve ao movimento de rotação da Terra.

Os furacões são diferentes dos tornados, posto que estes são menores, possuindo um diâmetro de aproximadamente 2km. Só que os tornados têm velocidade bem superior, uma vez que pode chegar a 400 km/h. Já os tufões equivalem aos furacões, entretanto são assim denominados por expressões regionalistas.

Os furacões são classificados numa escala que vai de 1 a 5, considerando a força do vento. Trata-se da Escala Saffir-Simpson. Na escala 1 os ventos atingem baixa velocidade, contrariamente do que ocorre no 5, que tem ventos fortíssimos.

Você sabia?

Geralmente, o furacão o fenômeno é chamado de ciclone tropical, só que, se se formar sobre o Oceano Atlântico, seu nome é furação. Se a formação ocorrer sobre o Nordeste do Oceano Pacífico, o nome é Tufão.

Desde 1950 que os ciclones tropicais são batizados com nomes próprios. A decisão foi tomada pela Organização Meteorológica Internacional (OMM), posto que se desejava que a população melhor compreendesse o que ocorria e se orientasse.

Leia também sobre os tipos de vegetação do Brasil e suas principais características.

Fonte: Escola Kids, Mundo Educação, Wikipédia, Sua Pesquisa, Info Escola, Brasil Escola, Geografia, El País, Blog Furacão.

Fonte das imagens: O Sul, Youtube, O Debate On, Conceitos.